Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Nitro
Publicidade

Remake de Paper Mario para o Switch terá personagem trans

O debate sobre a visibilidade trans nos jogos chegou ao Reino do Cogumelo, graças a uma mudança no remake de Paper Mario: The Thousand...

Outer Space|Do R7

O debate sobre a visibilidade trans nos jogos chegou ao Reino do Cogumelo, graças a uma mudança no remake de Paper Mario: The Thousand Year Door para o Switch, que terá uma personagem assumindo sua identidade LGBTQIA+ mais explicitamente.

Não é o tipo de jogo onde se espera controvérsias deste tipo, mas Paper Mario: The Thousand Year Door está acompanhando as mudanças culturais para se aproximar mais da versão japonesa do jogo, que apresentava uma personagem chamada Vivian, que tem aspecto feminino (embora seja um fantasma), mas na verdade é um rapaz.

Na versão americana do jogo lançado para o GameCube em 2004, Vivian é apresentada como uma das três irmãs fantasma do grupo “As três irmãs das sombras”, mas apesar de ser zombada, em nenhum momento é chamada de rapaz. Nas versões japonesa e francesa, as irmãs chamam a atenção para o fato de Vivian ser menino, apesar da aparência feminina e sua inclusão no grupo de “irmãs das sombras”.

No lançamento original, a Nintendo escondeu este detalhe na versão em inglês para se adequar ao padrão mais rigoroso de jogos para o público infantil, mas segundo um funcionário da empresa, o assunto voltou ao debate para o lançamento do remake e foi decidido que Vivian será explicitamente uma personagem trans, tendo aparência feminina e sendo chamada de rapaz sem censura.

Publicidade

“Minha primeira grande ‘vitória’ em meu novo trabalho: na versão original de Paper Mario: The Thousand Year Door, essa personagem, Vivian, é canonicamente trans no lançamento japonês e está tentando escapar de seus irmãos transfóbicos que continuam zombando dela”, comentou Niko Lennox, um funcionário da Nintendo que se identifica por pronome não-binário na internet.

“No lançamento nos EUA, isso foi alterado para ela ser intimidada de maneira geral. Refizemos o jogo para Switch e, há alguns meses, estávamos tendo uma reunião sobre localização e eu INSISTI para mantermos a identidade dela correta desta vez. Nem todos estavam a bordo. A MAIORIA das pessoas não concordou por causa do atual clima político neste país em relação às identidades e corpos trans. Ela será apresentada corretamente no lançamento do jogo nos EUA no próximo mês e eu não poderia estar mais orgulhoso da coragem queer e de lutar por representação diante das porcarias da política, mesmo que seja apenas um personagem fictício em um videogame de desenho animado. Estou feliz que eles fizeram a escolha certa”, explicou ele.

Publicidade

Paper Mario The Thousand Year Door será lançado para o Switch em 23 de maio.

O post Remake de Paper Mario para o Switch terá personagem trans apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.