Prodígio grego compõe "Valsa do Isolamento" em tempos de coronavírus

ATENAS (Reuters) - Recolha-se em casa um pouco mais é a mensagem que um pianista grego enviou a um mundo isolado pelo coronavírus em sua composição mais recente, a "Valsa do Isolamento" – e ele só tem sete anos de idade.

Stelios Kerasidis se apresentou em público pela primeira vez com três anos, e já tocou no Carnegie Hall de Nova York e no Royal Albert Hall de Londres.

"Oi gente! Sou Stelios, estou em casa também. Vamos ser só um pouquinho mais pacientes e logo estaremos nadando no mar! Estou dedicando a vocês uma peça minha", diz ele em um vídeo publicado no Youtube antes de tocar a melodia introspectiva e hipnótica.

O vídeo já teve mais de 42 mil acessos.

Ele também compôs dois concertos para piano, "Veronika" e "Anastasia", em homenagem às irmãs.

"A música é meu mundo inteiro", disse ele à Reuters no ano passado sentado diante do instrumento enquanto seus dedos dançavam sobre as teclas e seu pés mal tocavam o chão.

Filho de um professor de piano, seu pianista favorito é o falecido canadense Glenn Gould, renomado por suas interpretações de Bach.

(Por Lefteris Papadimas)