Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cinema de Segunda
Publicidade

Treta em Cannes: festival de cinema mais chique do mundo foi marcado por barracos entre estrelas e segurança

Tapete vermelho teve cenas constrangedoras; veja

Cinema de Segunda|Lello LopesOpens in new window

Celebridades discutem com segurança no tapete vermelho do Festival de Cannes (Reprodução/Redes Sociais)

Poucas coisas no cinema são tão glamourosas quanto o Festival de Cannes. Realizado na chiquérrima Riviera Francesa desde 1946, o evento tem um dress code rigoroso: nas sessões de gala só é possível entrar com smoking e gravata borboleta ou um vestido de gala.

Mas nem tudo é elegância. A edição de 2024, que acabou no último sábado (25), vai ficar marcada por discussões acaloradas entre algumas celebridades e uma segurança não identificada no concorridíssimo tapete vermelho.

Veja também

Os barracos ganharam as redes sociais. Nos vídeos é possível ver pelo menos três atrizes entrando em conflito com a mesma segurança em momentos diferentes do festival.

A briga mais feia foi com a atriz e cantora Kelly Rowland, ex-vocalista do grupo Destiny’s Child. Ela não gostou nem um pouco de ser apressada para subir as escadas que a levariam à sala do cinema. Com o dedo em riste, discutiu asperamente com a segurança. “Não fale assim comigo, você não é minha mãe”, disse.

Publicidade

A atriz e modelo dominicana Massiel Taveras também teve um problema com a guarda, ao ser impedida de mostrar a cauda do vestido, que tinha uma imagem religiosa, no tapete vermelho.

O terceiro caso aconteceu com a atriz sul-coreana e estrela do K-pop Yoona, que também não gostou de ser apressada pela segurança.

Publicidade

Longe das polêmicas, a Palma de Ouro, o principal prêmio de Cannes, acabou indo para o filme Anora, de Sean Baker.


Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.