Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Melhor Não Ler
Publicidade

Alguém pode explicar o que está acontecendo em Minas Gerais?

Depois da suspensão de duas malfadadas exposições em BH, agora é a vez do candidato maconheiro viralizar na internet

Melhor Não Ler|Do R7


Esta semana foi movimentada lá na terra do “uai”. Primeiro, duas exposições foram suspensas, uma por exibir cartazes dizendo: “Nós vamos transexualizar o seu bebê e não há nada que você possa fazer” e outra porque, entre outras coisas, exibia uma coroa de espinhos – em referência a Jesus Cristo – em forma de suástica.

Mas eis que, antes de terminar a semana, Dário de Moura, candidato a deputado federal pelo PSOL – que só pode estar “doidão” – me aparece com um jingle nada ortodoxo em ritmo de funk pancadão.

Movendo-se como quem não tem controle algum sobre o próprio corpo (e muito menos sobre a mente), o deputado com cara de quem está pra lá de Bagdá, “dança” com seus bailarinos ao som de frases como:

“Ninguém nunca morreu por fumar um ‘baseadin’.”

Publicidade

“Maconheiro, não deixe pra depois...”

“Boi, bala e Bíblia, isso só nos envergonha, agora queremos ver é a bancada da maconha.”

Publicidade

“Vote Dário pela legalização. A maconha é a solução.”

Fale qualquer coisinha sobre a comunidade LGBTQIA+QWERTY, critique qualquer religião que não seja cristã ou torça o nariz para alguma das causas canhotas e você será taxada de fascista, terrorista, maquinista, figurinista...

Enquanto uns são calados à força, o povinho do “ódio do bem” tá chapado legal pra falar o que quiser, né não?

É por essas e outras que a gente não cansa de avisar que é melhor não ler...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.