Logo R7.com
Logo do PlayPlus
RPet
Publicidade

Agência de saúde dos EUA aprova primeiro tratamento oral para gatos com diabetes melito

Medicamento melhora o controle glicêmico e poderá ser usado por felinos que não tenham tido contato com insulina

RPet|Do R7

Medicamento ajuda a melhorar o controle glicêmico dos bichanos
Medicamento ajuda a melhorar o controle glicêmico dos bichanos Medicamento ajuda a melhorar o controle glicêmico dos bichanos

A FDA (Food and Drug Administration), a agência de saúde dos Estados Unidos, aprovou nesta quinta-feira (8) um remédio da Elanco Animal Health Inc para gatos com um tipo de diabetes. Trata-se do primeiro medicamento oral a ser aprovado para a doença em animais.

O Bexacat ajuda a melhorar o controle glicêmico em gatos saudáveis ​​com diabetes melito não tratados previamente com insulina.

A empresa de saúde animal espera que o medicamento esteja disponível a veterinários dos EUA no primeiro trimestre de 2023, disse Michael Breer, diretor sênior da Elanco para veterinários de consultoria em saúde de animais de estimação nos EUA, em um e-mail.

Estima-se que, apenas nos Estados Unidos, haja 600 mil gatos diagnosticados com diabetes, e pesquisas mostram que quase 125 mil deles não são tratados devido à complexidade das opções atuais, disse Breer.

Publicidade

Gatos com diabetes melito geralmente requerem terapia vitalícia e são tradicionalmente tratados com uma combinação de insulina e dieta adequada. Sem o tratamento adequado, os gatos com a doença apresentam sintomas como aumento da sede e da produção de urina, perda de peso e aumento do apetite.

O Bexacat vem com um aviso em caixa sobre a necessidade crítica de seleção apropriada de pacientes e o potencial para certas reações adversas, como a cetoacidose, um problema potencialmente fatal que faz com que o corpo comece a quebrar a gordura em um ritmo muito rápido.

Publicidade

Todos os gatos que receberem Bexacat deverão fazer exames de sangue em intervalos regulares após o início do tratamento, para ajudar a mitigar possíveis preocupações de segurança do medicamento, disse o regulador de saúde.

Saiba quais são os sete cuidados essenciais para a saúde dos gatos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.