Logo R7.com
Logo do PlayPlus
RPet
Publicidade

Escovar os dentes dos cachorros pode evitar mau-hálito e até doenças mais graves

Em conversa com o RPet, o veterinário André Nunes traz dicas, periodicidade e cuidados com a saúde bucal dos cães

RPet|Do R7


Os tutores devem escovar os dentes dos cachorros
Os tutores devem escovar os dentes dos cachorros

Assim como nos humanos, a saúde dos cachorros começa pela boca. Por isso, é fundamental os tutores se preocuparem com os dentes de seus pets e ficarem atentos a quaisquer sinais de anormalidade, dor ou sangramento. Em conversa com o RPet, o veterinário André Nunes fala da importância do trato dentário dos animais e como isso deve ser feito.

Em primeiro lugar, o especialista deixa claro que os cães devem, sim, escovar os dentes. “Ajuda a eliminar boa parte da sujeira bucal, principalmente que hoje temos pastas de dentes para pets com o objetivo de evitar a placa bacteriana (tártaro) e as doenças ligadas à cavidade oral”, explica.

• Compartilhe esta notícia no WhatsApp

• Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Além disso, se o cachorro está com algum incômodo na boca, isso pode fazê-lo se alimentar mal. “O descuido pode levar à redução da alimentação, possibilidade de doenças sérias e redução da qualidade de vida do seu animal”, avisa.

Como e quando a escovação deve ser feita?

Os tutores têm que levar seus cães ao veterinário para serem indicados produtos específicos para eles. “Existem escovas de dentes para pet de diversos tamanhos, que serão escolhidas conforme o porte do cachorro. Os modelos variam de escovas com cerdas e até dedeiras de silicone. Já as pastas, temos as com sabor, que ajudam na hora da dessensibilização, de uso rotineiro, e as pastas com enzimas e substâncias capazes de ajudar em tratamentos e evitar o acúmulo da placa bacteriana”, diz.

Publicidade

Com os itens corretos e orientação de um profissional, o próximo passo é mostrar ao animal que o momento de escovação é tranquilo e pode ser divertido. “Coloca-se a quantidade adequada de pasta na escova e inicia-se o processo de escovação. Não precisa enxaguar. A periodicidade depende da raça, idade e alimentação. Lembro que quanto maior a frequência, melhor o resultado”, ensina André.

Como combater o mau-hálito dos cães

Saúde bucal é importante também para os pets
Saúde bucal é importante também para os pets

É muito comum os tutores reclamarem do "bafo" de seus pets. Mas o mau hálito não precisa ser uma característica do cachorro. Além dos cuidados com os dentes, a alimentação tem influência nesta questão.

“Pode-se combater o odor ruim da boca dos cães com escovação diária, uso de alimentos balanceados, que evitam a calcificação da placa bacteriana, brinquedos e mordedores adequados. E sempre checar os dentes deles. Caso haja algo diferente, entre em contato com seu médico veterinário de confiança”, instrui o veterinário

Doenças bucais mais comuns

Todo esse zelo pelos dentes dos cães é uma maneira de evitar doenças bucais. As mais comuns são gengivite, tártaro, lesões endodônticas e doenças periodontais. A ausência de cuidado com a boca do cão pode levar a sérias doenças sistêmicas e afetar rim, coração e até articulares", alerta André.

Caso o cachorro acabe com alguma enfermidade nas gengivas e dentes, os tratamentos variam. "Pode ser resolvida desde uma simples remoção do tártaro, uso de antibióticos sistêmicos ou locais ou até mesmo a extração do dente quando se trata somente da doença bucal."

Tutores pagam cerca de R$ 45 mil em voos exclusivos com muito conforto para pets

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.