Logo R7.com
Logo do PlayPlus
RPet
Publicidade

Uva-passa, chocolate e mais: saiba o que os pets não podem comer na ceia de Natal

O RPet preparou uma lista de alimentos para identificar o que é favorável para a dieta dos animais domésticos

RPet|Do R7

Nutróloga diz que chocolate e uva-passa são ruins para a saúde
Nutróloga diz que chocolate e uva-passa são ruins para a saúde Nutróloga diz que chocolate e uva-passa são ruins para a saúde

Os pets fazem parte da família de seus tutores e sempre estão presentes nas festas de fim de ano. Por isso, é importante saber o que eles podem ou não comer nas ceias de Natal e Réveillon. Para facilitar essa busca e garantir que os bichos não passem mal nesta época de confraternização, o RPet preparou uma lista de alimentos para identificar o que é favorável para a dieta dos animais domésticos.

Júnior Borja, sócio-fundador da Garbo Pet Professional, explica como a alimentação interfere no físico e na aparência dos bichos. "O animal precisa ter uma alimentação mais natural. Comer comida de fato! Não restos de comida. Isso se reflete na saúde da pele, do pelo e na longevidade do cão. Quanto mais comida natural o bicho puder comer, melhor será", diz.

Alimentos proibidos aos pets

De acordo com Monique Paludetti, veterinária nutróloga da Pet Care, alguns alimentos podem causar complicações à saúde dos cães. "Chocolate, por exemplo, contém substâncias extremamente tóxicas aos pets", explica.

Além do doce feito com cacau, a uva e a uva-passa também são um problema sério. "Elas podem causar complicações renais e devem ser totalmente evitadas", conta.

Publicidade

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Assine a newsletter R7 em Ponto

Publicidade

Segundo Borja, o café e o abacate são tóxicos, e as macadâmias devem ficar longe dos pets. O consumo delas pode causar hipertermia, tremores musculares, fraqueza nas pernas e vômitos.

Ele acrescenta que a cebola e o alho, alimentos presentes no cotidiano dos humanos, não são alternativas favoráveis para os animais. O consumo deles pode gerar fraqueza, letargia e falta de apetite. Isso ocorre porque esses alimentos contêm compostos sulfóxidos e dissulfóxidos, que podem danificar as células vermelhas do sangue do bicho e causar anemia.

Alimentos permitidos

Maçã é uma das frutas recomendadas para os cachorros
Maçã é uma das frutas recomendadas para os cachorros Maçã é uma das frutas recomendadas para os cachorros

Monique afirma que, para o pet aproveitar a ceia, os tutores podem oferecer frutas, como pera, maçã, mamão e melão, carnes de vaca, frango, peru ou cordeiro — sem ossos nem temperos — e legumes e verduras.

Ela lembra que, mesmo que esses alimentos sejam permitidos, não é indicado deixar os animais comerem a noite toda. "O excesso de alimentos, além de favorecer o ganho de peso, pode resultar em mal-estar. Um agrado ou petisco não deve ultrapassar 10% das calorias diárias ingeridas pelo pet", ensina.

Caso o animal coma algum alimento desaconselhável, o ideal é procurar a ajuda de um veterinário e evitar administrar medicamentos por conta própria.

Animais de zoológico recebem frutas, verduras e outros alimentos congelados para aliviar calor, em SP

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.