Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Rações de cães e gatos devem ser armazenadas em ambiente e temperatura corretos; saiba

Os alimentos dos pets, assim como os dos humanos, precisam ser guardados com cuidado e responsabilidade pelos tutores

RPet|Do R7

Ração deve ser armazenada da maneira correta
Ração deve ser armazenada da maneira correta Ração deve ser armazenada da maneira correta

Armazenar corretamente a ração de seu pet é um ato de cuidado e carinho para preservar a qualidade do alimento e, assim, a saúde do animal. Recentemente, "pipocaram" nas redes sociais e sites de venda online alguns recipientes "diferentões" para guardar as comidinhas de gatos e cachorros, mas nem sempre da maneira certa ou com a garantia de uma boa conservação. 

Em conversa com o RPet, o veterinário André Nunes deu algumas dicas aos tutores que têm dúvidas sobre o assunto, tanto no caso de rações secas, quanto no das úmidas. "Para as primeiras, é importante deixar em um local longe da luz solar e de temperaturas extremas, sendo a temperatura ambiente a ideal, como uma despensa de alimentos mesmo. É importante não manter [a ração] em contato direto com a parede nem com o piso, pois eles também podem alterar a temperatura, e distante de produtos de limpeza, por segurança", explica.

As rações úmidas — mais comum para os felinos — devem ser colocadas no mesmo lugar das secas quando ainda estiverem fechadas. "Porém, após abertas, é importante deixá-las na geladeira por, no máximo, três dias", esclarece o profissional.

Recipiente fechado corretamente para não atrair formigas e baratas

As rações têm que ser guardadas em ambiente longe de temperaturas extremas
As rações têm que ser guardadas em ambiente longe de temperaturas extremas As rações têm que ser guardadas em ambiente longe de temperaturas extremas

Quanto aos tais recipientes "descolados" vendidos na web, eles podem até ser uma alternativa, desde que bem fechados, ensina André. "Mas pode-se manter as rações em suas embalagens originais e, depois que abri-las, fechá-las com pregadores ou elástico para evitar o oxigênio", diz.

Publicidade

Além de impedir a entrada de ar, as embalagens sem nenhum tipo de abertura ou brecha não atraem outros bichos, como baratas e formigas. 

Pode fazer estoque?

Se o tutor não tem muitos pets, o que poderia exigir uma grande quantidade de ração, o ideal é não estocar os alimentos de cães e gatos. Mas, caso seja necessário, é fundamental utilizar recipientes hermeticamente fechados.

Publicidade

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

"Tudo isso dependerá da quantidade de animais presentes na casa e de o fluxo de consumo não ser lento. O recomendado é não demorar mais de 20 a 30 dias para as rações serem consumidas", destaca André. 

Como saber se a ração se estragou?

A ração molhada, muito comum para gatos, deve ser guardada na geladeira após aberta
A ração molhada, muito comum para gatos, deve ser guardada na geladeira após aberta A ração molhada, muito comum para gatos, deve ser guardada na geladeira após aberta

Se o tutor precisou passar alguns dias longe de casa, ou mesmo se esqueceu uma ração na despensa, André enumera alguns pontos que podem mostrar que ela não está mais própria para consumo.

Publicidade

"O alimento estará com uma coloração diferente da habitual, com pontos esbranquiçados ou até esverdeados, fora a umidade excessiva e o mau cheiro", diz. "A partir de 30 dias já podemos ter alterações no alimento."

O veterinário ressalta, ainda, que para escolher a ração e a quantidade de comida ideal de seu pet é necessário seguir a orientação de um veterinário e considerar as características da espécie, além da idade e do peso do animal.

VEJA TAMBÉM: Tapete higiênico, britas, grama sintética e mais: 7 sugestões de banheiros para cachorros

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.