Logo R7.com
Logo do PlayPlus
RPet
Publicidade

Gato siberiano: resistentes ao frio, 'hipoalergênicos' e mais sobre essa raça de felinos

Especialistas afirmam que esses animais são dóceis, sociáveis e calmos, apesar do 'parentesco' com bichanos selvagens

RPet|André Barbeiro*, do R7


Gato siberiano é dócil e sociável, segundo especialista
Gato siberiano é dócil e sociável, segundo especialista

Os gatos da raça siberiano têm sua origem no cruzamento de felinos selvagens da Sibéria com gatos domésticos da Rússia e Ucrânia. Esses animais, com uma expectativa de vida média de 15 anos, possuem uma série de possibilidades de cores em sua pelagem, incluindo preto, cinza, creme, neve, tricolor e até o padrão tigrado.

Esther Halfon, médica-veterinária integrativa, explica que a pelagem dos gatos dessa raça tem duas camadas. "A camada externa, que é sua característica mais marcante, é uma pelagem longa e sedosa. Além disso, há uma camada de subpelo mais denso que os torna, particularmente, resistentes ao frio, devido à sua origem."

Ela sugere que, para manter a saúde desses felinos, é recomendado escová-los três vezes por semana e menciona que casas com ambientes "gatificados" também são uma boa prática.

"Eles são maiores e mais ágeis, o que os torna mais ativos em brincadeiras, mas podem conviver bem em apartamentos, desde que seja proporcionada a oportunidade de gastar energia", comenta Livia Romeiro, veterinária e especialista em linha de cuidados.

Publicidade

Livia também afirma que, "sendo gatos mais robustos, eles são bons para crianças, pois são mais resistentes a brincadeiras".

Temperamento

Esther enfatiza que, apesar da origem de cruzamento entre gatos selvagens e domésticos, o gato siberiano é sociável, dócil e calmo.

Publicidade

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Segundo Livia, esses gatos têm um temperamento até mais carente. "Eles demandam um pouco mais de atenção do tutor. Normalmente, quem possui essa raça busca um companheiro para ele, seja da mesma espécie ou não", afirma.

A especialista lembra que esses são gatos "hipoalergênicos", assim como o azul russo e o sphynx. "A alergia é causada por uma substância presente na saliva e na pele dos gatos, e não no pelo, como muitos pensam. O pelo pode causar alergias porque os gatos se lambem muito, o que leva a substância a ficar no pelo. No entanto, essas raças têm menos dessas substâncias", explica.

Saúde

Por fim, as especialistas comentam que os gatos siberianos não têm predisposição a doenças. "Sendo uma das raças mais antigas, eles geralmente têm uma saúde melhor", diz Livia.

"A preocupação com a saúde deles se deve ao seu porte maior, o que pode resultar em problemas na pelve, assim como ocorre com cães de grande porte. Isso também é observado nos maine coons", detalha Esther.

Ela acrescenta que não há enfermidades específicas das quais se deva cuidar nessa raça, mas destaca a importância de ficar tento à obesidade em gatos castrados, independentemente da raça. "Estimular, brincar e manter uma dieta adequada para felinos, que são carnívoros estritos, é uma obrigação do tutor", enfatiza.

VEJA TAMBÉM: Garfield, Gato de Botas, Tom e mais: os felinos mais famosos dos desenhos e animações

*Sob a supervisão de Thaís Sant'Anna

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.