Logo R7.com
Logo do PlayPlus
RPet
Publicidade

Obesidade canina: número cresce a cada ano, e doença pode causar problemas em órgãos do animal

Especialistas explicam que o distúrbio está associado a alimentação, questões genéticas e sedentarismo

RPet|André Barbeiro*, do R7

O número de cães obesos cresce a cada ano, diz pesquisa
O número de cães obesos cresce a cada ano, diz pesquisa O número de cães obesos cresce a cada ano, diz pesquisa

A última pesquisa realizada pela Associação para a Prevenção da Obesidade em Animais, neste ano, constatou que 59% dos cães estavam com sobrepeso ou obesidade. Os levantamentos de 2022, por outro lado, haviam apontado 37% nessa condição. Isso demonstra que, assim como os humanos, os cachorros domésticos estão enfrentando um aumento no número de casos desse distúrbio.

Segundo Elisa Gonçalves, médica-veterinária da AmarVet's, essa comorbidade está associada a uma série de razões, que envolvem desde o histórico de saúde do cão até questões externas, e é caracterizada como uma doença crônica.

"Entre os fatores que podem contribuir para a obesidade em cachorros, temos a predisposição genética de algumas raças, doenças preexistentes, dieta inadequada — seja em relação ao tipo de alimento ou à quantidade — e o sedentarismo", afirma ao RPet.

"Alguns problemas endócrinos também podem levar ao aumento de peso", completa Gabrielle Pechinho, veterinária da Clínica Petforvet.

Publicidade

Como saber se meu cão está obeso?

Elisa explica que a identificação dos cachorros obesos é realizada por meio da "observação direta do animal, palpação adequada e medição da circunferência abdominal".

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Publicidade

Além desses métodos, a veterinária ressalta que é utilizada a tabela de Escore de Condição Corporal (ECC). Essa ferramenta classifica o animal em uma escala que varia de "muito magro" a "obeso", permitindo uma avaliação subjetiva e quantitativa que diferencia o distúrbio do sobrepeso, por exemplo.

Riscos

A obesidade causa uma série de problemas nos órgãos dos cães
A obesidade causa uma série de problemas nos órgãos dos cães A obesidade causa uma série de problemas nos órgãos dos cães

A obesidade, capaz de afetar diversos órgãos e sistemas corporais, pode levar ao desenvolvimento de várias complicações para a saúde do cachorro, de acordo com as especialistas.

"Animais obesos podem desenvolver problemas osteoarticulares, endócrinos e até complicações mais graves, incluindo distúrbios respiratórios e cardiovasculares. Considerando todos esses fatores, é seguro dizer que a doença pode afetar o bem-estar e a qualidade de vida do animal", destaca Elisa.

Como ajudar o cão a emagrecer e prevenir esse distúrbio?

Para auxiliar o pet a perder peso, Gabrielle sugere a introdução de atividades físicas, como caminhadas, natação ou brincadeiras, e ressalta a importância de fazer uma mudança na alimentação.

"Isso envolve estabelecer uma quantidade precisa de comida que o animal pode ingerir diariamente, a qual será calculada com base no seu peso atual e no objetivo desejado", explica.

No que diz respeito à prevenção contra a doença, ela enfatiza a necessidade de seguir uma rotina saudável, que inclui alimentação balanceada e planejada para o animal, juntamente com exercícios físicos diários, como caminhadas.

Dia Mundial do Cão: conheça os vira-latas caramelo mais famosos das redes sociais

* Sob a supervisão de Thaís Sant'Anna

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.