Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Cuidado! Uso de álcool em gel para limpar patas de pets pode causar problemas de pele e respiratórios 

O produto, que ganhou ainda mais destaque após a pandemia, não deve ser usado na higienização de cães nem gatos

RPet|André Barbeiro*, do R7

Pode usar álcool em gel para limpar as patas dos pets?
Pode usar álcool em gel para limpar as patas dos pets? Pode usar álcool em gel para limpar as patas dos pets?

Os tutores de pets muitas vezes procuram métodos simples e rápidos para tirar a sujeira dos bichos, que costumam subir em camas e sofás de seus pais humanos. Ainda mais após a pandemia de Covid-19, pessoas passaram a optar pelo uso de álcool gel nas patinhas de cães e gatos com a ideia de que será a melhor maneira de higienizá-las. Porém, o produto não é o mais indicado aos bichos.

Esther Halfon, médica-veterinária integrativa, explica ao RPet que, mesmo que pareça ser uma boa opção, o álcool em gel não é um produto apropriado. "Primeiro, por gerar um ressecamento dos coxins [as famosas 'almofadinhas' das patas de cachorros e gatos] e também por conta da lambedura no álcool, que não é favorável", diz.

Ela lembra que a substância pode fazer mal ao bicho, especialmente se usado durante muito tempo. “O álcool em gel é bastante nocivo, principalmente a longo prazo. Há alguns animais com potencial de ficar mais desidratados, como os idosos e os que tiveram algumas doenças virais, como a cinomose, que deixam os coxins craquelados”, alerta.

A veterinária Isabella Campos Melo diz que o ressecamento das patas pode causar uma hipersensibilidade nos pets, o que propicia o surgimento de feridas durante os passeios e até problemas respiratórios. "O álcool nas patas pode causar uma reação alérgica tanto na pele quanto no sistema respiratório do animal devido ao cheiro. E também tem o risco de ingestão por uma lambida, porque é um cheiro diferente, é algo que os incomoda", explica.

Publicidade

Marcelo de Souza Vertulo Medeiros, veterinário-dermatologista da Vetdermatologia, é mais um que é contra o uso de álcool em gel nos bichos. "Atendo muitos cachorros alérgicos; para mim o álcool em gel é péssimo. Normalmente, irrita muito a pata, muito. Mesmo em cães sem problemas de pele, não recomendo tanto o álcool em gel 70% como os menos concentrados."

Então, o que usar?

Mas afinal, o que usar para higienizar as patinhas dos pets? "Os tutores podem utilizar óleo de coco para hidratar e, para limpar, shampoo neutro para cães e gatos com água. Também é possível usar lenço umedecido de recém-nascido, porque eles são hipoalergênicos", indica Esther.

Publicidade

Isabella dá outras sugestões. "Água e sabonete neutro ou produtos da linha pet que fazem essa limpeza e que são não alcoólicos e que podem ter benefícios, como hidratantes, ser hipoalergênico e ter aromas diferenciados."

Medeiros concorda com as colegas de profissão e acrescenta os sprays para "banhos secos". "Mas, se não quiser gastar com produtos caros, use água e sabão. Tem tutores que compram meias para o cão passear, é uma opção também", complementa.

Publicidade

Concurso que elege as fotos mais engraçadas de pets anuncia vencedores; veja

*Sob a supervisão de Thaís Sant'Anna

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.