Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 VIRTZ
Publicidade

Professor entrega cartinha para estudantes com 'eu te amo' e vídeo viraliza nas redes 

Gean Sampaio dá aula para alunos do ensino fundamental em Londrina (PR); vídeo atingiu 1,9 milhão de visualização

Virtz|Alex Gonçalves, do R7*


Professor Gean Sampaio ao lado dos estudantes
Professor Gean Sampaio ao lado dos estudantes

Gean Sampaio, 26 anos, é professor de educação física e dá aulas para estudantes do ensino fundamental 1, em uma escola particular na cidade de Londrina, no Paraná.

Recentemente, o educador publicou um vídeo em sua página pessoal no Instagram em que mostra a reação dos seus alunos ao receberem uma carta escrita por ele, com os dizeres: 'eu te amo'.

O vídeo bombou na web com quase dois milhões de visualizações no TikTok em menos de uma semana de postagem. Os internautas aprovaram a atitude super fofa e carinhosa do professor com os alunos e compartilharam em outras redes sociais. Assista: 

Gean é natural de Florestópolis, uma cidade pequena, com um pouco mais de 10 mil habitantes, segundo o último censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Ele conta que quando era criança, não tinha nenhum professor como referência. “Senti falta de ter um professor que me despertasse a vontade de ir à escola. Hoje, estou sendo esse profissional que eu não tive. Sei que no futuro meus alunos vão ter boas lembranças minhas, e da época escolar”, diz.

Publicidade

A escolha da profissão surgiu por incentivo da irmã, que também é educadora física. “Cheguei a cursar um semestre de engenharia civil, mas não me identifiquei. Quando mudei de curso, logo no início, ainda nas aulas da faculdade, percebi que a minha vocação era lecionar e dar aulas para crianças”, conta.

Leia também

A inciativa que repercutiu nas redes sociais surgiu na vida do professor por intermédio de um aluno, que perdeu o pai vítima do Covid-19. "Ele não queria mais ir para a escola, e, então, utilizei a plataforma do TikTok para gravar os vídeos e tentar trazer esse aluno de volta, para motivá-lo e eu dizia: 'Vem para escola, que a gente vai gravar vídeo, dizia ao aluno'". A iniciativa deu certo e ele retomou os estudos. 

Publicidade

O professor explica que todos os vídeos antes de serem publicados, passam pela coordenação pedagógica da escola e são previamente autorizados pelos pais dos estudantes, que também assinaram um termo de uso e direitos de imagens. "Eu sou o professor mais feliz do mundo. Me sinto amado o tempo todo em que estou com eles", diz emocionado.

*Estagiário do R7 sob supervisão de Karla Dunder

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.