Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Viva a Vida
Publicidade

Após foto do pescoço de idosa viralizar, saiba como usar o protetor solar corretamente

Segundo dermatologista, produto é indispensável e deve ser aplicado no corpo todo, mesmo quando não há exposição ao sol

Viva a Vida|Do R7

Idosa passou protetor solar no rosto, mas não no pescoço
Idosa passou protetor solar no rosto, mas não no pescoço Idosa passou protetor solar no rosto, mas não no pescoço

Uma imagem de uma idosa de 92 anos que não usou protetor solar no pescoço viralizou nas redes sociais nos últimos dias. A foto, de um artigo acadêmico, mostra a diferença da pele da mulher com e sem proteção do filtro.

A informação do artigo dá conta de que a idosa usou protetor solar por pelo menos 40 anos, mas apenas no rosto.

Diante da publicação chocante, muitas dúvidas surgiram sobre o uso correto do filtro na pele. Segundo a médica dermatologista Patrícia Friço, membro da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia), o produto é indispensável no dia a dia e deve ser usado mesmo quando não há exposição ao sol.

"Os protetores solares, também chamados de filtros solares, são extremamente importantes, pois ajudam a diminuir os efeitos nocivos dos raios solares. Esses produtos diminuem a quantidade de radiação ultravioleta vinda do sol que penetra em nossa pele por meio de mecanismos de absorção, dispersão ou reflexão da radiação. Os raios ultravioleta podem, dependendo da predisposição genética, do tempo e do horário da exposição, causar danos, como o câncer de pele", explica Patrícia.

Publicidade

A dermatologista afirma que a "face costuma ser a região mais lembrada quando o assunto é proteger do sol" — a exemplo da idosa que viralizou —, porém reforça que "áreas esquecidas" também precisam de atenção.

"O protetor solar deve ser usado diariamente, mesmo nos dias nublados e com chuva, e deve ser passado em todo corpo. Não podemos nos esquecer de outras partes que também podem sofrer com a ação dos raios solares, como as orelhas, pescoço, colo e mãos. As áreas expostas do corpo também merecem cuidados."

Publicidade

Além disso, a dermatologista esclarece que o produto precisa ser aplicado pelo menos 30 minutos antes da exposição ao sol e ser reaplicado ao longo do dia e depois do contato com a água.

"É recomendado que o protetor solar seja usado de duas em duas horas quando exposto ao sol. No dia a dia, recomendamos usar pela manhã, reaplicar no horário do almoço e no período da tarde, com intervalo de quatro, em média."

Publicidade
No rosto e pescoço, a quantidade certa é equivalente a uma colher de chá
No rosto e pescoço, a quantidade certa é equivalente a uma colher de chá No rosto e pescoço, a quantidade certa é equivalente a uma colher de chá

Quantidade de protetor

"A quantidade certa é 2 ml para rosto e pescoço (equivalente a uma colher de chá) e 10 ml para o restante do corpo (cerca de três colheres de sopa)", ensina a dermatologista, que ainda destaca a importância do FPS, fator de proteção solar.

"O FPS nada mais é que o tempo a mais que uma pele com protetor solar pode ficar exposta ao sol em comparação a uma pele desprotegida. Protetores com FPS maiores oferecem uma maior proteção. É recomendado o uso de protetores solares com no mínimo FPS 15", afirma Patrícia.

"Pessoas com pele mais clara, que apresentam menos produção de melanina (proteína que dá cor aos pelos e protege as células contra as ações nocivas da radiação solar), devem optar por protetores solares com FPS maior", finaliza.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.