Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Arqueóloga carioca ganha prêmio internacional por descoberta do Cais do Valongo

Flipar|

A arqueóloga carioca Tânia Andrade somou mais um feito à sua carreira. Ela é uma das vencedoras do prêmio internacional Hypatia Award 2023.
A arqueóloga carioca Tânia Andrade somou mais um feito à sua carreira. Ela é uma das vencedoras do prêmio internacional Hypatia Award 2023. A arqueóloga carioca Tânia Andrade somou mais um feito à sua carreira. Ela é uma das vencedoras do prêmio internacional Hypatia Award 2023.
A arqueóloga ganhou destaque após a descoberta do Cais do Valongo, em 2011, durante as obras para revitalizar a zona portuária do Rio de Janeiro.
A arqueóloga ganhou destaque após a descoberta do Cais do Valongo, em 2011, durante as obras para revitalizar a zona portuária do Rio de Janeiro. A arqueóloga ganhou destaque após a descoberta do Cais do Valongo, em 2011, durante as obras para revitalizar a zona portuária do Rio de Janeiro.
Naquele ano, as escavações conduzidas por Tânia revelaram o antigo cais de pedra, onde se estima que mais de um milhão de africanos escravizados tenham passado.
Naquele ano, as escavações conduzidas por Tânia revelaram o antigo cais de pedra, onde se estima que mais de um milhão de africanos escravizados tenham passado. Naquele ano, as escavações conduzidas por Tânia revelaram o antigo cais de pedra, onde se estima que mais de um milhão de africanos escravizados tenham passado.
O que é o Cais do Valongo? É o principal porto de entrada de africanos escravizados no Brasil e nas Américas, de acordo com o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). 
O que é o Cais do Valongo? É o principal porto de entrada de africanos escravizados no Brasil e nas Américas, de acordo com o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).  O que é o Cais do Valongo? É o principal porto de entrada de africanos escravizados no Brasil e nas Américas, de acordo com o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). 
Localizado no Rio, o Cais do Valongo, desde 2017, integra a lista do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).
Localizado no Rio, o Cais do Valongo, desde 2017, integra a lista do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). Localizado no Rio, o Cais do Valongo, desde 2017, integra a lista do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).
Onde fica no Rio? O Cais do Valongo vai da Rua Coelho Castro até a Sacadura. 
Onde fica no Rio? O Cais do Valongo vai da Rua Coelho Castro até a Sacadura.  Onde fica no Rio? O Cais do Valongo vai da Rua Coelho Castro até a Sacadura. 
O Cais foi construído em 1811 pela Intendência Geral de Polícia da Corte do Rio de Janeiro. 
O Cais foi construído em 1811 pela Intendência Geral de Polícia da Corte do Rio de Janeiro.  O Cais foi construído em 1811 pela Intendência Geral de Polícia da Corte do Rio de Janeiro. 
A região ficou conhecida, na época, como “Pequena África”. Ali, os escravos eram comercializados. 
A região ficou conhecida, na época, como “Pequena África”. Ali, os escravos eram comercializados.  A região ficou conhecida, na época, como “Pequena África”. Ali, os escravos eram comercializados. 
O Valongo possui cerca de 350 metros de comprimento.
O Valongo possui cerca de 350 metros de comprimento. O Valongo possui cerca de 350 metros de comprimento.
A área deixou de ser um polo de escravos em 1831.
A área deixou de ser um polo de escravos em 1831. A área deixou de ser um polo de escravos em 1831.
Em 2012, a Prefeitura do Rio acatou a sugestão das Organizações dos Movimentos Negros e transformou o espaço em monumento preservado e aberto à visitação pública. 
Em 2012, a Prefeitura do Rio acatou a sugestão das Organizações dos Movimentos Negros e transformou o espaço em monumento preservado e aberto à visitação pública.  Em 2012, a Prefeitura do Rio acatou a sugestão das Organizações dos Movimentos Negros e transformou o espaço em monumento preservado e aberto à visitação pública. 
O Brasil recebeu perto de quatro milhões de escravos, durante mais de três séculos de duração do regime escravagista, segundo o Iphan. 
O Brasil recebeu perto de quatro milhões de escravos, durante mais de três séculos de duração do regime escravagista, segundo o Iphan.  O Brasil recebeu perto de quatro milhões de escravos, durante mais de três séculos de duração do regime escravagista, segundo o Iphan. 
Tânia Andrade será premiada pela sua extensa colaboração em serviços relacionados à Arqueologia, História e ao Patrimônio Cultural da humanidade. 
Tânia Andrade será premiada pela sua extensa colaboração em serviços relacionados à Arqueologia, História e ao Patrimônio Cultural da humanidade.  Tânia Andrade será premiada pela sua extensa colaboração em serviços relacionados à Arqueologia, História e ao Patrimônio Cultural da humanidade. 
O que é o prêmio Hypatia Award? O prêmio foi criado para celebrar o trabalho de homens e mulheres que contribuem para o conhecimento científico em suas respectivas áreas de atuação. 
O que é o prêmio Hypatia Award? O prêmio foi criado para celebrar o trabalho de homens e mulheres que contribuem para o conhecimento científico em suas respectivas áreas de atuação.  O que é o prêmio Hypatia Award? O prêmio foi criado para celebrar o trabalho de homens e mulheres que contribuem para o conhecimento científico em suas respectivas áreas de atuação. 
Tânia considera o Cais do Valongo um marco na sua carreira. Ela explicou o motivo em entrevista ao jornal O Globo: “Era uma pesquisa arqueológica de natureza sociopolítica, pois sabíamos que, se esses remanescentes estivessem na região, isso seria de enorme importância para comunidade negra no Brasil”, disse. 
Tânia considera o Cais do Valongo um marco na sua carreira. Ela explicou o motivo em entrevista ao jornal O Globo: “Era uma pesquisa arqueológica de natureza sociopolítica, pois sabíamos que, se esses remanescentes estivessem na região, isso seria de e... Tânia considera o Cais do Valongo um marco na sua carreira. Ela explicou o motivo em entrevista ao jornal O Globo: “Era uma pesquisa arqueológica de natureza sociopolítica, pois sabíamos que, se esses remanescentes estivessem na região, isso seria de enorme importância para comunidade negra no Brasil”, disse. 
Andrade foi vice-presidente da SAB (Sociedade de Arqueologia Brasileira) entre 1997 e 1999 e presidente durante os anos 1999 e 2001. 
Andrade foi vice-presidente da SAB (Sociedade de Arqueologia Brasileira) entre 1997 e 1999 e presidente durante os anos 1999 e 2001.  Andrade foi vice-presidente da SAB (Sociedade de Arqueologia Brasileira) entre 1997 e 1999 e presidente durante os anos 1999 e 2001. 
Ela se graduou em 1979 em Arqueologia pelas Faculdades Integradas Estácio de Sá e, em 1980, especializou-se em Arqueologia pelo Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro. 
Ela se graduou em 1979 em Arqueologia pelas Faculdades Integradas Estácio de Sá e, em 1980, especializou-se em Arqueologia pelo Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro.  Ela se graduou em 1979 em Arqueologia pelas Faculdades Integradas Estácio de Sá e, em 1980, especializou-se em Arqueologia pelo Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro. 
É doutora em Arqueologia pela Universidade de São Paulo, além do pós-doutorado em História Social também pela USP.
É doutora em Arqueologia pela Universidade de São Paulo, além do pós-doutorado em História Social também pela USP. É doutora em Arqueologia pela Universidade de São Paulo, além do pós-doutorado em História Social também pela USP.
Atualmente, ela é professora aposentada do Departamento de Antropologia do Museu Nacional. 
Atualmente, ela é professora aposentada do Departamento de Antropologia do Museu Nacional.  Atualmente, ela é professora aposentada do Departamento de Antropologia do Museu Nacional. 
Tânia Andrade é apenas a segunda mulher brasileira a receber o prêmio Hypatia Award.
Tânia Andrade é apenas a segunda mulher brasileira a receber o prêmio Hypatia Award. Tânia Andrade é apenas a segunda mulher brasileira a receber o prêmio Hypatia Award.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.