Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Viva a Vida
Publicidade

“Cidade fantasma” na Namíbia pode desaparecer; entenda

Flipar

Flipar|Do R7

Um lugar que um dia foi próspero e hoje corre o risco de sumir do mapa. É que pode acontecer com a cidade de Kolmanskop, na Namíbia. Entenda essa história no Flipar!
Um lugar que um dia foi próspero e hoje corre o risco de sumir do mapa. É que pode acontecer com a cidade de Kolmanskop, na Namíbia. Entenda essa história no Flipar! Um lugar que um dia foi próspero e hoje corre o risco de sumir do mapa. É que pode acontecer com a cidade de Kolmanskop, na Namíbia. Entenda essa história no Flipar!
Antigamente, esse lugar no deserto de Namibe era próspero devido à mineração, mas com o tempo acabou se tornando uma “cidade fantasma”.
Antigamente, esse lugar no deserto de Namibe era próspero devido à mineração, mas com o tempo acabou se tornando uma “cidade fantasma”. Antigamente, esse lugar no deserto de Namibe era próspero devido à mineração, mas com o tempo acabou se tornando uma “cidade fantasma”.
O lugar está enfrentando uma ameaça séria de desaparecimento devido ao avanço das dunas e à influência humana.
O lugar está enfrentando uma ameaça séria de desaparecimento devido ao avanço das dunas e à influência humana. O lugar está enfrentando uma ameaça séria de desaparecimento devido ao avanço das dunas e à influência humana.
A cidade está soterrada pela areia, que invade todas as construções, mas já foi um centro movimentado, repleto de vida e ação.
A cidade está soterrada pela areia, que invade todas as construções, mas já foi um centro movimentado, repleto de vida e ação. A cidade está soterrada pela areia, que invade todas as construções, mas já foi um centro movimentado, repleto de vida e ação.
A cidade de Kolmanskop foi fundada no início do século 20, durante a época da colonização alemã na Namíbia.
A cidade de Kolmanskop foi fundada no início do século 20, durante a época da colonização alemã na Namíbia. A cidade de Kolmanskop foi fundada no início do século 20, durante a época da colonização alemã na Namíbia.
A razão para seu estabelecimento foi a mineração de diamantes na região que, em determinado momento, representou cerca de 11% da produção global desse tipo de pedra preciosa.
A razão para seu estabelecimento foi a mineração de diamantes na região que, em determinado momento, representou cerca de 11% da produção global desse tipo de pedra preciosa. A razão para seu estabelecimento foi a mineração de diamantes na região que, em determinado momento, representou cerca de 11% da produção global desse tipo de pedra preciosa.
A cidade foi projetada e construída no estilo arquitetônico alemão, com casas elegantes, edifícios públicos, e instalações que eram avançadas para a época.
A cidade foi projetada e construída no estilo arquitetônico alemão, com casas elegantes, edifícios públicos, e instalações que eram avançadas para a época. A cidade foi projetada e construída no estilo arquitetônico alemão, com casas elegantes, edifícios públicos, e instalações que eram avançadas para a época.
A cidade era bem equipada, com hospital, lugar para festas, usina elétrica, escola, boliche com quatro pistas, teatro, centro esportivo, cassino e fábrica de gelo.
A cidade era bem equipada, com hospital, lugar para festas, usina elétrica, escola, boliche com quatro pistas, teatro, centro esportivo, cassino e fábrica de gelo. A cidade era bem equipada, com hospital, lugar para festas, usina elétrica, escola, boliche com quatro pistas, teatro, centro esportivo, cassino e fábrica de gelo.
Em 1920, a população da cidade era composta por cerca de 300 alemães adultos, 40 crianças e 800 trabalhadores nativos.
Em 1920, a população da cidade era composta por cerca de 300 alemães adultos, 40 crianças e 800 trabalhadores nativos. Em 1920, a população da cidade era composta por cerca de 300 alemães adultos, 40 crianças e 800 trabalhadores nativos.
Kolmanskop chegou a abrigar a primeira clínica com aparelho de raios-X do Hemisfério Sul!
Kolmanskop chegou a abrigar a primeira clínica com aparelho de raios-X do Hemisfério Sul! Kolmanskop chegou a abrigar a primeira clínica com aparelho de raios-X do Hemisfério Sul!
Na década de 1930, as valiosas reservas se esgotaram e os habitantes, tanto os alemães quanto os locais que trabalhavam para eles, começaram a partir.
Na década de 1930, as valiosas reservas se esgotaram e os habitantes, tanto os alemães quanto os locais que trabalhavam para eles, começaram a partir. Na década de 1930, as valiosas reservas se esgotaram e os habitantes, tanto os alemães quanto os locais que trabalhavam para eles, começaram a partir.
Como não havia mais nada que os segurava mais lá, em meados de 1950 a região já estava completamente deserta.
Como não havia mais nada que os segurava mais lá, em meados de 1950 a região já estava completamente deserta. Como não havia mais nada que os segurava mais lá, em meados de 1950 a região já estava completamente deserta.
As dunas, sem ninguém para mantê-las afastadas, avançaram rapidamente e se apossaram das casas abandonadas.
As dunas, sem ninguém para mantê-las afastadas, avançaram rapidamente e se apossaram das casas abandonadas. As dunas, sem ninguém para mantê-las afastadas, avançaram rapidamente e se apossaram das casas abandonadas.
Em 2002, uma empresa obteve permissão para cuidar do local e promover o turismo da “cidade fantasma”.
Em 2002, uma empresa obteve permissão para cuidar do local e promover o turismo da “cidade fantasma”. Em 2002, uma empresa obteve permissão para cuidar do local e promover o turismo da “cidade fantasma”.
Segundo o
Segundo o Segundo o
Muitos turistas que visitam o local ficam fascinados com a sensação de estar em um cenário de filme pós-apocalíptico.
Muitos turistas que visitam o local ficam fascinados com a sensação de estar em um cenário de filme pós-apocalíptico. Muitos turistas que visitam o local ficam fascinados com a sensação de estar em um cenário de filme pós-apocalíptico.
E não é à toa, já que a cidade esquecida serviu de locação para algumas produções cinematográficas, incluindo o filme
E não é à toa, já que a cidade esquecida serviu de locação para algumas produções cinematográficas, incluindo o filme E não é à toa, já que a cidade esquecida serviu de locação para algumas produções cinematográficas, incluindo o filme
Em meio a tantas curiosidades, Kolmanskop já apareceu em listas dos lugares turísticos mais estranhos do planeta.
Em meio a tantas curiosidades, Kolmanskop já apareceu em listas dos lugares turísticos mais estranhos do planeta. Em meio a tantas curiosidades, Kolmanskop já apareceu em listas dos lugares turísticos mais estranhos do planeta.
Kolmanskop fica localizada na Namíbia, um país do sudoeste da África cuja capital é Windhoek.
Kolmanskop fica localizada na Namíbia, um país do sudoeste da África cuja capital é Windhoek. Kolmanskop fica localizada na Namíbia, um país do sudoeste da África cuja capital é Windhoek.
A Namíbia é um país com uma história rica e diversificada. Foi habitada por humanos há mais de 100.000 anos. O país foi colonizado pela Alemanha no final do século 19 e permaneceu sob domínio alemão até o final da Primeira Guerra Mundial.
A Namíbia é um país com uma história rica e diversificada. Foi habitada por humanos há mais de 100.000 anos. O país foi colonizado pela Alemanha no final do século 19 e permaneceu sob domínio alemão até o final da Primeira Guerra Mundial. A Namíbia é um país com uma história rica e diversificada. Foi habitada por humanos há mais de 100.000 anos. O país foi colonizado pela Alemanha no final do século 19 e permaneceu sob domínio alemão até o final da Primeira Guerra Mundial.
Após a guerra, a Namíbia foi administrada pela Liga das Nações, e depois pela África do Sul. O país só conquistou sua independência total em 1990.
Após a guerra, a Namíbia foi administrada pela Liga das Nações, e depois pela África do Sul. O país só conquistou sua independência total em 1990. Após a guerra, a Namíbia foi administrada pela Liga das Nações, e depois pela África do Sul. O país só conquistou sua independência total em 1990.
O turismo é uma indústria crescente na Namíbia, com o país atraindo visitantes de todo o mundo para suas paisagens naturais, sua rica história e sua cultura vibrante.
O turismo é uma indústria crescente na Namíbia, com o país atraindo visitantes de todo o mundo para suas paisagens naturais, sua rica história e sua cultura vibrante. O turismo é uma indústria crescente na Namíbia, com o país atraindo visitantes de todo o mundo para suas paisagens naturais, sua rica história e sua cultura vibrante.
Atualmente, a população da Namíbia é de cerca de 2,5 milhões de pessoas. A língua oficial é o inglês, mas também são falados vários idiomas locais.
Atualmente, a população da Namíbia é de cerca de 2,5 milhões de pessoas. A língua oficial é o inglês, mas também são falados vários idiomas locais. Atualmente, a população da Namíbia é de cerca de 2,5 milhões de pessoas. A língua oficial é o inglês, mas também são falados vários idiomas locais.
Além de Kolmanskop, outros pontos turísticos muito procurados na Namíbia são o Parque Nacional Etosha, Deadvlei e Skeleton Coast (foto).
Além de Kolmanskop, outros pontos turísticos muito procurados na Namíbia são o Parque Nacional Etosha, Deadvlei e Skeleton Coast (foto). Além de Kolmanskop, outros pontos turísticos muito procurados na Namíbia são o Parque Nacional Etosha, Deadvlei e Skeleton Coast (foto).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.