Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Conheça a origem dos casais de Mestre-sala e porta-bandeira do Carnaval

Flipar|

Dentre os nove quesitos avaliados nos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro e em São Paulo, um deles destaca-se pela beleza e graciosidade da dança. O casal de mestre-sala e porta-bandeira tem a responsabilidade de seguir uma tradição do mundo do samba e defender o pavilhão da agremiação que representa.
Dentre os nove quesitos avaliados nos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro e em São Paulo, um deles destaca-se pela beleza e graciosidade da dança. O casal de mestre-sala e porta-bandeira tem a responsabilidade de seguir uma tradição do mund... Dentre os nove quesitos avaliados nos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro e em São Paulo, um deles destaca-se pela beleza e graciosidade da dança. O casal de mestre-sala e porta-bandeira tem a responsabilidade de seguir uma tradição do mundo do samba e defender o pavilhão da agremiação que representa. (Flipar)
No Carnaval 2024, vencido pela Unidos do Viradouro, o casal Phelipe Lemos e Rafaela Theodoro, da Imperatriz Leopoldinense ganhou o Estandarte de Ouro como melhor mestre-sala e porta-bandeira. 
No Carnaval 2024, vencido pela Unidos do Viradouro, o casal Phelipe Lemos e Rafaela Theodoro, da Imperatriz Leopoldinense ganhou o Estandarte de Ouro como melhor mestre-sala e porta-bandeira.  No Carnaval 2024, vencido pela Unidos do Viradouro, o casal Phelipe Lemos e Rafaela Theodoro, da Imperatriz Leopoldinense ganhou o Estandarte de Ouro como melhor mestre-sala e porta-bandeira.  (Flipar)
As escolas de samba nasceram a partir do rancho carnavalesco. Em 1893, foi criado o
As escolas de samba nasceram a partir do rancho carnavalesco. Em 1893, foi criado o As escolas de samba nasceram a partir do rancho carnavalesco. Em 1893, foi criado o (Flipar)
Filho de escravos libertos, Hilário Jovino Ferreira nasceu na Bahia, no ano de 1855. Chegou ao Rio em 1872 e por lá contribuiu para levar o samba à então capital do país. Fundou o
Filho de escravos libertos, Hilário Jovino Ferreira nasceu na Bahia, no ano de 1855. Chegou ao Rio em 1872 e por lá contribuiu para levar o samba à então capital do país. Fundou o Filho de escravos libertos, Hilário Jovino Ferreira nasceu na Bahia, no ano de 1855. Chegou ao Rio em 1872 e por lá contribuiu para levar o samba à então capital do país. Fundou o (Flipar)
Nos anos seguintes, em 1929, o primeiro concurso de sambas, realizado na casa de Zé Espinguela, onde saiu vencedor o Conjunto Oswaldo Cruz, e do qual também participaram a Mangueira e a Deixa Falar.
Nos anos seguintes, em 1929, o primeiro concurso de sambas, realizado na casa de Zé Espinguela, onde saiu vencedor o Conjunto Oswaldo Cruz, e do qual também participaram a Mangueira e a Deixa Falar. Nos anos seguintes, em 1929, o primeiro concurso de sambas, realizado na casa de Zé Espinguela, onde saiu vencedor o Conjunto Oswaldo Cruz, e do qual também participaram a Mangueira e a Deixa Falar. (Flipar)
Entre 1930 e 1932, o periódico Mundo Sportivo, de propriedade do jornalista Mário Filho (irmão do dramaturgo Nelson Rodrigues), decidiu organizar o primeiro Desfile de Escolas de Samba, na Praça Onze. O jornal, inaugurado no ano anterior por Mário Filho, com o término do campeonato de futebol, estava sem assunto e perdia leitores. O jornalista Carlos Pimentel teve a ideia dos desfiles.
Entre 1930 e 1932, o periódico Mundo Sportivo, de propriedade do jornalista Mário Filho (irmão do dramaturgo Nelson Rodrigues), decidiu organizar o primeiro Desfile de Escolas de Samba, na Praça Onze. O jornal, inaugurado no ano anterior por Mário Filh... Entre 1930 e 1932, o periódico Mundo Sportivo, de propriedade do jornalista Mário Filho (irmão do dramaturgo Nelson Rodrigues), decidiu organizar o primeiro Desfile de Escolas de Samba, na Praça Onze. O jornal, inaugurado no ano anterior por Mário Filho, com o término do campeonato de futebol, estava sem assunto e perdia leitores. O jornalista Carlos Pimentel teve a ideia dos desfiles. (Flipar)
A tradição do casal de mestre-sala e porta-bandeira foi herdada dos antigos ranchos, que possuíam os famosos balizas e porta-estandartes, encarregados de defenderem o símbolo da associação. A dança dos balizas evoluiu para gingados e rodopios do casal que detém o pavilhão.
A tradição do casal de mestre-sala e porta-bandeira foi herdada dos antigos ranchos, que possuíam os famosos balizas e porta-estandartes, encarregados de defenderem o símbolo da associação. A dança dos balizas evoluiu para gingados e rodopios do casal ... A tradição do casal de mestre-sala e porta-bandeira foi herdada dos antigos ranchos, que possuíam os famosos balizas e porta-estandartes, encarregados de defenderem o símbolo da associação. A dança dos balizas evoluiu para gingados e rodopios do casal que detém o pavilhão. (Flipar)
De acordo com Ilclemar Nunes, em
De acordo com Ilclemar Nunes, em De acordo com Ilclemar Nunes, em (Flipar)
Por outro lado, outras pesquisas apontam que a origem se encontra no Brasil Colônia, nas festas populares ou no sepultamento de negros importantes. As tribos africanas eram identificadas por panos coloridos presos na ponta de paus, formando uma espécie de bandeira nessas ocasiões.
Por outro lado, outras pesquisas apontam que a origem se encontra no Brasil Colônia, nas festas populares ou no sepultamento de negros importantes. As tribos africanas eram identificadas por panos coloridos presos na ponta de paus, formando uma espécie... Por outro lado, outras pesquisas apontam que a origem se encontra no Brasil Colônia, nas festas populares ou no sepultamento de negros importantes. As tribos africanas eram identificadas por panos coloridos presos na ponta de paus, formando uma espécie de bandeira nessas ocasiões. (Flipar)
Nos ranchos, era comum os
Nos ranchos, era comum os Nos ranchos, era comum os (Flipar)
Por motivos de segurança, no início do século XX, homens eram responsáveis por carregar os estandartes dos ranchos, algo semelhante ao comportamento dos guardas militares. Isso faz com que muitos pesquisadores apontem um homem como o primeiro a exercer o cargo de porta-bandeira - Ubaldo, da Portela.
Por motivos de segurança, no início do século XX, homens eram responsáveis por carregar os estandartes dos ranchos, algo semelhante ao comportamento dos guardas militares. Isso faz com que muitos pesquisadores apontem um homem como o primeiro a exercer... Por motivos de segurança, no início do século XX, homens eram responsáveis por carregar os estandartes dos ranchos, algo semelhante ao comportamento dos guardas militares. Isso faz com que muitos pesquisadores apontem um homem como o primeiro a exercer o cargo de porta-bandeira - Ubaldo, da Portela. (Flipar)
O concurso de escolas de samba começou a despontar e com ele homens e mulheres passaram a ter seus locais definidos. De um lado o mestre-sala deveria cortejar com garbo elegância, enquanto do outro, a porta-bandeira deveria carregar o pavilhão com leveza e muita dança.
O concurso de escolas de samba começou a despontar e com ele homens e mulheres passaram a ter seus locais definidos. De um lado o mestre-sala deveria cortejar com garbo elegância, enquanto do outro, a porta-bandeira deveria carregar o pavilhão com leve... O concurso de escolas de samba começou a despontar e com ele homens e mulheres passaram a ter seus locais definidos. De um lado o mestre-sala deveria cortejar com garbo elegância, enquanto do outro, a porta-bandeira deveria carregar o pavilhão com leveza e muita dança. (Flipar)
O julgamento de mestre-sala e porta-bandeira começou a fazer parte do regulamento a partir de 1938, quando era levada em consideração apenas a fantasia. A dança, porém, começou a ser julgada somente em 1958. Atualmente, é um quesito importante para a conquista do tão sonhado campeonato.
O julgamento de mestre-sala e porta-bandeira começou a fazer parte do regulamento a partir de 1938, quando era levada em consideração apenas a fantasia. A dança, porém, começou a ser julgada somente em 1958. Atualmente, é um quesito importante para a c... O julgamento de mestre-sala e porta-bandeira começou a fazer parte do regulamento a partir de 1938, quando era levada em consideração apenas a fantasia. A dança, porém, começou a ser julgada somente em 1958. Atualmente, é um quesito importante para a conquista do tão sonhado campeonato. (Flipar)
A vestimenta é composta por perucas, tiaras, coroas, luvas, saia longa e de larga volta. As roupas possuem faisões, strasses, plumas, miçangas, acetato, canutilhos, paetês, vime, espuma, luzes de LED, entre outros tipos de materiais.
A vestimenta é composta por perucas, tiaras, coroas, luvas, saia longa e de larga volta. As roupas possuem faisões, strasses, plumas, miçangas, acetato, canutilhos, paetês, vime, espuma, luzes de LED, entre outros tipos de materiais. A vestimenta é composta por perucas, tiaras, coroas, luvas, saia longa e de larga volta. As roupas possuem faisões, strasses, plumas, miçangas, acetato, canutilhos, paetês, vime, espuma, luzes de LED, entre outros tipos de materiais. (Flipar)
Anteriormente, era comum a referência à vestimenta da corte do século XIX, mas, hoje em dia, o enredo da escola passou a influenciar a construção do que se veste. Dessa forma, a fantasia do casal ganhou novas possibilidades de adereços, formatos e recursos materiais.
Anteriormente, era comum a referência à vestimenta da corte do século XIX, mas, hoje em dia, o enredo da escola passou a influenciar a construção do que se veste. Dessa forma, a fantasia do casal ganhou novas possibilidades de adereços, formatos e recu... Anteriormente, era comum a referência à vestimenta da corte do século XIX, mas, hoje em dia, o enredo da escola passou a influenciar a construção do que se veste. Dessa forma, a fantasia do casal ganhou novas possibilidades de adereços, formatos e recursos materiais. (Flipar)
Com o passar dos anos, portanto, o casal passou a utilizar fantasias com ligação direta ao enredo. Eles fazem parte da história que está sendo contada e os materiais variam de acordo com os temas de cada escola, assim como as cores. Um exemplo é a Viradouro, campeã de 2024, que falou sobre o culto ao Vodum Serpente e trouxe a roupa do casal nas cores do animal retratado. 
Com o passar dos anos, portanto, o casal passou a utilizar fantasias com ligação direta ao enredo. Eles fazem parte da história que está sendo contada e os materiais variam de acordo com os temas de cada escola, assim como as cores. Um exemplo é a Vira... Com o passar dos anos, portanto, o casal passou a utilizar fantasias com ligação direta ao enredo. Eles fazem parte da história que está sendo contada e os materiais variam de acordo com os temas de cada escola, assim como as cores. Um exemplo é a Viradouro, campeã de 2024, que falou sobre o culto ao Vodum Serpente e trouxe a roupa do casal nas cores do animal retratado.  (Flipar)
O casal tem uma série de passos que podem ser utilizados e muitos têm focado também em coreografias, mas sem deixar o bailado tradicional de lado. Alguns deles são o maneio, meia-volta, giro completo, torneado, mensura, aviãozinho, cruzado, voleio, corrupio, patinete e abano, balanço, pega de mão, meio-sapateado e apresentação da bandeira.
O casal tem uma série de passos que podem ser utilizados e muitos têm focado também em coreografias, mas sem deixar o bailado tradicional de lado. Alguns deles são o maneio, meia-volta, giro completo, torneado, mensura, aviãozinho, cruzado, voleio, cor... O casal tem uma série de passos que podem ser utilizados e muitos têm focado também em coreografias, mas sem deixar o bailado tradicional de lado. Alguns deles são o maneio, meia-volta, giro completo, torneado, mensura, aviãozinho, cruzado, voleio, corrupio, patinete e abano, balanço, pega de mão, meio-sapateado e apresentação da bandeira. (Flipar)
O mestre-sala possui a função de cortejar a porta-bandeira, além de mostrar e proteger, com orgulho, a bandeira de sua escola de samba. A porta-bandeira, por sua vez, tem a função de carregar e exibir a bandeira da escola, conduzindo-a com gestos leves, graciosos e de reverência.
O mestre-sala possui a função de cortejar a porta-bandeira, além de mostrar e proteger, com orgulho, a bandeira de sua escola de samba. A porta-bandeira, por sua vez, tem a função de carregar e exibir a bandeira da escola, conduzindo-a com gestos leves... O mestre-sala possui a função de cortejar a porta-bandeira, além de mostrar e proteger, com orgulho, a bandeira de sua escola de samba. A porta-bandeira, por sua vez, tem a função de carregar e exibir a bandeira da escola, conduzindo-a com gestos leves, graciosos e de reverência. (Flipar)
O quesito referente ao casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira é avaliado quanto à adequação da roupa para a dança. Além disso, os jurados procuram identificar beleza e bom gosto. A fantasia deve estar de acordo com o enredo é adequada para que o casal possa fazer sua dança com fluidez e leveza.
O quesito referente ao casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira é avaliado quanto à adequação da roupa para a dança. Além disso, os jurados procuram identificar beleza e bom gosto. A fantasia deve estar de acordo com o enredo é adequada para que o casal p... O quesito referente ao casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira é avaliado quanto à adequação da roupa para a dança. Além disso, os jurados procuram identificar beleza e bom gosto. A fantasia deve estar de acordo com o enredo é adequada para que o casal possa fazer sua dança com fluidez e leveza. (Flipar)
Os jurados devem observar o bailado, que deve ser no ritmo do samba, com graça, leveza e harmonia entre o casal. Muitos deles estão arriscando algumas coreografias referentes ao enredo, mas sem perder a concepção do quesito, de guardar e apresentar o pavilhão da escola.
Os jurados devem observar o bailado, que deve ser no ritmo do samba, com graça, leveza e harmonia entre o casal. Muitos deles estão arriscando algumas coreografias referentes ao enredo, mas sem perder a concepção do quesito, de guardar e apresentar o p... Os jurados devem observar o bailado, que deve ser no ritmo do samba, com graça, leveza e harmonia entre o casal. Muitos deles estão arriscando algumas coreografias referentes ao enredo, mas sem perder a concepção do quesito, de guardar e apresentar o pavilhão da escola. (Flipar)
Erros na dança, assim como deixar enrolar a bandeira no giro podem tirar décimos importantes. O casal jamais pode ficar de costas um para o outro ou errar a pegada na bandeira. Um dos erros mais grosseiros de uma porta-bandeira é tocar com o pavilhão no chão da pista, visto que sua função também é protegê-lo e apresentá-lo ao público.
Erros na dança, assim como deixar enrolar a bandeira no giro podem tirar décimos importantes. O casal jamais pode ficar de costas um para o outro ou errar a pegada na bandeira. Um dos erros mais grosseiros de uma porta-bandeira é tocar com o pavilhão n... Erros na dança, assim como deixar enrolar a bandeira no giro podem tirar décimos importantes. O casal jamais pode ficar de costas um para o outro ou errar a pegada na bandeira. Um dos erros mais grosseiros de uma porta-bandeira é tocar com o pavilhão no chão da pista, visto que sua função também é protegê-lo e apresentá-lo ao público. (Flipar)
A função de mestre sala e porta-bandeira têm a dança inspirada no minueto, de origem francesa. Ainda no período de escravidão, os negros espiavam as danças e replicavam os passos no ritmo do batuque africano. A dança de proteção surgiu, portanto, com a criatividade dos negros, assim como o samba que se conhece hoje.
A função de mestre sala e porta-bandeira têm a dança inspirada no minueto, de origem francesa. Ainda no período de escravidão, os negros espiavam as danças e replicavam os passos no ritmo do batuque africano. A dança de proteção surgiu, portanto, com a... A função de mestre sala e porta-bandeira têm a dança inspirada no minueto, de origem francesa. Ainda no período de escravidão, os negros espiavam as danças e replicavam os passos no ritmo do batuque africano. A dança de proteção surgiu, portanto, com a criatividade dos negros, assim como o samba que se conhece hoje. (Flipar)
Na dança, o mestre sala atua como o guardião do pavilhão, Ele sempre gira em torno do seu próprio eixo no sentido horário e anti-horário, sempre no sentido contrário ao que gira a porta bandeira. Tudo como uma engrenagem, com muito sincronismo e leveza.
Na dança, o mestre sala atua como o guardião do pavilhão, Ele sempre gira em torno do seu próprio eixo no sentido horário e anti-horário, sempre no sentido contrário ao que gira a porta bandeira. Tudo como uma engrenagem, com muito sincronismo e leveza. Na dança, o mestre sala atua como o guardião do pavilhão, Ele sempre gira em torno do seu próprio eixo no sentido horário e anti-horário, sempre no sentido contrário ao que gira a porta bandeira. Tudo como uma engrenagem, com muito sincronismo e leveza. (Flipar)
A porta-bandeira carrega consigo toda a ancestralidade da formação negra do samba e quando gira emana o axé de seu pavilhão. Ela conduz e apresenta o pavilhão, que deve estar sempre aberto no momento do giro. Também tem status e postura de rainha dentro de uma escola de samba, com gestos elegantes, suaves e leves.
A porta-bandeira carrega consigo toda a ancestralidade da formação negra do samba e quando gira emana o axé de seu pavilhão. Ela conduz e apresenta o pavilhão, que deve estar sempre aberto no momento do giro. Também tem status e postura de rainha dentr... A porta-bandeira carrega consigo toda a ancestralidade da formação negra do samba e quando gira emana o axé de seu pavilhão. Ela conduz e apresenta o pavilhão, que deve estar sempre aberto no momento do giro. Também tem status e postura de rainha dentro de uma escola de samba, com gestos elegantes, suaves e leves. (Flipar)
Meneio seria a forma de conduzir com elegância a porta- bandeira, enquanto mesuras é quando o mestre sala faz uma menção de reverência para a porta bandeira. Além disso, torneados é quando o mestre sala gira em torno do próprio pé e meia volta quando gira a 180 graus ao redor da porta-bandeira.
Meneio seria a forma de conduzir com elegância a porta- bandeira, enquanto mesuras é quando o mestre sala faz uma menção de reverência para a porta bandeira. Além disso, torneados é quando o mestre sala gira em torno do próprio pé e meia volta quando g... Meneio seria a forma de conduzir com elegância a porta- bandeira, enquanto mesuras é quando o mestre sala faz uma menção de reverência para a porta bandeira. Além disso, torneados é quando o mestre sala gira em torno do próprio pé e meia volta quando gira a 180 graus ao redor da porta-bandeira. (Flipar)
Em média as escolas de samba têm três ou quatro casais de mestre sala e porta bandeira. Porém apenas o primeiro é julgado, por ostentar o pavilhão oficial da escola. No Rio de Janeiro, eles se apresentam para três cabines (a primeira é dupla) em diferentes setores da Sapucaí.
Em média as escolas de samba têm três ou quatro casais de mestre sala e porta bandeira. Porém apenas o primeiro é julgado, por ostentar o pavilhão oficial da escola. No Rio de Janeiro, eles se apresentam para três cabines (a primeira é dupla) em difere... Em média as escolas de samba têm três ou quatro casais de mestre sala e porta bandeira. Porém apenas o primeiro é julgado, por ostentar o pavilhão oficial da escola. No Rio de Janeiro, eles se apresentam para três cabines (a primeira é dupla) em diferentes setores da Sapucaí. (Flipar)
O pavilhão é o principal ícone de uma escola de samba, contêm o símbolo e nome da escola, as cores oficiais da agremiação e a data de sua fundação, tem um mastro em sua lateral e uma medida de 1m20 por 90 cm.
O pavilhão é o principal ícone de uma escola de samba, contêm o símbolo e nome da escola, as cores oficiais da agremiação e a data de sua fundação, tem um mastro em sua lateral e uma medida de 1m20 por 90 cm. O pavilhão é o principal ícone de uma escola de samba, contêm o símbolo e nome da escola, as cores oficiais da agremiação e a data de sua fundação, tem um mastro em sua lateral e uma medida de 1m20 por 90 cm. (Flipar)
Muitas escolas possuem projetos voltados à formação de novos mestre-salas e porta-bandeiras. Além disso, tem as agremiações mirins, que são recheadas de crianças e adolescentes que aprendem determinado segmento e representam o futuro das escolas de samba, que jamais irão morrer e sempre levarão cultura e projetos sociais à suas comunidades.
Muitas escolas possuem projetos voltados à formação de novos mestre-salas e porta-bandeiras. Além disso, tem as agremiações mirins, que são recheadas de crianças e adolescentes que aprendem determinado segmento e representam o futuro das escolas de sam... Muitas escolas possuem projetos voltados à formação de novos mestre-salas e porta-bandeiras. Além disso, tem as agremiações mirins, que são recheadas de crianças e adolescentes que aprendem determinado segmento e representam o futuro das escolas de samba, que jamais irão morrer e sempre levarão cultura e projetos sociais à suas comunidades. (Flipar)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.