Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Viva a Vida
Publicidade

Dez anos sem Chorão! Relembre a vida e a carreira do cantor

Flipar

Flipar|Do R7

Nesta semana, o Brasil lamentou os dez anos da morte do cantor Chorão. O artista foi o vocalista da banda Charlie Brown, que marcou gerações e até hoje é muito escutado e exaltado. Relembre a vida e a carreira dele, além da trajetória do grupo.
Nesta semana, o Brasil lamentou os dez anos da morte do cantor Chorão. O artista foi o vocalista da banda Charlie Brown, que marcou gerações e até hoje é muito escutado e exaltado. Relembre a vida e a carreira dele, além da trajetória do grupo. Nesta semana, o Brasil lamentou os dez anos da morte do cantor Chorão. O artista foi o vocalista da banda Charlie Brown, que marcou gerações e até hoje é muito escutado e exaltado. Relembre a vida e a carreira dele, além da trajetória do grupo.
Alexandre Magno Abrão nasceu em São Paulo, em 9 de abril de 1970. Ele cresceu em uma família que não tinha muito dinheiro. Além disso, seus pais se separaram aos 11. Três anos mais tarde, sua mãe, Nilda, teve um derrame e quase faleceu.
Alexandre Magno Abrão nasceu em São Paulo, em 9 de abril de 1970. Ele cresceu em uma família que não tinha muito dinheiro. Além disso, seus pais se separaram aos 11. Três anos mais tarde, sua mãe, Nilda, teve um derrame e quase faleceu. Alexandre Magno Abrão nasceu em São Paulo, em 9 de abril de 1970. Ele cresceu em uma família que não tinha muito dinheiro. Além disso, seus pais se separaram aos 11. Três anos mais tarde, sua mãe, Nilda, teve um derrame e quase faleceu.
Chorão sempre teve dificuldades em tirar nota boa e estudou apenas até a sétima série. No colégio, andava com outros alunos
Chorão sempre teve dificuldades em tirar nota boa e estudou apenas até a sétima série. No colégio, andava com outros alunos Chorão sempre teve dificuldades em tirar nota boa e estudou apenas até a sétima série. No colégio, andava com outros alunos
Seu pai, Geraldo, foi um pequeno empresário. Já a sua mãe trabalhava com faxina e cozinha. Chorão brigava com facilidade, passava muito tempo na rua e teve alguns problemas com a Polícia.
Seu pai, Geraldo, foi um pequeno empresário. Já a sua mãe trabalhava com faxina e cozinha. Chorão brigava com facilidade, passava muito tempo na rua e teve alguns problemas com a Polícia. Seu pai, Geraldo, foi um pequeno empresário. Já a sua mãe trabalhava com faxina e cozinha. Chorão brigava com facilidade, passava muito tempo na rua e teve alguns problemas com a Polícia.
Assim, ele logo foi apresentado ao skate, que se tornou outra grande paixão, e às drogas. Ele começou a andar de skate nos anos 1980, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. Naquela época, recebeu o apelido de Chorão porque fazia cara de choro quando errava manobras.
Assim, ele logo foi apresentado ao skate, que se tornou outra grande paixão, e às drogas. Ele começou a andar de skate nos anos 1980, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. Naquela época, recebeu o apelido de Chorão porque fazia cara de choro quando er... Assim, ele logo foi apresentado ao skate, que se tornou outra grande paixão, e às drogas. Ele começou a andar de skate nos anos 1980, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. Naquela época, recebeu o apelido de Chorão porque fazia cara de choro quando errava manobras.
Apesar de não ser um bom aluno, Chorão destacava-se no esporte. Seus amigos lhe deram o primeiro skate e, mesmo com um tênis não específico para a prática, mandava bem. O artista, aliás, chegou a ser vice-campeão paulista de skate freestyle.
Apesar de não ser um bom aluno, Chorão destacava-se no esporte. Seus amigos lhe deram o primeiro skate e, mesmo com um tênis não específico para a prática, mandava bem. O artista, aliás, chegou a ser vice-campeão paulista de skate freestyle. Apesar de não ser um bom aluno, Chorão destacava-se no esporte. Seus amigos lhe deram o primeiro skate e, mesmo com um tênis não específico para a prática, mandava bem. O artista, aliás, chegou a ser vice-campeão paulista de skate freestyle.
Chorão criou uma pista indoor skate em Santos (SP), em 2004. O local o homenageia, leva o nome de Chorão Skate Park e já recebeu eventos nacionais e internacionais. O cantor também retratou a sua paixão pelo esporte em algumas músicas como “Zóio de Lula”, em que skatistas aparecem no clipe, e “Di-SK8 Eu Vou”.
Chorão criou uma pista indoor skate em Santos (SP), em 2004. O local o homenageia, leva o nome de Chorão Skate Park e já recebeu eventos nacionais e internacionais. O cantor também retratou a sua paixão pelo esporte em algumas músicas como “Zóio de Lul... Chorão criou uma pista indoor skate em Santos (SP), em 2004. O local o homenageia, leva o nome de Chorão Skate Park e já recebeu eventos nacionais e internacionais. O cantor também retratou a sua paixão pelo esporte em algumas músicas como “Zóio de Lula”, em que skatistas aparecem no clipe, e “Di-SK8 Eu Vou”.
Ainda jovem, Chorão mudou-se para Santos. No início, queria uma vida sem muitas responsabilidades, mas sonhava em ter uma banda de rock para tocar em rodas de skate. Começou a trabalhar, mas não conseguiu ir longe em nenhum emprego. Foi demitido pelo próprio pai de uma corretora de imóveis.
Ainda jovem, Chorão mudou-se para Santos. No início, queria uma vida sem muitas responsabilidades, mas sonhava em ter uma banda de rock para tocar em rodas de skate. Começou a trabalhar, mas não conseguiu ir longe em nenhum emprego. Foi demitido pelo p... Ainda jovem, Chorão mudou-se para Santos. No início, queria uma vida sem muitas responsabilidades, mas sonhava em ter uma banda de rock para tocar em rodas de skate. Começou a trabalhar, mas não conseguiu ir longe em nenhum emprego. Foi demitido pelo próprio pai de uma corretora de imóveis.
Chorão morava de aluguel, mas era comum não pagar e ser despejado. Sua vida começou a mudar aos 21 anos. Bêbado e triste por ter terminado um namoro, foi ao bar Creperie assistir a um show de uma banda chamada Matrix. Em dado momento, o vocalista saiu para ir ao banheiro.
Chorão morava de aluguel, mas era comum não pagar e ser despejado. Sua vida começou a mudar aos 21 anos. Bêbado e triste por ter terminado um namoro, foi ao bar Creperie assistir a um show de uma banda chamada Matrix. Em dado momento, o vocalista saiu ... Chorão morava de aluguel, mas era comum não pagar e ser despejado. Sua vida começou a mudar aos 21 anos. Bêbado e triste por ter terminado um namoro, foi ao bar Creperie assistir a um show de uma banda chamada Matrix. Em dado momento, o vocalista saiu para ir ao banheiro.
Chorão então subiu no palco e falou algo como
Chorão então subiu no palco e falou algo como Chorão então subiu no palco e falou algo como
Ele foi convidado por outro cliente do bar a fazer um teste para ser vocalista da banda
Ele foi convidado por outro cliente do bar a fazer um teste para ser vocalista da banda Ele foi convidado por outro cliente do bar a fazer um teste para ser vocalista da banda
Juntos, eles convidaram outros três amigos e fundaram a Charlie Brown Jr, em 1992: Marcão Britto (guitarra), Thiago Castanho (guitarra) e Renato Pelado (bateria). Exceto Chorão, todos são de Santos. Inicialmente, a banda se apresentava na região e na capital, mas logo explodiu nacionalmente.
Juntos, eles convidaram outros três amigos e fundaram a Charlie Brown Jr, em 1992: Marcão Britto (guitarra), Thiago Castanho (guitarra) e Renato Pelado (bateria). Exceto Chorão, todos são de Santos. Inicialmente, a banda se apresentava na região e na c... Juntos, eles convidaram outros três amigos e fundaram a Charlie Brown Jr, em 1992: Marcão Britto (guitarra), Thiago Castanho (guitarra) e Renato Pelado (bateria). Exceto Chorão, todos são de Santos. Inicialmente, a banda se apresentava na região e na capital, mas logo explodiu nacionalmente.
O nome surgiu ao acaso. Certo dia, Chorão bateu o carro em uma barraca de coco chamada Charlie Brown. Já o
O nome surgiu ao acaso. Certo dia, Chorão bateu o carro em uma barraca de coco chamada Charlie Brown. Já o O nome surgiu ao acaso. Certo dia, Chorão bateu o carro em uma barraca de coco chamada Charlie Brown. Já o
O Charlie Brown Jr existiu até 2013. Também naquele ano, Champignon se matou, sendo mais um baque para o grupo. O apelido dele foi dado pelo próprio que o achava parecido com o cogumelo champignon.
O Charlie Brown Jr existiu até 2013. Também naquele ano, Champignon se matou, sendo mais um baque para o grupo. O apelido dele foi dado pelo próprio que o achava parecido com o cogumelo champignon. O Charlie Brown Jr existiu até 2013. Também naquele ano, Champignon se matou, sendo mais um baque para o grupo. O apelido dele foi dado pelo próprio que o achava parecido com o cogumelo champignon.
O CBJr, como também era chamada a banda, lançou dez álbuns de estúdio lançados, sendo três ao vivo e sete DVDs. O último foi o
O CBJr, como também era chamada a banda, lançou dez álbuns de estúdio lançados, sendo três ao vivo e sete DVDs. O último foi o O CBJr, como também era chamada a banda, lançou dez álbuns de estúdio lançados, sendo três ao vivo e sete DVDs. O último foi o
Foram mais de 5 milhões de discos vendidos, em uma época que o streaming apenas engatinhava.
Foram mais de 5 milhões de discos vendidos, em uma época que o streaming apenas engatinhava. Foram mais de 5 milhões de discos vendidos, em uma época que o streaming apenas engatinhava.
Ao logo de toda a existência da banda, apenas Chorão não deixou a banda em nenhum momento. O citado Champignon, por exemplo, teve duas passagens: de 1992 a 2005 e depois de 2011 a 2013.
Ao logo de toda a existência da banda, apenas Chorão não deixou a banda em nenhum momento. O citado Champignon, por exemplo, teve duas passagens: de 1992 a 2005 e depois de 2011 a 2013. Ao logo de toda a existência da banda, apenas Chorão não deixou a banda em nenhum momento. O citado Champignon, por exemplo, teve duas passagens: de 1992 a 2005 e depois de 2011 a 2013.
Além de Chorão, Champignon, Marcão Britto, Thiago Castanho e Renato Pelado, a banda teve Heitor Gomes (baixo), Pinguim (bateria e beatbox) e Bruno Graveto (baixo e bateria).
Além de Chorão, Champignon, Marcão Britto, Thiago Castanho e Renato Pelado, a banda teve Heitor Gomes (baixo), Pinguim (bateria e beatbox) e Bruno Graveto (baixo e bateria). Além de Chorão, Champignon, Marcão Britto, Thiago Castanho e Renato Pelado, a banda teve Heitor Gomes (baixo), Pinguim (bateria e beatbox) e Bruno Graveto (baixo e bateria).
Chorão foi encontrado morto na madrugada do dia 6 de março de 2013, em seu apartamento, no bairro de Pinheiros, em São Paulo. Quem o encontrou foi o motorista dele, Kleber Atalla (foto), o
Chorão foi encontrado morto na madrugada do dia 6 de março de 2013, em seu apartamento, no bairro de Pinheiros, em São Paulo. Quem o encontrou foi o motorista dele, Kleber Atalla (foto), o Chorão foi encontrado morto na madrugada do dia 6 de março de 2013, em seu apartamento, no bairro de Pinheiros, em São Paulo. Quem o encontrou foi o motorista dele, Kleber Atalla (foto), o
A casa do cantor estava toda bagunçada, cheia de garrafas vazias de bebidas, cápsulas de remédios e muito sangue. Ele estava desaparecido desde o dia 04 de março. Assim, as autoridades não descartam que ele tinha morrido um ou dois dias antes.
A casa do cantor estava toda bagunçada, cheia de garrafas vazias de bebidas, cápsulas de remédios e muito sangue. Ele estava desaparecido desde o dia 04 de março. Assim, as autoridades não descartam que ele tinha morrido um ou dois dias antes. A casa do cantor estava toda bagunçada, cheia de garrafas vazias de bebidas, cápsulas de remédios e muito sangue. Ele estava desaparecido desde o dia 04 de março. Assim, as autoridades não descartam que ele tinha morrido um ou dois dias antes.
No IML, foi constatado que o cantor morreu com overdose de cocaína, mas que também usou outras drogas. O assunto repercutiu tanto que, mesmo sendo comentado apenas no Brasil, entrou na lista dos mais falados no trending topics mundiais do Twitter.
No IML, foi constatado que o cantor morreu com overdose de cocaína, mas que também usou outras drogas. O assunto repercutiu tanto que, mesmo sendo comentado apenas no Brasil, entrou na lista dos mais falados no trending topics mundiais do Twitter. No IML, foi constatado que o cantor morreu com overdose de cocaína, mas que também usou outras drogas. O assunto repercutiu tanto que, mesmo sendo comentado apenas no Brasil, entrou na lista dos mais falados no trending topics mundiais do Twitter.
Pessoas próximas ao cantor dizem que ele sofria de depressão após se separar de sua segunda mulher, a estilista Graziela Gonçalves, com quem estava junto desde 2003. No final de 2012, ele admitiu que ainda gostava dela e que a música
Pessoas próximas ao cantor dizem que ele sofria de depressão após se separar de sua segunda mulher, a estilista Graziela Gonçalves, com quem estava junto desde 2003. No final de 2012, ele admitiu que ainda gostava dela e que a música Pessoas próximas ao cantor dizem que ele sofria de depressão após se separar de sua segunda mulher, a estilista Graziela Gonçalves, com quem estava junto desde 2003. No final de 2012, ele admitiu que ainda gostava dela e que a música
A separação foi em 2012. Chorão teve um filho: Alexander, nascido em 1989, fruto de sua união com Thais Lima. Chorão era primo da apresentadora Sonia Abrão.
A separação foi em 2012. Chorão teve um filho: Alexander, nascido em 1989, fruto de sua união com Thais Lima. Chorão era primo da apresentadora Sonia Abrão. A separação foi em 2012. Chorão teve um filho: Alexander, nascido em 1989, fruto de sua união com Thais Lima. Chorão era primo da apresentadora Sonia Abrão.
Outra grande paixão dele foi o Santos Futebol Clube. Ele viu o clube conquistar dois Campeonatos Brasileiros, uma Copa do Brasil, uma Libertadores, além de sete Campeonatos Paulistas
Outra grande paixão dele foi o Santos Futebol Clube. Ele viu o clube conquistar dois Campeonatos Brasileiros, uma Copa do Brasil, uma Libertadores, além de sete Campeonatos Paulistas Outra grande paixão dele foi o Santos Futebol Clube. Ele viu o clube conquistar dois Campeonatos Brasileiros, uma Copa do Brasil, uma Libertadores, além de sete Campeonatos Paulistas

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.