Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Médicos são executados em quiosque na orla do Rio de Janeiro

Flipar|

Três médicos foram assassinados a tiros em um quiosque na orla da Barra da Tijuca, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro.
Três médicos foram assassinados a tiros em um quiosque na orla da Barra da Tijuca, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Três médicos foram assassinados a tiros em um quiosque na orla da Barra da Tijuca, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro.
O crime aconteceu na madrugada desta quinta-feira (05/10). Câmeras de segurança flagraram toda a ação dos bandidos.
O crime aconteceu na madrugada desta quinta-feira (05/10). Câmeras de segurança flagraram toda a ação dos bandidos. O crime aconteceu na madrugada desta quinta-feira (05/10). Câmeras de segurança flagraram toda a ação dos bandidos.
As imagens mostram três homens de preto descendo de um carro na Avenida Lúcio Costa e executando os médicos com pelo menos 20 disparos.
As imagens mostram três homens de preto descendo de um carro na Avenida Lúcio Costa e executando os médicos com pelo menos 20 disparos. As imagens mostram três homens de preto descendo de um carro na Avenida Lúcio Costa e executando os médicos com pelo menos 20 disparos.
Um quarto médico também foi atingido e levado para um hospital próximo.
Um quarto médico também foi atingido e levado para um hospital próximo. Um quarto médico também foi atingido e levado para um hospital próximo.
Pelas imagens das câmeras, dá para ver que o crime foi cometido à 0h59.
Pelas imagens das câmeras, dá para ver que o crime foi cometido à 0h59. Pelas imagens das câmeras, dá para ver que o crime foi cometido à 0h59.
Outros clientes que estavam no estabelecimento no momento do atentado fugiram assustados. Toda a ação durou menos de um minuto.
Outros clientes que estavam no estabelecimento no momento do atentado fugiram assustados. Toda a ação durou menos de um minuto. Outros clientes que estavam no estabelecimento no momento do atentado fugiram assustados. Toda a ação durou menos de um minuto.
Pouco antes do incidente, os médicos tinham postado uma selfie no local.
Pouco antes do incidente, os médicos tinham postado uma selfie no local. Pouco antes do incidente, os médicos tinham postado uma selfie no local.
Um dos médicos morto no ataque foi o ortopedista Diego Ralf Bomfim, de 35 anos de idade, irmão da deputada federal Sâmia Bomfim, representante do PSOL-SP.
Um dos médicos morto no ataque foi o ortopedista Diego Ralf Bomfim, de 35 anos de idade, irmão da deputada federal Sâmia Bomfim, representante do PSOL-SP. Um dos médicos morto no ataque foi o ortopedista Diego Ralf Bomfim, de 35 anos de idade, irmão da deputada federal Sâmia Bomfim, representante do PSOL-SP.
Além disso, Diego era cunhado do deputado Glauber Braga, também do PSOL.
Além disso, Diego era cunhado do deputado Glauber Braga, também do PSOL. Além disso, Diego era cunhado do deputado Glauber Braga, também do PSOL.
Ele ainda foi levado para o Hospital Lourenço Jorge, mas acabou não resistindo.
Ele ainda foi levado para o Hospital Lourenço Jorge, mas acabou não resistindo. Ele ainda foi levado para o Hospital Lourenço Jorge, mas acabou não resistindo.
Diego era graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina Dr. Domingos Leonardo Cerávolo, da Universidade do Oeste Paulista.
Diego era graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina Dr. Domingos Leonardo Cerávolo, da Universidade do Oeste Paulista. Diego era graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina Dr. Domingos Leonardo Cerávolo, da Universidade do Oeste Paulista.
Ele era especialista em Ortopedia e Traumatologia, em cirurgia do pé e tornozelo e em reconstrução óssea.
Ele era especialista em Ortopedia e Traumatologia, em cirurgia do pé e tornozelo e em reconstrução óssea. Ele era especialista em Ortopedia e Traumatologia, em cirurgia do pé e tornozelo e em reconstrução óssea.
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, decidiu que a Polícia Federal irá auxiliar nas investigações do caso, devido à proximidade da vítima com dois parlamentares federais.
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, decidiu que a Polícia Federal irá auxiliar nas investigações do caso, devido à proximidade da vítima com dois parlamentares federais. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, decidiu que a Polícia Federal irá auxiliar nas investigações do caso, devido à proximidade da vítima com dois parlamentares federais.
Dino expressou sua solidariedade à Sâmia, Glauber e seus familiares, e informou que já conversou com o governador Cláudio Castro sobre o incidente.
Dino expressou sua solidariedade à Sâmia, Glauber e seus familiares, e informou que já conversou com o governador Cláudio Castro sobre o incidente. Dino expressou sua solidariedade à Sâmia, Glauber e seus familiares, e informou que já conversou com o governador Cláudio Castro sobre o incidente.
Os médicos vieram de São Paulo e estavam estavam hospedados no Hotel Windsor, na Avenida Lúcio Costa.
Os médicos vieram de São Paulo e estavam estavam hospedados no Hotel Windsor, na Avenida Lúcio Costa. Os médicos vieram de São Paulo e estavam estavam hospedados no Hotel Windsor, na Avenida Lúcio Costa.
Eles participariam do 6º Congresso Internacional de Cirurgia Minimamente Invasiva do Pé e Tornozelo, que começa nesta quinta-feira (05/10).
Eles participariam do 6º Congresso Internacional de Cirurgia Minimamente Invasiva do Pé e Tornozelo, que começa nesta quinta-feira (05/10). Eles participariam do 6º Congresso Internacional de Cirurgia Minimamente Invasiva do Pé e Tornozelo, que começa nesta quinta-feira (05/10).
Policiais do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes) efetuaram buscas, mas ninguém foi preso.
Policiais do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes) efetuaram buscas, mas ninguém foi preso. Policiais do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes) efetuaram buscas, mas ninguém foi preso.
A Polícia Civil do Rio de Janeiro suspeita que tenha sido um assassinato planejado, pois nada foi roubado e, segundo testemunhas, os bandidos não disseram uma palavra sequer.
A Polícia Civil do Rio de Janeiro suspeita que tenha sido um assassinato planejado, pois nada foi roubado e, segundo testemunhas, os bandidos não disseram uma palavra sequer. A Polícia Civil do Rio de Janeiro suspeita que tenha sido um assassinato planejado, pois nada foi roubado e, segundo testemunhas, os bandidos não disseram uma palavra sequer.
Nas redes sociais, Diego costumava publicar fotos com seu sobrinho, filho de Sâmia, e outros familiares.
Nas redes sociais, Diego costumava publicar fotos com seu sobrinho, filho de Sâmia, e outros familiares. Nas redes sociais, Diego costumava publicar fotos com seu sobrinho, filho de Sâmia, e outros familiares.
Os outros dois médicos mortos eram Marcos de Andrade Corsato, de 63 anos, e Perseu Ribeiro Almeida, de 33.
Os outros dois médicos mortos eram Marcos de Andrade Corsato, de 63 anos, e Perseu Ribeiro Almeida, de 33. Os outros dois médicos mortos eram Marcos de Andrade Corsato, de 63 anos, e Perseu Ribeiro Almeida, de 33.
O quarto médico foi identificado como Daniel Sonnewend Proença. Ele levou três tiros e passa por uma cirurgia na manhã desta quinta-feira (05/10).
O quarto médico foi identificado como Daniel Sonnewend Proença. Ele levou três tiros e passa por uma cirurgia na manhã desta quinta-feira (05/10). O quarto médico foi identificado como Daniel Sonnewend Proença. Ele levou três tiros e passa por uma cirurgia na manhã desta quinta-feira (05/10).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.