Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Viva a Vida
Publicidade

Os mais belos jardins espalhados pelo mundo

Alguns eram particulares, mas tornaram-se abertos ao público

Flipar

Flipar|Do R7


Os jardins são espaços para relaxamento e contemplação, que fazem bem à saúde mental e que também têm importância ambiental. Veja os 15 jardins mais bonitos do mundo, escolhidos pelo portal especializado Viagem e Turismo.
Os jardins são espaços para relaxamento e contemplação, que fazem bem à saúde mental e que também têm importância ambiental. Veja os 15 jardins mais bonitos do mundo, escolhidos pelo portal especializado Viagem e Turismo.
Há dois jardins: um italiano, que cerca a antiga residência com espécies típicas do país, e outro com diversas fontes para aproveitar a água dos montes (foto). Desde 1997 é declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.
Há dois jardins: um italiano, que cerca a antiga residência com espécies típicas do país, e outro com diversas fontes para aproveitar a água dos montes (foto). Desde 1997 é declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.
Caracteriza-se por esculturas inspiradas nas Ciências, inclusive na Matemática, usada para o planejamento de curvas e retas que compõem o cenário.
Caracteriza-se por esculturas inspiradas nas Ciências, inclusive na Matemática, usada para o planejamento de curvas e retas que compõem o cenário.
O local tem 4,3 mil espécies nativas e estrangeiras, de diversas partes do mundo, uma das maiores coleções do país. Assim como pesquisa e fiscalização do patrimônio da entidade. Ao todo, são mais de 140 hectares disponíveis para visitação.
O local tem 4,3 mil espécies nativas e estrangeiras, de diversas partes do mundo, uma das maiores coleções do país. Assim como pesquisa e fiscalização do patrimônio da entidade. Ao todo, são mais de 140 hectares disponíveis para visitação.
Outro representante brasileiro é o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, um dos principais pontos turísticos da Cidade Maravilhosa. O espaço bicentenário é conhecido pela riqueza e relevância do seu acervo de plantas como as grandes vitórias-régias e extensos bambuzais.
Outro representante brasileiro é o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, um dos principais pontos turísticos da Cidade Maravilhosa. O espaço bicentenário é conhecido pela riqueza e relevância do seu acervo de plantas como as grandes vitórias-régias e extensos bambuzais.
O jardim foi fundado por D. João, então príncipe regente de Portugal, em 1808. Ainda há atrações como as estufas de orquídeas, bromélias, samambaias e plantas insetívoras, além de coleções temáticas como o Jardim Japonês (foto), planejado após a doação de 65 itens típicos do país asiático.
O jardim foi fundado por D. João, então príncipe regente de Portugal, em 1808. Ainda há atrações como as estufas de orquídeas, bromélias, samambaias e plantas insetívoras, além de coleções temáticas como o Jardim Japonês (foto), planejado após a doação de 65 itens típicos do país asiático.
O projeto paisagístico em estilo barroco é de André Le Nôtre, um dos trabalhos mais marcantes de sua carreira. Os jardins contam com fontes, estátuas e até um imenso tanque d’água.
O projeto paisagístico em estilo barroco é de André Le Nôtre, um dos trabalhos mais marcantes de sua carreira. Os jardins contam com fontes, estátuas e até um imenso tanque d’água.
A Inglaterra é um dos locais com grande conjunto de praticantes da jardinagem. O próprio príncipe Charles se encaixa nesse contexto. Assim, o país apresenta alguns palácios com jardins bem cuidados. Neste último caso, o Chatsworth House, é um dos exemplos mais famosos no Reino Unido.
A Inglaterra é um dos locais com grande conjunto de praticantes da jardinagem. O próprio príncipe Charles se encaixa nesse contexto. Assim, o país apresenta alguns palácios com jardins bem cuidados. Neste último caso, o Chatsworth House, é um dos exemplos mais famosos no Reino Unido.
O jardim da residência do Duque de Devonshire é histórico, pois reúne itens de seis diferentes séculos. A estufa com espécies estrangeiras e a extensa cascata (foto) são detalhes realçados neste recinto da mansão.
O jardim da residência do Duque de Devonshire é histórico, pois reúne itens de seis diferentes séculos. A estufa com espécies estrangeiras e a extensa cascata (foto) são detalhes realçados neste recinto da mansão.
Isso porque no parque há o predomínio de cerejeiras e ameixeiras, plantas que alteram suas folhagens com a mudança de estação. Entre março e abril, a primavera está vigente e as flores dominam o lugar. Já entre outubro e novembro, o outono entra em vigor e as folhas caem no solo.
Isso porque no parque há o predomínio de cerejeiras e ameixeiras, plantas que alteram suas folhagens com a mudança de estação. Entre março e abril, a primavera está vigente e as flores dominam o lugar. Já entre outubro e novembro, o outono entra em vigor e as folhas caem no solo.
O Jardim ornamental do templo Bahai fica em Haifa, em Israel, e suas simetrias predominam nas paisagens da cidade israelita. Especialmente com plataformas suspensas e sequências de degraus.
O Jardim ornamental do templo Bahai fica em Haifa, em Israel, e suas simetrias predominam nas paisagens da cidade israelita. Especialmente com plataformas suspensas e sequências de degraus.
Para muitos, o Keunkenhof é o parque mais bonito do mundo destinado aos cuidados com flores. Fica na cidade de Rijnland, na Holanda, uma das principais áreas de cultivo de tulipas do planeta. Seus bem conservados jardins contêm uma admirável variedade de espécies.
Para muitos, o Keunkenhof é o parque mais bonito do mundo destinado aos cuidados com flores. Fica na cidade de Rijnland, na Holanda, uma das principais áreas de cultivo de tulipas do planeta. Seus bem conservados jardins contêm uma admirável variedade de espécies.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.