Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Viva a Vida
Publicidade

Por causa da Páscoa, crianças pensam que coelho bota ovo

Veja quais animais, de fato, têm as crias em ovos. Coelho não está na lista

Flipar

Flipar|Do R7

Por causa da Páscoa, associada simbolicamente a coelhos e ovos, muitas crianças- e até adultos - confundem as características dos coelhos e imaginam que eles botam ovos.
Por causa da Páscoa, associada simbolicamente a coelhos e ovos, muitas crianças- e até adultos - confundem as características dos coelhos e imaginam que eles botam ovos. Por causa da Páscoa, associada simbolicamente a coelhos e ovos, muitas crianças- e até adultos - confundem as características dos coelhos e imaginam que eles botam ovos. (Flipar)
Mas os coelhos são mamíferos e não procriam desta maneira. Os únicos mamíferos que botam ovos são os ornitorrincos e as equidnas (foto)
Mas os coelhos são mamíferos e não procriam desta maneira. Os únicos mamíferos que botam ovos são os ornitorrincos e as equidnas (foto) Mas os coelhos são mamíferos e não procriam desta maneira. Os únicos mamíferos que botam ovos são os ornitorrincos e as equidnas (foto) (Flipar)
Os coelhos foram associados à Páscoa por serem símbolos de boas novas como explica a galeria do Flipar intitulada
Os coelhos foram associados à Páscoa por serem símbolos de boas novas como explica a galeria do Flipar intitulada Os coelhos foram associados à Páscoa por serem símbolos de boas novas como explica a galeria do Flipar intitulada (Flipar)
Como curiosidade, então, resumimos aqui quais são as espécies de animais que geram crias por meio de ovos. Algumas são ovíparas. Ou seja botam os ovos em ninhos.
Como curiosidade, então, resumimos aqui quais são as espécies de animais que geram crias por meio de ovos. Algumas são ovíparas. Ou seja botam os ovos em ninhos. Como curiosidade, então, resumimos aqui quais são as espécies de animais que geram crias por meio de ovos. Algumas são ovíparas. Ou seja botam os ovos em ninhos. (Flipar)
Outras são ovovivíparas. Quer dizer as crias se desenvolvem em ovos dentro das próprias fêmeas sem serem expelidos.
Outras são ovovivíparas. Quer dizer as crias se desenvolvem em ovos dentro das próprias fêmeas sem serem expelidos. Outras são ovovivíparas. Quer dizer as crias se desenvolvem em ovos dentro das próprias fêmeas sem serem expelidos. (Flipar)
As aves são os animais mais frequentemente associados a ovos. Até porque muitos são consumidos por seres humanos. .Todas as aves são ovíparas. Botam ovos em ninhos e geralmente chocam para aquecê-los
As aves são os animais mais frequentemente associados a ovos. Até porque muitos são consumidos por seres humanos. .Todas as aves são ovíparas. Botam ovos em ninhos e geralmente chocam para aquecê-los As aves são os animais mais frequentemente associados a ovos. Até porque muitos são consumidos por seres humanos. .Todas as aves são ovíparas. Botam ovos em ninhos e geralmente chocam para aquecê-los (Flipar)
O ovo de galinha é o mais comum. E há quem imagine que a cor da casca altera o valor nutricional. Mas a coloração se refere apenas à raça da galinha. Além disso, o tamanho não interfere na proteina. Os menores são de galinhas jovens e os maiores de animais mais velhos
O ovo de galinha é o mais comum. E há quem imagine que a cor da casca altera o valor nutricional. Mas a coloração se refere apenas à raça da galinha. Além disso, o tamanho não interfere na proteina. Os menores são de galinhas jovens e os maiores de ani... O ovo de galinha é o mais comum. E há quem imagine que a cor da casca altera o valor nutricional. Mas a coloração se refere apenas à raça da galinha. Além disso, o tamanho não interfere na proteina. Os menores são de galinhas jovens e os maiores de animais mais velhos (Flipar)
Os ovos de codorna também são consumidos com.alguma frequência no Brasil. E por serem pequeninos costumam compor pratos mistos que contêm também legumes e verduras.
Os ovos de codorna também são consumidos com.alguma frequência no Brasil. E por serem pequeninos costumam compor pratos mistos que contêm também legumes e verduras. Os ovos de codorna também são consumidos com.alguma frequência no Brasil. E por serem pequeninos costumam compor pratos mistos que contêm também legumes e verduras. (Flipar)
Na África, a galinha d'Angola é uma raça bem difundida. Embora ponha apenas 80 ovos por ano, em média essa galinha responde pela maior parte do consumo no continente.
Na África, a galinha d'Angola é uma raça bem difundida. Embora ponha apenas 80 ovos por ano, em média essa galinha responde pela maior parte do consumo no continente. Na África, a galinha d'Angola é uma raça bem difundida. Embora ponha apenas 80 ovos por ano, em média essa galinha responde pela maior parte do consumo no continente. (Flipar)
Na China , é comum o consumo de ovos de pata. Chamados de
Na China , é comum o consumo de ovos de pata. Chamados de Na China , é comum o consumo de ovos de pata. Chamados de (Flipar)
Na Inglaterra , ovos de gaivota são apreciados. E, certa vez, seu consumo chegou a ser recomendado em Gloucestershire para reduzir a proliferação dessas aves
Na Inglaterra , ovos de gaivota são apreciados. E, certa vez, seu consumo chegou a ser recomendado em Gloucestershire para reduzir a proliferação dessas aves Na Inglaterra , ovos de gaivota são apreciados. E, certa vez, seu consumo chegou a ser recomendado em Gloucestershire para reduzir a proliferação dessas aves (Flipar)
Há indícios de que a galinha doméstica passou a ser consumida por humanos por volta de 7500 a.C., no sul da China, Tailândia e Mianmar. Eles buscavam uma espécie mais dócil e que rendesse bastante carne.
Há indícios de que a galinha doméstica passou a ser consumida por humanos por volta de 7500 a.C., no sul da China, Tailândia e Mianmar. Eles buscavam uma espécie mais dócil e que rendesse bastante carne. Há indícios de que a galinha doméstica passou a ser consumida por humanos por volta de 7500 a.C., no sul da China, Tailândia e Mianmar. Eles buscavam uma espécie mais dócil e que rendesse bastante carne. (Flipar)
Os ovos teriam passado a ser consumidos então por volta de 3.200 a.C e tornou-se ingrediente de destaque em refeições na Mesopotâmia
Os ovos teriam passado a ser consumidos então por volta de 3.200 a.C e tornou-se ingrediente de destaque em refeições na Mesopotâmia Os ovos teriam passado a ser consumidos então por volta de 3.200 a.C e tornou-se ingrediente de destaque em refeições na Mesopotâmia (Flipar)
Os fenícios gostavam de ovos de avestruz (foto). Já os egípcios apreciavam ovos das fêmeas de ganso, codorna , pelicano e pato. Foram encontradas receitas egípcias de 2 mil anos antes de Cristo que levavam ovo no preparo.
Os fenícios gostavam de ovos de avestruz (foto). Já os egípcios apreciavam ovos das fêmeas de ganso, codorna , pelicano e pato. Foram encontradas receitas egípcias de 2 mil anos antes de Cristo que levavam ovo no preparo. Os fenícios gostavam de ovos de avestruz (foto). Já os egípcios apreciavam ovos das fêmeas de ganso, codorna , pelicano e pato. Foram encontradas receitas egípcias de 2 mil anos antes de Cristo que levavam ovo no preparo. (Flipar)
Além das aves , outras espécies também botam ovos. Os peixes produzem ovas usadas na produção de caviar. Uma iguaria cara e sofisticada.
Além das aves , outras espécies também botam ovos. Os peixes produzem ovas usadas na produção de caviar. Uma iguaria cara e sofisticada. Além das aves , outras espécies também botam ovos. Os peixes produzem ovas usadas na produção de caviar. Uma iguaria cara e sofisticada. (Flipar)
Os répteis também botam ovos que têm cascas bem grossas. Os jacarés, por exemplo, fazem a cópula na água e depositam os ovos em ninhos na terra.
Os répteis também botam ovos que têm cascas bem grossas. Os jacarés, por exemplo, fazem a cópula na água e depositam os ovos em ninhos na terra. Os répteis também botam ovos que têm cascas bem grossas. Os jacarés, por exemplo, fazem a cópula na água e depositam os ovos em ninhos na terra. (Flipar)
As aranhas também são ovíparas. Elas botam em sacos de seda.
As aranhas também são ovíparas. Elas botam em sacos de seda. As aranhas também são ovíparas. Elas botam em sacos de seda. (Flipar)
Moluscos, como lula e polvo, também botam ovos. E o filhote pode nascer na forma dos pais ou como larva, dependendo do caso.
Moluscos, como lula e polvo, também botam ovos. E o filhote pode nascer na forma dos pais ou como larva, dependendo do caso. Moluscos, como lula e polvo, também botam ovos. E o filhote pode nascer na forma dos pais ou como larva, dependendo do caso. (Flipar)
Anfíbios, como sapos e rãs, também botam ovos. Alguns na água, outros na terra. A quantidade costuma ser grande e poucos girinos chegam à fase adulta.
Anfíbios, como sapos e rãs, também botam ovos. Alguns na água, outros na terra. A quantidade costuma ser grande e poucos girinos chegam à fase adulta. Anfíbios, como sapos e rãs, também botam ovos. Alguns na água, outros na terra. A quantidade costuma ser grande e poucos girinos chegam à fase adulta. (Flipar)
Há também insetos que botam ovos e estes têm uma textura pegajosa. Baratas colocam os ovos na chamada ooteca. Moscas chegam a botar 700 ovos dois dias após a cópula.
Há também insetos que botam ovos e estes têm uma textura pegajosa. Baratas colocam os ovos na chamada ooteca. Moscas chegam a botar 700 ovos dois dias após a cópula. Há também insetos que botam ovos e estes têm uma textura pegajosa. Baratas colocam os ovos na chamada ooteca. Moscas chegam a botar 700 ovos dois dias após a cópula. (Flipar)
Outra curiosidade é que, em quase todas as espécies, as fêmeas é que desenvolvem os ovos. Mas o cavalo Marinho é a única espécie em que o macho dá a cria.
Outra curiosidade é que, em quase todas as espécies, as fêmeas é que desenvolvem os ovos. Mas o cavalo Marinho é a única espécie em que o macho dá a cria. Outra curiosidade é que, em quase todas as espécies, as fêmeas é que desenvolvem os ovos. Mas o cavalo Marinho é a única espécie em que o macho dá a cria. (Flipar)
A fêmea põe os ovos em uma bolsa que fica na parte abdominal do corpo do macho, ele nutre os embriões e os filhotes saem após 2 a 7 semanas.
A fêmea põe os ovos em uma bolsa que fica na parte abdominal do corpo do macho, ele nutre os embriões e os filhotes saem após 2 a 7 semanas. A fêmea põe os ovos em uma bolsa que fica na parte abdominal do corpo do macho, ele nutre os embriões e os filhotes saem após 2 a 7 semanas. (Flipar)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.