Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Viva a Vida
Publicidade

Saiba identificar se uma nota é verdadeira ou falsa

O Banco Central do Brasil emitiu um folheto com informações importantes para conferir a autenticidade das cédulas recebidas

Flipar

Flipar|Do R7


Um crime que não é exatamente novo, mas que voltou a ser cometido com frequência no Brasil é o das notas falsas.
Um crime que não é exatamente novo, mas que voltou a ser cometido com frequência no Brasil é o das notas falsas.
De diferentes maneiras e com uso de diversas tecnologias, os criminosos produzem as próprias cédulas de Real e usam, geralmente, no comércio.
De diferentes maneiras e com uso de diversas tecnologias, os criminosos produzem as próprias cédulas de Real e usam, geralmente, no comércio.
Este crime causa prejuízo aos comerciantes e à própria economia brasileira, visto que este dinheiro falso não tem valor e não é trocado pelo Banco Central.
Este crime causa prejuízo aos comerciantes e à própria economia brasileira, visto que este dinheiro falso não tem valor e não é trocado pelo Banco Central.
Para tentar diminuir a prática deste crime, o Banco Central do Brasil divulgou um folheto dando dicas para que se possa aprender a identificar se o dinheiro recebido é real. Acompanhe o passo a passo nessa galeria.
Para tentar diminuir a prática deste crime, o Banco Central do Brasil divulgou um folheto dando dicas para que se possa aprender a identificar se o dinheiro recebido é real. Acompanhe o passo a passo nessa galeria.
O primeiro passo é ver a marca d'água na nota. É necessário colocar a cédula contra a luz e ver, na área clara, a figura do animal e o número do valor da nota, em tons que variam do claro ao escuro.
O primeiro passo é ver a marca d'água na nota. É necessário colocar a cédula contra a luz e ver, na área clara, a figura do animal e o número do valor da nota, em tons que variam do claro ao escuro.
A segunda dica é ver o fio de segurança, que é um fio escuro visível próximo ao meio da nota, quando a cédula é colocada contra a luz.
A segunda dica é ver o fio de segurança, que é um fio escuro visível próximo ao meio da nota, quando a cédula é colocada contra a luz.
Neste fio escuro, estão escritos o valor e a palavra
Neste fio escuro, estão escritos o valor e a palavra
A terceira dica é sentir o alto-relevo nas notas. O Banco Central informa que, pelo tato, a pessoa sente o relevo em algumas áreas da cédula.
A terceira dica é sentir o alto-relevo nas notas. O Banco Central informa que, pelo tato, a pessoa sente o relevo em algumas áreas da cédula.
Por exemplo, na frente, na legenda
Por exemplo, na frente, na legenda
A quarta dica é ver o
A quarta dica é ver o
A penúltima dica é decobrir o número escondido. Isso porque, ao colocar a nota à altura dos olhos, na posição horizontal, em um lugar com bastante luz, a pessoa vê o valor da nota aparecer nas áreas indicadas.
A penúltima dica é decobrir o número escondido. Isso porque, ao colocar a nota à altura dos olhos, na posição horizontal, em um lugar com bastante luz, a pessoa vê o valor da nota aparecer nas áreas indicadas.
Por fim, a última dica é descobrir os números fluorescentes na cédula de real.
Por fim, a última dica é descobrir os números fluorescentes na cédula de real.
Sob luz ultravioleta, a pessoa vê que o número do valor da nota aparece na frente, na área indicada; a numeração de série vermelha fica amarela; e pequenos fios se tornam visíveis na cor lilás.
Sob luz ultravioleta, a pessoa vê que o número do valor da nota aparece na frente, na área indicada; a numeração de série vermelha fica amarela; e pequenos fios se tornam visíveis na cor lilás.
Uma dica extra, porque é possível fazer apenas nas notas de 50 e 100 reais, é descobrir a faixa holográfica.
Uma dica extra, porque é possível fazer apenas nas notas de 50 e 100 reais, é descobrir a faixa holográfica.
Então, ao movimentar a nota, a pessoa vê os seguintes efeitos nessa faixa: o número do valor da nota e a palavra
Então, ao movimentar a nota, a pessoa vê os seguintes efeitos nessa faixa: o número do valor da nota e a palavra
Além disso, apenas nas notas de 10 e 20 reais, é necessário ver que o número muda de cor do azul para o verde e uma faixa brilhante parece rolar pelo número.
Além disso, apenas nas notas de 10 e 20 reais, é necessário ver que o número muda de cor do azul para o verde e uma faixa brilhante parece rolar pelo número.
Nas notas da
Nas notas da
É necessário lembrar que somente a Casa da Moeda do Brasil produz o papel usado nas notas de Real e, por isso, ele é diferente do papel comum.
É necessário lembrar que somente a Casa da Moeda do Brasil produz o papel usado nas notas de Real e, por isso, ele é diferente do papel comum.
O Banco Central do Brasil também reforça que, quando houver a suspeita de recebimento de nota falsa, não a receba nem passe adiante. É necessário encaminhar a cédula na rede bancária e solicitar o recibo de retenção.
O Banco Central do Brasil também reforça que, quando houver a suspeita de recebimento de nota falsa, não a receba nem passe adiante. É necessário encaminhar a cédula na rede bancária e solicitar o recibo de retenção.
Além das dicas do Banco Central, a Polícia Federal também tem atuado no combate a este crime. Em outubro de 2023, a PF apreendeu R$ 11 mil em notas falsas em uma agência dos Correios, em Cariacica, no Espírito Santo. As cédulasa seriam enviadas para outros estados.
Além das dicas do Banco Central, a Polícia Federal também tem atuado no combate a este crime. Em outubro de 2023, a PF apreendeu R$ 11 mil em notas falsas em uma agência dos Correios, em Cariacica, no Espírito Santo. As cédulasa seriam enviadas para outros estados.
Em 14 de dezembro, a Polícia Federal e a Guarda Civil prenderam seis pessoas fazendo compras com notas falsas de 100 e 200 reais, em Iperó e Porto Feliz, ambas em São Paulo.
Em 14 de dezembro, a Polícia Federal e a Guarda Civil prenderam seis pessoas fazendo compras com notas falsas de 100 e 200 reais, em Iperó e Porto Feliz, ambas em São Paulo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.