Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Turbulências aumentam devido ao aquecimento global; entenda

Flipar|

As mudanças climáticas têm provocado uma transformação importante que deve afetar a vida de quem está habituado a viajar de avião.
As mudanças climáticas têm provocado uma transformação importante que deve afetar a vida de quem está habituado a viajar de avião. As mudanças climáticas têm provocado uma transformação importante que deve afetar a vida de quem está habituado a viajar de avião.
Segundo um estudo britânico, a turbulência durante os voos tem se intensificado devido aos impactos do aquecimento global.
Segundo um estudo britânico, a turbulência durante os voos tem se intensificado devido aos impactos do aquecimento global. Segundo um estudo britânico, a turbulência durante os voos tem se intensificado devido aos impactos do aquecimento global.
O estudo foi feito por uma equipe de cientistas da Universidade de Reading, localizada no Reino Unido.
O estudo foi feito por uma equipe de cientistas da Universidade de Reading, localizada no Reino Unido. O estudo foi feito por uma equipe de cientistas da Universidade de Reading, localizada no Reino Unido.
Eles analisaram a turbulência conhecida como
Eles analisaram a turbulência conhecida como Eles analisaram a turbulência conhecida como
Os pesquisadores constataram um aumento de 55% na ocorrência de turbulência severa entre 1979 e 2020 em uma rota muito utilizada sobre o Atlântico Norte.
Os pesquisadores constataram um aumento de 55% na ocorrência de turbulência severa entre 1979 e 2020 em uma rota muito utilizada sobre o Atlântico Norte. Os pesquisadores constataram um aumento de 55% na ocorrência de turbulência severa entre 1979 e 2020 em uma rota muito utilizada sobre o Atlântico Norte.
Acredita-se que essa elevação esteja relacionada às mudanças na velocidade do vento em altitudes elevadas, resultado do aumento do calor causado pelas emissões de carbono.
Acredita-se que essa elevação esteja relacionada às mudanças na velocidade do vento em altitudes elevadas, resultado do aumento do calor causado pelas emissões de carbono. Acredita-se que essa elevação esteja relacionada às mudanças na velocidade do vento em altitudes elevadas, resultado do aumento do calor causado pelas emissões de carbono.
Essas diferenças de velocidade do vento ocorrem principalmente devido à disparidade de temperatura entre o equador e os polos.
Essas diferenças de velocidade do vento ocorrem principalmente devido à disparidade de temperatura entre o equador e os polos. Essas diferenças de velocidade do vento ocorrem principalmente devido à disparidade de temperatura entre o equador e os polos.
Segundo o professor Paul Williams, especialista em ciências atmosféricas e coautor do estudo na Universidade de Reading, foram mais de dez anos de pesquisa em torno do assunto.
Segundo o professor Paul Williams, especialista em ciências atmosféricas e coautor do estudo na Universidade de Reading, foram mais de dez anos de pesquisa em torno do assunto. Segundo o professor Paul Williams, especialista em ciências atmosféricas e coautor do estudo na Universidade de Reading, foram mais de dez anos de pesquisa em torno do assunto.
Flipar
Flipar Flipar
O estudo foi publicado na revista Geophysical Research Letters.
O estudo foi publicado na revista Geophysical Research Letters. O estudo foi publicado na revista Geophysical Research Letters.
Os pesquisadores relataram que as áreas com maiores aumentos na turbulência incluem as rotas de voo nos Estados Unidos e no Atlântico Norte.
Os pesquisadores relataram que as áreas com maiores aumentos na turbulência incluem as rotas de voo nos Estados Unidos e no Atlântico Norte. Os pesquisadores relataram que as áreas com maiores aumentos na turbulência incluem as rotas de voo nos Estados Unidos e no Atlântico Norte.
No entanto, também foram observados aumentos significativos na Europa, Oriente Médio e Atlântico Sul.
No entanto, também foram observados aumentos significativos na Europa, Oriente Médio e Atlântico Sul. No entanto, também foram observados aumentos significativos na Europa, Oriente Médio e Atlântico Sul.
Apesar de não ser possível visualizar a turbulência diretamente por meio de satélites, esses equipamentos têm a capacidade de observar a estrutura e o formato da “corrente de jato”, o que permite sua análise.
Apesar de não ser possível visualizar a turbulência diretamente por meio de satélites, esses equipamentos têm a capacidade de observar a estrutura e o formato da “corrente de jato”, o que permite sua análise. Apesar de não ser possível visualizar a turbulência diretamente por meio de satélites, esses equipamentos têm a capacidade de observar a estrutura e o formato da “corrente de jato”, o que permite sua análise.
A “corrente de jato” é um sistema de vento forte que flui de oeste para leste, a uma altura de aproximadamente 8 a 11 km acima da superfície da Terra.
A “corrente de jato” é um sistema de vento forte que flui de oeste para leste, a uma altura de aproximadamente 8 a 11 km acima da superfície da Terra. A “corrente de jato” é um sistema de vento forte que flui de oeste para leste, a uma altura de aproximadamente 8 a 11 km acima da superfície da Terra.
Enquanto o radar é capaz de detectar a turbulência nas tempestades, a turbulência do ar claro é praticamente invisível e representa um desafio para a detecção.
Enquanto o radar é capaz de detectar a turbulência nas tempestades, a turbulência do ar claro é praticamente invisível e representa um desafio para a detecção. Enquanto o radar é capaz de detectar a turbulência nas tempestades, a turbulência do ar claro é praticamente invisível e representa um desafio para a detecção.
Além de serem desconfortáveis, voos turbulentos também podem causar ferimentos aos passageiros.
Além de serem desconfortáveis, voos turbulentos também podem causar ferimentos aos passageiros. Além de serem desconfortáveis, voos turbulentos também podem causar ferimentos aos passageiros.
A turbulência severa é muito rara, mas a turbulência de ar claro pode surgir a qualquer momento, quando os passageiros não estão com o cinto de segurança.
A turbulência severa é muito rara, mas a turbulência de ar claro pode surgir a qualquer momento, quando os passageiros não estão com o cinto de segurança. A turbulência severa é muito rara, mas a turbulência de ar claro pode surgir a qualquer momento, quando os passageiros não estão com o cinto de segurança.
Flipar
Flipar Flipar
Ainda segundo o professor, o cinto é uma
Ainda segundo o professor, o cinto é uma Ainda segundo o professor, o cinto é uma
Só nos EUA, a indústria da aviação perde anualmente entre US$ 150 milhões (R$ 728 milhões) e US$ 500 milhões (R$ 2,5 bilhões) por conta do desgaste das aeronaves em decorrência dos efeitos da turbulência.
Só nos EUA, a indústria da aviação perde anualmente entre US$ 150 milhões (R$ 728 milhões) e US$ 500 milhões (R$ 2,5 bilhões) por conta do desgaste das aeronaves em decorrência dos efeitos da turbulência. Só nos EUA, a indústria da aviação perde anualmente entre US$ 150 milhões (R$ 728 milhões) e US$ 500 milhões (R$ 2,5 bilhões) por conta do desgaste das aeronaves em decorrência dos efeitos da turbulência.
Além das consequências financeiras, há um custo ambiental, já que os pilotos queimam mais combustível ao tentar evitar as turbulências.
Além das consequências financeiras, há um custo ambiental, já que os pilotos queimam mais combustível ao tentar evitar as turbulências. Além das consequências financeiras, há um custo ambiental, já que os pilotos queimam mais combustível ao tentar evitar as turbulências.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.