Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Viva a Vida
Publicidade

Você conhece o HMHS Britannic, o “irmão maior do Titanic”?

Flipar

Flipar|Do R7

Muita gente conhece a história do lendário navio Titanic, seja pelo filme ou mesmo por toda a história trágica do naufrágio.
Muita gente conhece a história do lendário navio Titanic, seja pelo filme ou mesmo por toda a história trágica do naufrágio. Muita gente conhece a história do lendário navio Titanic, seja pelo filme ou mesmo por toda a história trágica do naufrágio.
Mas será que você sabe que existiu um “irmão maior” da embarcação poucos anos depois, que também afundou? Conheça essa história nesta galeria do Flipar!
Mas será que você sabe que existiu um “irmão maior” da embarcação poucos anos depois, que também afundou? Conheça essa história nesta galeria do Flipar! Mas será que você sabe que existiu um “irmão maior” da embarcação poucos anos depois, que também afundou? Conheça essa história nesta galeria do Flipar!
Lançado ao mar em 1914, o HMHS Britannic foi um navio lendário que pertencia à uma famosa linha de transatlânticos da empresa White Star Line.
Lançado ao mar em 1914, o HMHS Britannic foi um navio lendário que pertencia à uma famosa linha de transatlânticos da empresa White Star Line. Lançado ao mar em 1914, o HMHS Britannic foi um navio lendário que pertencia à uma famosa linha de transatlânticos da empresa White Star Line.
O Britannic foi projetado como um navio irmão do famoso RMS Titanic, ambos pertencendo à classe chamada de “Olympic”.
O Britannic foi projetado como um navio irmão do famoso RMS Titanic, ambos pertencendo à classe chamada de “Olympic”. O Britannic foi projetado como um navio irmão do famoso RMS Titanic, ambos pertencendo à classe chamada de “Olympic”.
Embora tanto o Britannic quanto o Titanic tivessem 269 metros de comprimento, o primeiro tinha um calado (profundidade abaixo da linha d'água) maior, o que o tornava mais estável.
Embora tanto o Britannic quanto o Titanic tivessem 269 metros de comprimento, o primeiro tinha um calado (profundidade abaixo da linha d'água) maior, o que o tornava mais estável. Embora tanto o Britannic quanto o Titanic tivessem 269 metros de comprimento, o primeiro tinha um calado (profundidade abaixo da linha d'água) maior, o que o tornava mais estável.
O Britannic foi projetado para ser um navio rápido, capaz de atingir velocidades de até 23 nós (aproximadamente 43 km/h). Essa velocidade era impressionante para a época e permitia que ele fosse usado tanto para transporte de passageiros quanto para fins militares.
O Britannic foi projetado para ser um navio rápido, capaz de atingir velocidades de até 23 nós (aproximadamente 43 km/h). Essa velocidade era impressionante para a época e permitia que ele fosse usado tanto para transporte de passageiros quanto para fi... O Britannic foi projetado para ser um navio rápido, capaz de atingir velocidades de até 23 nós (aproximadamente 43 km/h). Essa velocidade era impressionante para a época e permitia que ele fosse usado tanto para transporte de passageiros quanto para fins militares.
Já sabendo do desastre envolvendo o “irmão mais velho”, o Britannic foi construído com várias melhorias para aumentar sua segurança. O casco foi reforçado e as baias estanques foram estendidas, entre outras modificações.
Já sabendo do desastre envolvendo o “irmão mais velho”, o Britannic foi construído com várias melhorias para aumentar sua segurança. O casco foi reforçado e as baias estanques foram estendidas, entre outras modificações. Já sabendo do desastre envolvendo o “irmão mais velho”, o Britannic foi construído com várias melhorias para aumentar sua segurança. O casco foi reforçado e as baias estanques foram estendidas, entre outras modificações.
O HMHS Britannic foi construído no mesmo estaleiro do Titanic, em Belfast, Irlanda do Norte.
O HMHS Britannic foi construído no mesmo estaleiro do Titanic, em Belfast, Irlanda do Norte. O HMHS Britannic foi construído no mesmo estaleiro do Titanic, em Belfast, Irlanda do Norte.
Durante a 1ª Guerra, o navio foi requisitado pelo Almirantado Britânico para ser convertido em um navio hospitalar e servir como transporte de tropas feridas.
Durante a 1ª Guerra, o navio foi requisitado pelo Almirantado Britânico para ser convertido em um navio hospitalar e servir como transporte de tropas feridas. Durante a 1ª Guerra, o navio foi requisitado pelo Almirantado Britânico para ser convertido em um navio hospitalar e servir como transporte de tropas feridas.
Foi aí que ele recebeu o nome de HMHS (His Majesty's Hospital Ship) Britannic.
Foi aí que ele recebeu o nome de HMHS (His Majesty's Hospital Ship) Britannic. Foi aí que ele recebeu o nome de HMHS (His Majesty's Hospital Ship) Britannic.
O Britannic foi equipado com instalações médicas de ponta, capazes de abrigar até 3.309 pacientes, incluindo enfermarias, salas de cirurgia e até uma sala de raios-X.
O Britannic foi equipado com instalações médicas de ponta, capazes de abrigar até 3.309 pacientes, incluindo enfermarias, salas de cirurgia e até uma sala de raios-X. O Britannic foi equipado com instalações médicas de ponta, capazes de abrigar até 3.309 pacientes, incluindo enfermarias, salas de cirurgia e até uma sala de raios-X.
Em 21 de novembro de 1916, o Britannic partiu para sua sexta e última viagem como navio hospitalar.
Em 21 de novembro de 1916, o Britannic partiu para sua sexta e última viagem como navio hospitalar. Em 21 de novembro de 1916, o Britannic partiu para sua sexta e última viagem como navio hospitalar.
Nesta viagem o Britannic afundou, no mar Egeu, depois de colidir com uma mina naval. A explosão causou sérios danos ao casco, resultando em uma rápida inundação.
Nesta viagem o Britannic afundou, no mar Egeu, depois de colidir com uma mina naval. A explosão causou sérios danos ao casco, resultando em uma rápida inundação. Nesta viagem o Britannic afundou, no mar Egeu, depois de colidir com uma mina naval. A explosão causou sérios danos ao casco, resultando em uma rápida inundação.
Embora várias medidas tenham sido tomadas para evacuar o navio, o Britannic afundou em menos de uma hora após a explosão.
Embora várias medidas tenham sido tomadas para evacuar o navio, o Britannic afundou em menos de uma hora após a explosão. Embora várias medidas tenham sido tomadas para evacuar o navio, o Britannic afundou em menos de uma hora após a explosão.
Devido às lições aprendidas com o desastre do Titanic, o Britannic foi equipado com botes salva-vidas adicionais e outros equipamentos de segurança.
Devido às lições aprendidas com o desastre do Titanic, o Britannic foi equipado com botes salva-vidas adicionais e outros equipamentos de segurança. Devido às lições aprendidas com o desastre do Titanic, o Britannic foi equipado com botes salva-vidas adicionais e outros equipamentos de segurança.
Essas melhorias permitiram que a evacuação ocorresse de maneira mais eficiente e rápida, permitindo que a maioria dos passageiros fossem resgatados.
Essas melhorias permitiram que a evacuação ocorresse de maneira mais eficiente e rápida, permitindo que a maioria dos passageiros fossem resgatados. Essas melhorias permitiram que a evacuação ocorresse de maneira mais eficiente e rápida, permitindo que a maioria dos passageiros fossem resgatados.
Mesmo assim, 30 pessoas ainda perderam suas vidas neste trágico evento.
Mesmo assim, 30 pessoas ainda perderam suas vidas neste trágico evento. Mesmo assim, 30 pessoas ainda perderam suas vidas neste trágico evento.
Desde o incidente, os destroços do HMHS Britannic estão localizados no fundo do Mar Egeu, a uma profundidade de cerca de 120 metros.
Desde o incidente, os destroços do HMHS Britannic estão localizados no fundo do Mar Egeu, a uma profundidade de cerca de 120 metros. Desde o incidente, os destroços do HMHS Britannic estão localizados no fundo do Mar Egeu, a uma profundidade de cerca de 120 metros.
O Titanic teve uma vida útil muito mais curta em comparação com o Britannic. Enquanto o Titanic fez apenas uma viagem antes de afundar, o Britannic realizou cinco viagens como navio hospitalar antes de encontrar seu trágico destino.
O Titanic teve uma vida útil muito mais curta em comparação com o Britannic. Enquanto o Titanic fez apenas uma viagem antes de afundar, o Britannic realizou cinco viagens como navio hospitalar antes de encontrar seu trágico destino. O Titanic teve uma vida útil muito mais curta em comparação com o Britannic. Enquanto o Titanic fez apenas uma viagem antes de afundar, o Britannic realizou cinco viagens como navio hospitalar antes de encontrar seu trágico destino.
Embora não tenha recebido a mesma atenção histórica que seu navio irmão, o Britannic continua sendo um símbolo da engenharia marítima e do impacto da guerra na navegação civil.
Embora não tenha recebido a mesma atenção histórica que seu navio irmão, o Britannic continua sendo um símbolo da engenharia marítima e do impacto da guerra na navegação civil. Embora não tenha recebido a mesma atenção histórica que seu navio irmão, o Britannic continua sendo um símbolo da engenharia marítima e do impacto da guerra na navegação civil.
Desde seu naufrágio, o Britannic tem sido objeto de exploração por mergulhadores do mundo todo.
Desde seu naufrágio, o Britannic tem sido objeto de exploração por mergulhadores do mundo todo. Desde seu naufrágio, o Britannic tem sido objeto de exploração por mergulhadores do mundo todo.
Dadas as águas relativamente rasas em que ele repousa (120 m), os destroços do Britannic são mais acessíveis em comparação com os do Titanic, que estão a mais de 3.800 metros de profundidade.
Dadas as águas relativamente rasas em que ele repousa (120 m), os destroços do Britannic são mais acessíveis em comparação com os do Titanic, que estão a mais de 3.800 metros de profundidade. Dadas as águas relativamente rasas em que ele repousa (120 m), os destroços do Britannic são mais acessíveis em comparação com os do Titanic, que estão a mais de 3.800 metros de profundidade.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.