Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Achamos em Minas
Publicidade

E a chuva nos pegou no meio do caminho...

E quando o tempo muda, mudam todos os planos por aqui

Achamos em Minas|Luciana KatahiraOpens in new window

Se tem uma coisa que somos craques é em improvisar…

Sempre saímos de BH para as gravações do Achamos em Minas com as pautas em mãos: locais, horários, entrevistados, assuntos, enfim, tudo certinho, nos mínimos detalhes, mas a vida adora pregar umas peças e, aí, é hora de improvisar!

A gente até se diverte, mas vamos combinar, tem momentos que não são fáceis. Se atrasamos, remarcamos. Se o entrevistado dá um bolo, corremos atrás de outro. Se o bolo não cresce, damos um jeito de mudar a receita. Se o cantor desafina, gravamos de novo. E quando a história não é tão interessante quanto imaginávamos, mudamos o foco. Mas, e quando a chuva resolve aparecer de surpresa? Aí é hora de sair correndo em busca de um abrigo e colocar a criatividade para funcionar!

Olha a chuva...
Olha a chuva... Olha a chuva... (Foto Mauro Ferreira/RECORD)

Foi o que aconteceu quando gravamos em Conceição do Ibitipoca ou, como é carinhosamente conhecida, apenas Ibitipoca. Uma pequena e charmosa vila de Lima Duarte (se você curte natureza, lá é o local ideal para passar uns bons dias). Um lugar encantado, onde a tranquilidade e as belezas naturais são marcas registradas.

Publicidade

" gallery_id="66047928416eb93fc70007d6" url_iframe_gallery="vivaavida.r7.com/prisma/achamos-em-minas/e-a-chuva-nos-pegou-no-meio-do-caminho-27032024"]

Ibitipoca tem, aproximadamente, 1.200 habitantes. Apesar de pequenininha, atrai turistas de todos os lugares e todos têm um carinho especial por este pedacinho do mundo. Aqui, as belezas naturais estão espalhadas por todos os lados, mas o atrativo principal, sem dúvida, é o famoso Parque Estadual do Ibitipoca.

Publicidade

Para gravamos este Achamos, começamos o dia cedo, cheios de energia e expectativas. Estava um dia lindo e ensolarado. Chegando lá, a gerente do Parque, a Clarice Silva, nos contou um pouco sobre a história do parque, da sua relação com aquele local e nos explicou como funcionam os passeios ali. O Parque oferece 3 circuitos: o Circuito das Águas, o Circuito do Pião e o Circuito Janela do Céu.

Cada um com suas particularidades. Ela nos orientou a fazer o Circuito das Águas, tanto pela beleza quanto pelo tempo que teríamos disponível. Topamos na hora e lá fomos nós.

Publicidade
Clarice Silva, gerente do Parque Estadual do Ibitipoca
Clarice Silva, gerente do Parque Estadual do Ibitipoca Clarice Silva, gerente do Parque Estadual do Ibitipoca (Foto Mauro Ferreira)

E o guarda parque, Cleiton Adriano, que foi nosso guia. Entre caminhadas e atrativos, ele nos contou diversas curiosidades do parque, nos mostrou detalhes que, provavelmente, sem o olhar de quem conhece bem o local, não enxergaríamos.

Conhecendo com Parque Estadual do Ibitipoca com o guarda parque Cleiton Adriano
Conhecendo com Parque Estadual do Ibitipoca com o guarda parque Cleiton Adriano Conhecendo com Parque Estadual do Ibitipoca com o guarda parque Cleiton Adriano (Foto Mauro Ferreira)
Mauro e o drone
Mauro e o drone Mauro e o drone (Foto LUCIANA KATAHIRA/RECORD)

Enquanto isso, o Mauro Ferreira, nosso cinegrafista, se divertia fazendo imagens belíssimas com sua câmera. E o drone, sob seu comando, se sentia livre para voar naquela imensidão de paisagens sensacionais.

Papo, papo vem… as nuvens começaram a se aproximar… o tempo foi fechando… O sol que estava sorrindo pra gente foi desaparecendo e, sem pedir licença, a chuva chegou! Quando estávamos bem no meio do caminho.. E corremos para nos abrigar..

Esperamos, esperamos e esperamos…

Bem, dessa vez, o jeito foi nos conformar e aceitar que a chuva não iria passar tão cedo… Mas, abrigados, ainda pudemos curtir um pouquinho da tranquilidade da Cachoeira dos Macacos (dessa vez, sem a possibilidade de um mergulho). Mas foi bom mesmo assim…

Cachoeira dos Macacos - Parque Estadual do Ibitipoca
Cachoeira dos Macacos - Parque Estadual do Ibitipoca Cachoeira dos Macacos - Parque Estadual do Ibitipoca (Foto Mauro Ferreira)

De volta à cidade, mesmo com chuva, ainda tivemos a oportunidade de reencontrar e conhecer pessoas queridas e icônicas de Ibitipoca, como o guia de turismo, Gabriel Fortes e o figuraça do Zé do Arame. Experimentamos o famoso pão de canela de Ibitipoca, feito pela quitandeira Elza e as delícias do chef Marcão e da empresária Léllis Ribeiro e ainda demos um pulo no Bar do Firma (mas estas histórias ficam para os próximos posts, é muita história boa...).

O programa que gravamos em Ibitipoca vai ao ar em breve na Record Minas.

E se você quiser curtir outros episódios do Achamos em Minas, dê um pulinho no Play Plus ;)

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.