Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Como Ser Saudável
Publicidade

6 erros alimentares comuns que você precisa evitar

Como Ser Saudável|Renata Garofano e Renata Garofano

Por mais que você escute por aí que precisa ter uma alimentação saudável para ter uma melhor qualidade de vida, você também pensa que precisa ser uma dieta cheia de restrições e sem sabor. Engano seu. O mais importante é a alimentação seja equilibrada, fornecendo todos os ingredientes necessários para o organismo.

O que vimos por aí, é uma grande quantidade de pessoas comendo errado por falta de informação. Ok, tem aquelas que realmente têm uma alimentação péssima; mas também têm aquelas que acreditam ser saudáveis, mas cometem diversos erros na alimentação.

Um estudo divulgado na revista britânica The Lancet, apontou que uma a cada cinco mortes no mundo em 2019 esteve relacionada a uma alimentação ruim, seja por consumo excessivo de sal, açúcar ou carne, ou por falta de cereais integrais e frutas.

Mas como saber o que é certo e errado nos hábitos alimentares? Listamos 6 maiores erros e como você deve evitá-los: 

Publicidade

Montar pratos pouco coloridos

Pratos coloridos não apenas bonitos. Eles apresentam mais nutrientes. As vitaminas, micronutrientes e fitoquímicos contidos nos alimentos estão diretamente relacionados com as cores dos alimentos. Por exemplo: alimentos laranjas (mamão, laranja e cenoura) são fontes de vitamina A e C; alimentos verdes (como brócolis, alface e espinafre) são fontes de fibra e vitamina K; alimentos vermelhos (como tomate, morango e goiaba) são fontes riquíssimas de licopeno antioxidantes naturais e vitamina C.

Publicidade

Pular refeições

Temos dias corridos. Isso é fato. Mas pular refeições não é nada saudável.

Publicidade

Ao pular uma refeição, pode gerar uma fome excessiva na refeição seguinte e, consequentemente, ganho de gordura. O corpo recebe menos nutrientes do que o mínimo necessário e acaba preservando as reservas de gordura, e não o contrário. Quando você faz as refeições bem distribuídas ao longo do dia, seu corpo usa os nutrientes com mais eficiência.

O ideal é comer de 3 em 3 horas. Além disso, é importante realizar 5 refeições (3 principais e 2 lanches). As refeições principais são as mais importantes para fornecerem os nutrientes que o nosso corpo precisa. 

Mastigar pouco

Nossa saúde depende de uma boa digestão. Para isso, é necessário mastigar bem. A digestão começa na boca, com a ação das enzimas existentes na saliva. Se você come rápido demais, estes exames não trabalham corretamente, o que pode levar a dores de estômago, gastrite e úlcera. Outra consequência negativa de mastigar pouco é que a pessoa acaba comendo muito rápido, não dando tempo do cérebro receber a informação de que estamos saciados, o que leva a comer mais do que devia.

Salgar demais a comida

Além da retenção de líquidos pelo organismo, o consumo excessivo de sal pode gerar aumento da pressão arterial, problemas ao coração e rins. O sódio (principal componente encontrado no sal da cozinha) é encontrado em grande quantidade em restaurantes e alimentos processados como presunto, bacon, mortadela e salsicha, queijos como parmesão e cheddar e temperos prontos como catchup, mostarda e maionese.

A OMS indica que o consumo ideal de sal por dia é de apenas 5 gramas para um adulto.

Comer fazendo outras coisas ao mesmo tempo

Quando estamos realizando a refeição vendo televisão ou acompanhando o celular, não prestamos atenção no ato de comer. Essa falta de atenção, além de gerar aumento no consumo de calorias por refeição, também nos leva a não mastigar corretamente.

Compartilhar o momento das refeições com amigos ou familiares é mais benéfico à saúde física e mental.

Ingerir líquidos durante as refeições

Esse é um dos erros mais comuns. Os líquidos diluem os sucos gástricos, prejudicando a digestão. O líquido causa uma distensão da parede estomacal e com isso dá a falsa impressão para o cérebro de que o estômago está vazio e que cabe mais comida. Assim atrapalha a sensação de saciedade. Nem água é recomendável durante a refeição!

O ideal é ingerir líquidos 30 minutos antes da refeição ou 1 hora após.

Nem água é recomendável durante a refeição! Mas se você tem o costume de beber durante as refeições e acha difícil parar com o hábito, você pode começar reduzindo a quantidade de líquido para meio copo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.