Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

7 benefícios do zinco que toda mulher deve conhecer

Basta uma pequena quantidade deste mineral para colher resultados surpreendentes. Por outro lado, a deficiência de zinco pode trazer sérios riscos à saúde.

Como Ser Saudável|Renata Garofano

Alimentos ricos em zinco
Alimentos ricos em zinco Alimentos ricos em zinco

Atualmente, é possível ler e ouvir propagadas citando os benefícios do zinco. Mas por muito tempo, ele foi considerado um micronutriente menor, e só recentemente seu papel nos processos vitais do corpo tornou-se evidente.

O zinco é um mineral, o que significa que você só precisa consumir quantidades muito pequenas para obter o suficiente para uma saúde ideal. "Mulheres adultass precisam de 8 miligramas de zinco diariamente. Já uma mulher grávida, precisa de 11 miligramas e uma mulher que amamenta precisa de 12 miligramas", diz a especialista em ciências fisiológicas Amy Gorin.

É possível absorver o metal por meio de alimentos ricos em zinco, como ostras, aves e aveia, ou na forma de suplemento. Uma pequena quantidade desse mineral afeta profundamente o funcionamento do corpo, bem como sua deficiência. "Não é preciso mais do que uma leve deficiência de zinco para afetá-lo", pontua a médica Amanda Bontempo.

Para a sua saúde da mulher, ele é ainda mais fundamental. Por isso listamos os benefícios do Zinco:

Publicidade

1- Ajuda a manter o sistema imunológico saudável

"O zinco ajuda na defesa contra toxinas e substâncias estranhas que ameaçam a imunidade", diz Gorin. Funciona auxiliando o desenvolvimento de células T cruciais, que ajudam a combater células cancerígenas e infectadas por vírus, e algumas pesquisas dizem que também ajuda a combater a inflamação.

Publicidade

2- Mantém o açúcar no sangue estável

A insulina é o hormônio responsável pela regulação do açúcar no sangue, o sistema que transforma os alimentos em energia que seu corpo pode utilizar. "O zinco desempenha um papel na síntese, armazenamento e liberação de insulina no pâncreas", diz Gorin, "o que significa que indiretamente desempenha um papel na manutenção dos níveis de açúcar no sangue estáveis." 

Publicidade

3- Ajuda seu corpo a curar

O mineral interage com as plaquetas sanguíneas para ajudar na coagulação do sangue. "Obter zinco suficiente é crucial para a cura de arranhões e cortes , diz Gorin.

4- Mantém a digestão funcionando perfeitamente

O zinco atua como cofator em muitas atividades gastrointestinais, o que significa que o corpo não consegue digerir os alimentos e absorver os nutrientes de maneira adequada sem ele. Na verdade, um estudo de 2016 descobriu que mesmo uma pequena deficiência de zinco pode ter grandes impactos digestivos. "É fácil confundir sintomas como náuseas, vômitos ou diarreia com algo como intolerância ao glúten", diz Bontempo. "Mas pode ser que você esteja com pouco zinco."

5- Auxilia a saborear a comida

O mineral é encontrado na gustina, uma proteína da saliva; portanto, é crucial para o pleno funcionamento da percepção do paladar. Diminuições na secreção de gustina têm sido associadas ao desenvolvimento anormal das papilas gustativas e à perda do paladar. A falta de zinco pode ser a causa disso.

6- Pode ajudar na concentração

Uma pesquisa mostrou que os níveis de zinco podem afetar o tempo que você consegue sentar e se concentrar. "Os pesquisadores observaram mudanças comportamentais quando pessoas com deficiência comiam alimentos ricos em zinco", diz Bontempo. "Nenhum mecanismo específico foi identificado para o baixo teor de zinco causando problemas de atenção - mas a correlação existe."

7- Mantém o metabolismo forte

"O zinco ajuda a metabolizar proteínas , carboidratos e gordura", diz Bontempo. "Quando você não tem o suficiente, você pode sentir energia reduzida e lentidão." Você também pode ter mais dificuldade para perder peso - na verdade, um estudo publicado em 2019 descobriu que suplementos de zinco ajudam na perda de peso.

E onde encontramos esse mineral tão importante? Anota aí!

Podemos encontrar: carne vermelha, peixe, frango, arroz integral, feijão, grão-de-bico, lentilha, gema de ovo, espinafre, camarão, castanhas, amendoim e chocolate amargo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.