Ambev repõe kits de ambulantes prejudicadas no primeiro dia de Carnaval

Durante confusão, foliões caíram sobre materiais de 17 ambulantes dentro do circuito Barra-Ondina

Juciane Oliveira comemora o recebimento dos novos kits

Juciane Oliveira comemora o recebimento dos novos kits

Gabriel Magalhães/Divulgação

Nesta quinta-feira, 20, um grupo de ambulantes perdeu materiais de trabalho dentro do Circuito Barra-Ondina durante confusão em passagem de um trio. Mas na sexta (21), o segundo dia de Carnaval, as vendedoras puderam trabalhar normalmente. Dezessete novos kits foram entregues pela Cervejaria Ambev, dona da Skol – cerveja oficial do Carnaval de Salvador há 4 anos – que se prepara exclusivamente para fornecer aos ambulantes credenciados pela Prefeitura de Salvador o kit de materiais, antes do início do evento.
Este ano é o primeiro em que Tailane dos Santos, 20 anos, se credencia como vendedora ambulante no evento. A jovem não esperava vivenciar a situação na avenida e ficou preocupada com o prejuízo que teria. “Foi um alívio. Quinta foi o primeiro dia do Carnaval e se não tivéssemos recebido este material a gente não teria continuado”, comentou.

A marca, que não possui estoque para repor os kits danificados, se sensibilizou com o caso e encomendou a montagem de sete novos conjuntos de materiais. “Nós sabemos como os ambulantes se preparam para aproveitar o período de festas e fazer uma renda extra. Assim que ficamos sabendo do que aconteceu, buscamos a melhor forma para ajudar as vendedoras. Apesar de não possuirmos estoque para fazer a reposição destes materiais, felizmente conseguimos atender a esta demanda”, comentou Harry Racz, gerente regional de marketing da Ambev.

“Nós já havíamos adquirido o material que tínhamos direito, então eu agradeço muito por ter recebido novamente o kit completo. Um isopor sem uma barraca não é nada. Amanhã, nós teremos o sombreiro para proteger do sol. Nós tínhamos perdido tudo isso e graças a Deus nós recebemos de novo” agradeceu Laila Santos, 32, que se credencia como ambulante há cinco anos e estará no circuito realizando as vendas até o final do Carnaval com os novos materiais.

Tailane dos Santos se sentiu aliviada por conseguir novamente o kit completo para realizar as vendas

Tailane dos Santos se sentiu aliviada por conseguir novamente o kit completo para realizar as vendas

Gabriel Magalhães/Divulgação