Irmãs Minerato estreiam em escolas diferentes e afastam rivalidade 

"Jamais haverá concorrência, apenas torcida", diz Ana Paula, musa da Tatuapé, sobre a relação dela com Tati, da Águia de Ouro

Ana e Tati estavam na Gaviões desde criança

Ana e Tati estavam na Gaviões desde criança

Leo Franco/AgNews

Durante muitos anos, Tati e Ana Paula Minerato desfilaram juntas na Gaviões da Fiel, como rainha de bateria e musa da escola, respectivamente. Em 2018, Tati foi afastada da agremiação alvinegra por conta de um desentendimento com Renatta Teruel e Ana deixou a escola em respeito à irmã.

Após um ano fora da folia paulistana, elas estão de volta ao Anhembi, porém, de um jeito diferente. Pela primeira vez, as irmãs vão desfilar defendendo pavilhões distintos. Ana é musa de bateria da Acadêmicos do Tatuapé e Tati, da Águia de Ouro — além de ser rainha da Vila Mathias, escola do Carnaval de Santos, litoral de São Paulo. 

"Acho que vou estranhar, porque a gente costumava se arrumar juntas. Mas, de qualquer forma, estou feliz porque vamos sair em dias diferentes e vamos poder assistir uma a outra e torcer muito. Quero que ela faça um lindo desfile", declara Tati.

Irmãs celebram volta ao Carnaval de São Paulo

Irmãs celebram volta ao Carnaval de São Paulo

Fotos de Thiago Duran/AgNews

Ana reforça a torcida "para a irmã brilhar muito". "Foi uma linda história que escrevemos na Gaviões, e isso ninguém vai mudar. Mas, talvez, agora seja a hora de cada uma seguir seu caminho e seus convites. Jamais haverá concorrência, apenas torcida", complementa.

De casa nova, Tati afirma estar bem à vontade na Águia de Ouro. "Estou muito feliz e surpresa com todo carinho, recepção, acolhimento. É uma grande família e eu já me sinto parte dela", comemora a modelo, que também se diz muito honrada por estrear como rainha na Baixada Santista.

Em escolas diferentes, elas vão torcer uma pela outra

Em escolas diferentes, elas vão torcer uma pela outra

Fotos de Thiago Duran/AgNews

Ana, por sua vez, revela que ficou ansiosa ao pisar pela primeira vez em uma agremiação diferente. "Fiquei com muito frio na barriga! Entrar numa escola nova depois de tantos anos e ser coroada como integrante da bateria foi bem especial."

Retorno ao Carnaval de São Paulo

Tati e Ana ficaram longe do Anhembi por apenas um ano, porém, tempo suficiente para que sentissem falta de vestir as fantasias. 

"Aí que a gente vê o quanto gosta. Sempre foi por amor, um ano que estive fora e já senti saudade. A expectativa é boa [para voltar]", afirma Ana.

Tati confessa que é muito difícil ficar fora do Carnaval paulistano. "Estou muito feliz com esse retorno. Estou voltando para minha raiz que é São Paulo. Já estava com saudade do Anhembi."