Entretenimento Corpo do cartunista Quino será cremado em Mendoza 

Corpo do cartunista Quino será cremado em Mendoza 

Cerimônia será restrita a familiares e amigos íntimos por conta da pandemia de covid-19; criador da Mafalda morreu aos 88 anos na quarta-feira (30)

Quino morreu aos 88 anos

Quino morreu aos 88 anos

Reprodução/Instagram

O corpo de Quino será cremado em Mendoza, na Argentina, cidade natal do quadrinista. O "pai" da Mafalda morreu aos 88 anos nesta quarta-feira (30). Por conta da pandemia de covid-19, a cerimônia será restrita a familiares e amigos mais próximos.

"A família de Quino relata que seus restos mortais serão cremados em uma cerimônia íntima, em sua cidade natal, dadas as restrições devido à pandemia", informou comunicado postado no perfil oficial de Quino no Instagram.

O cartunista sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) nos últimos dias e não resistiu, segundo informações do jornal argentino Clarín.

Joaquín Salvador Lavado nasceu na cidade de Mendoza, na Argentina, em 1932. Um dos trabalhos mais emblemáticos do cartunista foi a personagem Mafalda. Preocupada com a paz e os direitos humanos, ela foi apresentada pela primeira vez em 29 de setembro de 1964 no semanário argentino Primera Plana.

Com Mafalda, Quino venceu diversos prêmios e honrarias internacionais, entre eles, o Príncipe das Astúrias (Espanha), o Cavaleiro da Ordem das Artes e Letras (França), a medalha de Ordem do Mérito Artístico e Cultural Pablo Neruda (Chile) e do "Ambrogino d'Oro" (Itália).

Últimas