Famosos e TV 'A distância da família foi o grande obstáculo durante as gravações de Reis', diz Thaís Pacholek 

'A distância da família foi o grande obstáculo durante as gravações de Reis', diz Thaís Pacholek 

Atriz encontrou em Marilis, personagem a que dá vida na primeira temporada da série, força para driblar ausência do marido e do filho  

  • Famosos e TV | Ricardo Pedro Cruz, do R7

Atriz conversou com a imprensa durante coletiva no Cinemark Cidade Jardim, em São Paulo

Atriz conversou com a imprensa durante coletiva no Cinemark Cidade Jardim, em São Paulo

Edu Garcia/R7 - 16.03.2022

Thaís Pacholek encontrou em Marilis, personagem a que dá vida na primeira temporada de Reis — nova superprodução bíblica da Record TV —, a força necessária para driblar a saudade da família durante o processo de gravação da trama no Rio de Janeiro. 

A atriz, que mora com o marido, o sertanejo Belluti, e o filho, Luís Miguel, em São Paulo, conta que precisou fazer um acordo com o garoto de 5 anos. Em conversa com o R7, a estrela revelou que a distância foi o maior obstáculo para a realização do trabalho. 

"A distância realmente foi o meu grande obstáculo. Eu tinha um combinado com o meu filho. Se eu fosse... Porque o nosso roteiro de gravação sai toda semana. Então saiu o roteiro e a mamãe vai gravar dois dias, então eu ia e voltava. Ah, vou gravar a partir de três dias, aí eu levava o meu filho comigo e uma pessoa para me ajudar", explicou.

Entretanto, apesar dos desafios pessoais, Thaís ressaltou que valeu a pena cada sacrifício. "Foi uma loucurinha, mas, quando você vê pronto, você fala: 'É uma loucura que valeu a pena'. A gente faz com tanto amor, com tanto empenho e o fruto disso é sempre positivo. A expectativa é que o público se apaixone pelas personagens, sofra junto com a gente, se emocione junto com a gente."

Marilis

Thaís Pacholek descreve a personagem como uma 'mulher forte'

Thaís Pacholek descreve a personagem como uma 'mulher forte'

Edu Garcia/R7 - 16.03.2022

Thaís Pacholek descreve a personagem como uma "mulher forte". Para dar vida à história de Marilis, a atriz mergulhou nos costumes da época para deixar o trabalho o mais real possível. "A gente estuda muito aquela época, a gente faz todo o processo para que isso aconteça de forma mais real possível. Eu, que trato uma mulher israelita, fiz todos os costumes daquela época. A gente vivenciou muito os costumes da época para conseguir passar a novela."

E completou: "A força da Marilis está muito presente em mim. Ela é uma mulher muito forte, que luta pelo que ela acredita. Ela luta pela base do filho, pela família. E isso é muito presente em mim também".

Últimas