Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Adriana Bombom conta que recebeu ligação de filha pedindo socorro após sofrer abuso

Lily Nobre, filha da apresentadora com Dudu Nobre, teria sido estuprada na madrugada do último domingo (8)

Famosos e TV|Do R7

Adriana Bombom resgatou a filha após jovem ter sido abusada
Adriana Bombom resgatou a filha após jovem ter sido abusada Adriana Bombom resgatou a filha após jovem ter sido abusada

Adriana Bombom é mãe de Lily Nobre, do casamento com Dudu Nobre, e contou que foi resgatar a jovem de 20 anos depois que ela sofreu um abuso sexual. Olivia, nome de batismo da cantora, teria sido estuprada na madrugada do último domingo (8) em uma festa no Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Em entrevista ao Cidade Alerta, Bombom elogiou a filha pela coragem de denunciar o caso, mesmo sabendo que a história viria a público. "Ela é uma mulher que luta pela causa das mulheres, então a atitude da Olivia foi muito nobre, de dar a cara a tapa", disse.

Segundo o programa da Record TV, Olivia foi ao evento, que aconteceu em uma comunidade, após ter saído da festa de aniversário da mãe. A jovem relatou à polícia que acredita ter sido dopada, pois só lembra de momentos esporádicos do que aconteceu, mas se recorda de ter sido abusada por mais de uma pessoa.

A apresentadora deu mais alguns detalhes sobre o caso. Ela disse que a filha tomou uma bebida na festa e começou a se sentir mal depois disso. A ex-peoa de A Fazenda também contou que a jovem se lembra de ver vultos e, quando acordou, após o abuso, ligou para ela pedindo socorro.

Publicidade

Adriana Bombom contou que se assustou com a ligação da filha, mas logo tratou de descobrir onde era a festa e ir lá com o motorista para buscar Lily. Após ter resgatado a jovem, levou-a para o médico e para a delegacia de polícia. "Agora é só a gente aguardar que a justiça seja feita. Tudo o que eu mais desejo é que a justiça seja feita. Estou muito abalada", concluiu.

Ainda segundo o Cidade Alerta, o caso está sendo tratado como estupro de vulnerável. A Polícia Civil do Rio de Janeiro já ouviu nove testemunhas, e pelo menos 40 nomes de pessoas que estavam no evento já foram levantados.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.