Famosos e TV Antes de ser famosa, Palmirinha contou ter ficado por duas vezes 'entre a vida e a morte'

Antes de ser famosa, Palmirinha contou ter ficado por duas vezes 'entre a vida e a morte'

Apresentadora morreu aos 91 anos na manhã do último domingo (7), após passar cerca de quatro semanas internada

  • Famosos e TV | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Palmirinha morreu aos 91 anos, no último domingo (7).

  • Culinarista contou que ficou 'entre a vida e a morte' duas vezes.

  • Apresentadora viveu momentos difíceis e foi vítima de violência doméstica.

Reprodução/Instagram

Palmira Nery da Silva Onofre, a Palmirinha, morreu, aos 91 anos, na manhã do último domingo (7). A apresentadora estava internada desde o dia 11 de abril em um hospital particular, em São Paulo, para tratar problemas renais crônicos e não resistiu. Sucesso em todo o Brasil, a culinarista estreou na televisão apenas aos 64 anos, após uma vida difícil. Em entrevista ao R7, em 2014, Palmirinha relembrou alguns dos momentos complicados que enfrentou e contou que ficou "entre a vida e a morte" duas vezes, uma antes mesmo de ser famosa.

Palmirinha disse que enfrentou um câncer nos anos 1980, cerca de dez anos antes de começar a trabalhar na televisão, e pensou que iria morrer. "Já fiquei entre a vida e a morte duas vezes. A primeira eu fiquei 45 dias internada, mais de dez dias na UTI, quando tive um câncer no útero, na década de 1980. Os médicos achavam que eu jamais fosse voltar. Eu ficava um pouco em coma e um pouco eu ouvia o que as pessoas falavam, mas não tinha reação. E eu viajava", relembrou.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp
• Compartilhe esta notícia no Telegram

A segunda vez que a culinarista pensou que não fosse resistir aconteceu em outubro de 2013, quando precisou ser internada. "Comecei a me sentir mal em casa. Eu jantei e passei muito mal. Foi quando me levaram para o hospital e descobriram uma infecção urinária. Eu tremia de frio. Minha voz nem saía. Fui parar no hospital Osvaldo Cruz. Foi o doutor Luis Carlos Neves quem salvou a minha vida. Eu perdi 10 quilos, era bem gordinha. A vontade de querer viver mais um pouquinho foi o que me fez levantar. Durante a vida toda eu não tive tempo de ficar com as minhas filhas. Trabalhava muito e não dava carinho a elas. E nessas duas situações eu só pedia a Deus que me deixasse ficar um pouquinho mais com a minha família", contou.

Além dos problemas de saúde, Palmirinha enfrentou dificuldades na vida familiar. Ainda na infância, a apresentadora apanhava muito da mãe. O pai sempre a defendeu e a mandou para São Paulo para morar com uma senhora francesa, aos 6 anos.

Na vida adulta, a culinarista foi vítima de violência doméstica do falecido marido. Para criar as filhas, ela vendia doces na rua, e foi o dom culinário que fez com que ela ficasse famosa e aparecesse na televisão pela primeira vez, em 1994, no programa de Silvia Poppovic.

Apesar de ter enfrentado momentos difíceis, Palmirinha dizia que não mudaria a história dela se pudesse. "Acho que não. Apesar de ter sido muito triste, acho que não. Porque o sofrimento, aquilo que eu passei de ruim, me ajudou crescer cada vez mais e a perdoar", falou.

Palmirinha colecionou momentos fofos que vão de soneca no sofá a vovó foliã

Últimas