Famosos e TV Cardi B é condenada nos EUA por agressão e ameaça contra suposta amante do marido

Cardi B é condenada nos EUA por agressão e ameaça contra suposta amante do marido

Rapper recebeu a sentença de 15 dias de serviço comunitário após ter confessado que contratou duas pessoas para agredir a bartender

  • Famosos e TV | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Cardi B foi condenada a fazer serviço comunitário nos EUA

  • O crime ocorreu em 2018

  • A rapper contratou duas pessoas para agredir a suposta amante do marido

  • Ela confessou o delito

Cardi B foi condenada a serviço comunitário por agressão

Cardi B foi condenada a serviço comunitário por agressão

Reprodução/Instagram

A rapper Cardi B confessou o crime de ter contratado duas pessoas para agredir uma bartender. A artista foi condenada a 15 dias de serviço comunitário pelo Tribunal do Condado de Nova York por agressão e ameaça. O crime ocorreu em 2018.

A intérprete de Bodak Yellow mandou atacar Jade Wattley, bartender de uma boate nova-iorquina. Rumores apontavam que a vítima era amante do rapper Offset, marido de Cardi B. Atualmente, Jade é namorada do também rapper 6ix9ine.

"Parte de crescer e amadurecer é ser responsável por suas ações. Como mãe, é uma prática que estou tentando incutir em meus filhos, mas o exemplo começa comigo. Tomei algumas decisões ruins no passado que não tenho medo de enfrentar e admitir. Esses momentos não me definem e não refletem quem eu sou agora. Estou ansiosa para superar essa situação com minha família e amigos e voltar às coisas que eu mais amo – a música e meus fãs", disse a rapper no tribunal.

Após o julgamento, Cardi postou fotos saindo da corte. Ela vestia roupas brancas. "Nem todo dia o sol vai brilhar. Por isso eu amo o amanhã", escreveu a artista na publicação.

Últimas