Depp é acusado de estrangular e culpar Amber Heard por lesão

Durante uma briga em 2015 na Austrália, Johnny prendeu Amber em uma mesa de ping-pong e a sufocou; ele machucou o dedo e a responsabilizou

Johnny Depp pode ter estrangulado Amber

Johnny Depp pode ter estrangulado Amber

De acordo com o Daily Mail nesta quarta-feira (18), Johnny Depp estrangulou Amber Heard após prender a atriz contra uma mesa de ping-pong no dia 4 de março de 2015, na Austrália. 

Foi dito que o ator arrancou a camisola da atriz e zombou dela enquanto segurava seus seios. Os dois participaram de uma audiência em um Tribunal Superior para discutir o caso.

Durante a briga, Johnny cortou o dedo. Quando o ferimento aconteceu, ele ligou para o médico perguntando o que deveria fazer e, depois, alegou que Amber causou a lesão. 

Textos que foram ao tribunal pela primeira vez, revelaram que Depp enviou uma mensagem para o médico, David Kipper, nos dias 7 e 19 de março de 2015. Nas mensagens, ele perguntava como proceder. "Cortei a ponta do dedo médio. O que devo fazer? Exceto, é claro, ir ao hospital", disse.

"Me sinto envergonhado por me envolver em qualquer coisa com ela", concluiu. 

12 dias depois, Johnny agradeceu ao doutor. "Obrigado por tudo. Cortei meu dedo médio esquerdo como um lembrete de que nunca deveria cortá-lo novamente", contou. 

Depp está no sul da França, enquanto Amber está em Los Angeles. Uma das advogadas do ator não pôde comparecer ao tribunal por estar isolada por causa do coronavírus.