Famosos e TV Dulce María, do RBD, lamenta morte de brasileira em show de Taylor Swift: 'Algo terrível'

Dulce María, do RBD, lamenta morte de brasileira em show de Taylor Swift: 'Algo terrível'

Na resposta, Dulce María relembrou ainda a morte de três pessoas em um tumulto ocorrido durante apresentação do grupo mexicano, em São Paulo, em 2006

  • Famosos e TV | Do R7

Reprodução/ Redes sociais

A cantora Dulce María, uma das integrantes do grupo mexicano RBD, lamentou, nesta quarta-feira (22), a morte de Ana Clara Benevides, jovem de 23 anos, durante show de Taylor Swift, no Rio.

"É algo terrível, para o qual não há palavras. Nós vivemos isso, e é coisa que pode acontecer [com um artista]. Mas, graças a Deus, pela experiência que tivemos, cuidamos da segurança para que não se repetisse. Mas é lamentável", declarou ela, em entrevista à imprensa mexicana. (Assista ao vídeo abaixo)

Na resposta, Dulce María relembra a morte de três pessoas em um tumulto ocorrido durante apresentação e sessão de autógrafos do grupo, em São Paulo, em 2006. Outras 42 pessoas ficaram feridas na ocasião. A tragédia ocorreu seis minutos depois do início do show.

RBD e Taylor Swift fizeram as suas respectivas turnês pelo Brasil, simultaneamente. 

Clique aqui e receba as notícias do R7 Entretenimento no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

A estudante universitária Ana Clara Benevides, de 23 anos, morreu, na sexta-feira (17), após passar mal durante o show da cantora Taylor Swift, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. A causa da morte foi uma parada cardiorrespiratória. Vale destacar que a sensação térmica no local da apresentação atingiu a marca de 60°C.

A jovem desmaiou pouco antes de a cantora americana entrar no palco e chegou a receber os primeiros atendimentos no local. Depois, foi enviada ao Hospital Municipal Salgado Filho, mas não resistiu.

Últimas