'Em Nome da Justiça' mostra modelo condenada após imagem viralizar

Suspeita de participação em assalto, situação ficou complicada, apesar de provas apresentadas por ela mostrarem que estaria em outro lugar

Ilana Casoy e Bacci comandam o programa

Ilana Casoy e Bacci comandam o programa

Antonio Chahestian/Record TV

O terceiro episódio de Em Nome da Justiça, que vai ao ar nesta quinta-feira (13), relembra o caso da modelo Bárbara Querino, presa por suspeita de participação em um assalto. Ela alega inocência, mas uma imagem dela que viralizou na internet complicou a situação.

As vítimas recebem as imagens e afirmam que ela é uma das criminosas.

Apesar das provas e testemunhas apresentadas por Bárbara de que estaria em outro lugar, prevalece o reconhecimento feito pelas vítimas e ela é condenada.

Mas, de novo, a internet entra em cena e surge, nas redes, um movimento para libertá-la.

O programa mostra os detalhes do caso e como terminou esta história.

Em Nome da Justiça é comandado por Luiz Bacci, com participação de uma das maiores estudiosas brasileiras do assunto, a criminóloga Ilana Casoy. A atração, que estreou em janeiro, analisa decisões judiciais de crimes que até hoje despertam dúvidas sobre a inocência ou culpa dos acusados e chama a atenção para os erros cometidos pelo sistema.

O programa vai ao ar toda quinta-feira, às 22h30.