Felipe Araújo quebra silêncio sobre pensão do filho de 1 ano; vídeo

"Precisava vir a público me defender, sendo que diversas acusações e ataques estão sendo feitos a mim, com informações inverídicas", disse o cantor

Músico se defendeu das acusações da ex-mulher

Músico se defendeu das acusações da ex-mulher

Bebê Mamãe

Felipe Araújo compartilhou no Instagram, nesta terça-feira (16), um vídeo em que se defende da ex-mulher, Caroline Marchezi. Na semana passada, Carol divulgou um desabafo acusando o sertanejo de agredí-la psicologicamente e de pedir redução do valor de pensão para o filho deles, Miguel, de apenas 1 ano.

"É um assunto muito desconfortável, do qual eu não gostaria de estar falando. Tenho muita responsabilidade e preocupação da exposição que está sendo feita com a vida do meu filho, do direito livre dele de livre arbítrio", falou o cantor no início do vídeo.

"Mas precisava vir a público me defender, sendo que diversas acusações e ataques estão sendo feitos a mim, com informações que são inverídicas. Gostaria de deixar bem claro que jamais, nunca, eu pedi a redução do valor de pensão alimentícia que foi estabelecido pelo juiz, pela justiça", disse ele.

"Me propus a pagar além da pensão, todas as despesas com relação à saúde e educação"

"Me propus a pagar além da pensão, todas as despesas com relação à saúde e educação"

Cristiano Borges/AgNews

Na gravação, Felipe disse ainda que sempre pagou a pensão, "até a mais", e que nunca recorreu à Justiça para pedir revisão. "Inclusive, me propus, a pagar além da pensão, todas as despesas do Miguel com relação à saúde e educação", afirmou.

Felipe também falou tem sido atacado por pessoas que estão dizendo que o cantor paga apenas dois salários míninos ao filho. "Isso é até uma piada. Fiquei todos esses dias triste, ouvindo acusações que tenho recebido. Não condiz com a verdade. É muito, mas muito, muito acima disso!", falou o cantor, sem dizer a quantia exata que paga. 

No vídeo, Felipe ainda esclareceu sobre o suposto valor que aex-mulher mulher teria pedido à Jutiça, não o que foi determinado pelo juíz. "Estão querendo dizer que eu estava contestando o valor absurdo, que eu considero, que uma criança conseguiria gastar sozinha, que foi pedido pela mãe do Miguel. Eu estava contestando esse valor que pedido e nunca o valor que foi determinado pela justiça. Jamais! Nunca recorri, sempre acatei tudo que a justiça determinou."

"Em nenhum momento entrei na justiça pedindo a guarda do Miguel", afirmou o cantor

"Em nenhum momento entrei na justiça pedindo a guarda do Miguel", afirmou o cantor

Divulgação

O músico também falou sobre o boletim de ocorrência dito por Caroline de agressão psicológica. "Quanto ao boletim de ocorrência, eu não tomo conhecimento. Até porque nunca fui chamado pela justiça ou pela polícia para falar sobre ele. Eu e a mãe do Miguel a gente já discutiu algumas veses, mas em nenhum momento entrei na justiça pedindo a guarda do Miguel. Isso é mto fácil de provar", afirmou.

ENTENDA O CASO

A ex-namorada de Felipe Araújo, Caroline Marchezi, fez na quarta-feira (10) um desabafo nas redes sociais. A influenciadora e psicóloga acusou o sertanejo de agredi-la psicologicamente e de pedir redução do valor de pensão para o filho deles, Miguel, de apenas 1 ano.

Caroline declarou que, quando ainda estava grávida, Felipe já não teria participado dos custos do pré-natal, além de ter pedido redução do valor da pensão na reta final da gestação.

"A advogada dele ofereceu 2 salários mínimos para meu filho, depois ofereceu 3. Meu advogado disse que, com esse valor, não haveria acordo, e foi aberto o processo", esclareceu a psicóloga.

"Ele veio na minha direção, apontando o dedo no meu rosto, com tom de voz alterado, e dizendo a quem quissese ouvir: 'Vou contratar os melhores advogados e vou tirar o Miguel de você'. Isso não me agrediu como ser humano. Isso me agrediu como mãe. Perdi o sono", relembrou.