Famosos e TV Ex de Felipe Araújo acusa cantor de agressão e de reduzir pensão

Ex de Felipe Araújo acusa cantor de agressão e de reduzir pensão

Caroline Marchezi disse que sertanejo também não ajudou nos custos do pré-natal e registrou um B.O. contra ele após uma briga; assessoria dele nega

  • Famosos e TV | Do R7

Caroline disse que fez B.O. após briga com cantor

Caroline disse que fez B.O. após briga com cantor

Fotos de Reprodução/Instagram

A ex-namorada de Felipe Araújo, Caroline Marchezi, fez um longo desabafo nas redes sociais nesta quarta-feira (10). A influenciadora e psicóloga acusou o sertanejo de agredi-la psicologicamente e de pedir redução do valor de pensão para o filho deles, Miguel, de apenas 1 aninho. 

Caroline declarou que, quando ainda estava grávida, Felipe já não teria participado dos custos do pré-natal, além de ter pedido redução do valor da pensão na reta final da gestação.

"A advogada dele ofereceu 2 salários mínimos para meu filho, depois ofereceu 3. Meu advogado disse que, com esse valor, não haveria acordo, e foi aberto o processo", esclareceu a psicóloga.

Em setembro do ano passado, Carol disse ter discutido com Felipe e o acusou de agredi-la psicológica e moralmente. Após o episódio, a mãe do filho do cantor decidiu registrar um boletim de ocorrência contra ele.

"Ele veio na minha direção, apontando o dedo no meu rosto, com tom de voz alterado, e dizendo a quem quissese ouvir: 'Vou contratar os melhores advogados e vou tirar o Miguel de você'. Isso não me agrediu como ser humano. Isso me agrediu como mãe. Perdi o sono", relembrou.

Por meio de nota, a assessoria de Felipe negou as acusações e afirmou que  "mesmo sem realizar qualquer show há mais de 3 três meses, vem cumprindo fielmente com o determinado pela decisão judicial".

Leia a nota da assessoria do cantor na íntegra

A defesa de Felipe Araújo refuta veemente todas as alegações feitas por Vsa. Senhoria na mensagem anterior.
A defesa ainda informa que Felipe jamais ajuizou qualquer ação para reduzir a pensão alimentícia do filho Miguel.

Esclarece que quando a Sra Caroline estava grávida de 7 meses, Felipe ajuizou uma ação de fixação de alimentos gravídicos (ou seja, antes mesmo da realização de exame de DNA).

A defesa de Felipe informa que paga mensalmente ao menor Miguel o valor fixado pelo poder judiciário, e, que mesmo sem realizar qualquer show há mais de 3 três meses vem cumprindo fielmente com o determinado pela decisão judicial.

Quanto a alegação de que Felipe supostamente esta buscando a guarda do menor, notadamente se trata de uma inverdade descabida, vez que sequer cogitou essa situação, pois entende e concorda que o filho deve residir com a genitora.

Finalmente, quanto ao Boletim de Ocorrência alegado, a defesa informa que nunca tomou conhecimento de tais fatos. Negando também as alegações de que teria ameaçado tirar a guarda do filho em qualquer momento, vez que nunca teve esta intenção.

 Leia o desabafo completo de Caroline

Últimas