Famosos e TV Justiça determina que capivara Filó entregue ao Ibama volte a morar com influenciador

Justiça determina que capivara Filó entregue ao Ibama volte a morar com influenciador

O tiktoker Agenor Tupinambá foi multado em R$ 17 mil por suspeita de abuso, maus-tratos e exploração animal

  • Famosos e TV | Do R7

Resumindo a Notícia
  • A Justiça determinou que capivara entregue ao Ibama volte a morar com influenciador.

  • Agenor Tupinambá havia sido multado em R$ 17 mil por suspeita de maus-tratos.

  • O juiz entendeu que o jovem ribeirinho vive de maneira integrada à natureza.

  • O tiktoker tem a guarda provisória do animal e deve cumprir algumas condições.

Agenor Tupinambá ganha guarda provisória da capivara Filó

Agenor Tupinambá ganha guarda provisória da capivara Filó

Reprodução/Instagram Montagem/R7

A Justiça determinou que a capivara Filó, que havia sido entregue ao Ibama, volte a morar com o influenciador Agenor Tupinambá. O órgão público havia retirado o animal do tiktoker e multado o jovem em R$ 17 mil por suspeita de abuso, maus-tratos e exploração animal.

Agenor é um jovem ribeirinho que vive em Autazes, cidade a 111 km de distância de Manaus, no Amazonas. Ele faz sucesso nas redes sociais mostrando o dia a dia e os cuidados com os animais, como Filó, o que foi considerado exploração animal pelo Ibama.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

O caso ganhou grande visibilidade nas redes sociais e houve uma movimentação do influenciador e de internautas para pedir que a capivara fosse devolvida. O tiktoker ganhou o apoio da deputada estadual Joana Darc (União Brasil), que compartilhou a decisão judicial que concedeu a guarda provisória do animal ao jovem.

"Pelos diversos vídeos publicados, constata-se que o autor, morador de zona rural de um pequeno município do interior do estado do Amazonas, vive em perfeita simbiose com a floresta e com os animais ali existentes. Não há muros ou cercas que separam o casebre do autor em relação aos limites da floresta. Os animais circundam a casa e andam livremente em direção à residência ou no rumo do interior da mata. Não há animais de estimação na casa do autor porque o seu quintal é a própria Floresta Amazônica. Percebe-se, portanto, que não é a Filó que mora na casa de Agenor. É o autor que vive na floresta, como ocorre com outros milhares de ribeirinhos na Amazônia, realidade muito difícil de ser imaginada por moradores de outras localidades urbanas do Brasil. Ante o exposto, concedo a tutela provisória de urgência para que, até o desfecho da lide, seja deferida a guarda provisória da capivara Filó a Agenor Bruce Tupinambá. Como consequência, determino que o IBAMA seja compelido a fazer a entrega do animal ao autor, imediatamente", disse o juiz Márcio André Lopes Cavalcante na decisão.

O magistrado também determinou que o transporte de Filó da sede do Ibama para a casa do influenciador seja feita de maneira segura e com o acompanhamento de um biólogo ou veterinário. Além disso, o ribeirinho também é obrigado a informar as condições de saúde do animal periodicamente a um juiz e facilitar o acesso de órgãos ambientais para a fiscalização.

Nas redes sociais, Agenor comemorou a decisão da Justiça. "É nossa. Queria agradecer a cada um de vocês que está com a gente desde o começo, que está nessa luta. A gente não ia conseguir sem a força de vocês. A vitória é nossa. Mais uma vez o amor venceu", disse o influenciador.

Assista ao vídeo abaixo:

Conheça Filó, a capivara que morava com o influenciador Agenor Tupinambá

Últimas