Famosos e TV Luisa Mell critica cia aérea após morte de cachorro em voo

Luisa Mell critica cia aérea após morte de cachorro em voo

'Quantos cães e gatos mortos serão necessários para que parem de tratar animais como bagagem?', declarou a ativista

  • Famosos e TV | Do R7

Luisa Mell repudiou criadores que mandaram o animal no bagageiro sem acompanhamento

Luisa Mell repudiou criadores que mandaram o animal no bagageiro sem acompanhamento

Fotos de Reprodução/Instagram/Montagem R7

Luisa Mell usou as redes sociais para criticar a companhia aérea após a morte de um cachorro em um voo de São Paulo com destino ao Rio de Janeiro. A ativista lamentou o ocorrido e cobrou que as cias "não tratem animais como bagagens".

"Até quando??? Quantos cães e gatos mortos serão necessários para que as companhias aéreas mudem seu protocolo e parem de tratar animais como bagagem? Até quando nossa sociedade irá permitir tal absurdo?!", começou Luisa.

"A lei está completamente errada, cachorro não é bagagem e não devia ser colocado no bagageiro em hipótese nenhuma. @latamairlines, por favor, queremos um posicionamento da empresa. Sobre este caso e sobre mudanças necessárias e urgentes!", completou.

No texto, a ativista ainda repudiou a atitude dos criadores do filhote de golden retriever por ter colocado o animal no bagageiro sem acompanhamento e também falou sobre a adoção de pets.

"Se era uma viagem Rio-SP deviam ter levado de carro que é muito mais confortável pro cachorro, que vai com ar condicionado e tem muito mais espaço do que apertado numa caixa de transporte!!!", sugeriu. "E para terminar… meu Deus por que alguém tem que comprar um cachorro em outro estado? Por que não adotam? Desculpem, mas vocês ainda não entenderam que o mundo tem que mudar?", completou.

Leia a publicação na íntegra

Últimas