Famosos e TV Quem é Monark, podcaster que foi cancelado por defender o nazismo

Quem é Monark, podcaster que foi cancelado por defender o nazismo

Apresentador do podcast 'Flow' defendeu partido nazista no Brasil, perdeu patrocínios e foi demitido; saiba mais sobre ele

  • Famosos e TV | Do R7

Monark perdeu patrocínios após defender partido nazista no Brasil

Monark perdeu patrocínios após defender partido nazista no Brasil

Reprodução

O nome do youtuber, gamer e podcaster Monark virou assunto nas redes sociais, nesta terça-feira (8), por conta de uma declaração polêmica. Durante uma entrevista com os deputados federais Kim Kataguiri (Podemos) e Tabata Amaral (PSB), no podcast Flow, ele defendeu a existência de um partido nazista no Brasil.

"A esquerda radical tem muito mais espaço que a direita radical, na minha opinião. As duas tinham que ter espaço, na minha opinião. [...] Eu acho que o nazista tinha que ter o partido nazista reconhecido pela lei", disse.

O vídeo viralizou e repercutiu muito mal entre os internautas. Monark sofreu as consequências: perdeu seguidores, viu ao menos seis grandes marcas romperem o contrato de patrocínio que tinham com ele e também não faz mais parte da equipe do Flow.

Diante da repercussão, Monark gravou um vídeo para pedir desculpas pela declaração.  

"Eu errei, a verdade é essa. Eu estava muito bêbado e fui defender uma ideia que acontece em outros lugares do mundo — nos Estados Unidos, por exemplo —, mas eu fui defender essa ideia de um jeito muito burro, eu estava bêbado, eu falei de uma forma muito insensível com a comunidade judaica. Peço perdão pela minha insensibilidade", afirmou. "Fui insensível, sim, errei na forma com que eu me expressei, dá a entender que estou defendendo coisas abomináveis."

Monark é o nome artístico de Bruno Aiub. Ele tem 31 anos e é apresentador e cocriador do podcast Flow com Igor Coelho, o Igor 3K. Antes de criarem o podcast, os dois comandavam canais de jogos eletrônicos.

O Flow era considerado, até então, um dos podcasts mais vistos do país. Além de apresentador, Monark é youtuber e gamer. Só no Instagram, ele tem mais de 555 mil seguidores.

Vale lembrar que esta não é a primeira polêmica em que o youtuber se vê envolvido. Em outubro do ano passado, ele perdeu patrocínio com uma grande marca depois de publicar no Twitter a seguinte pergunta: "Ter uma opinião racista é crime?".

Últimas