Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Rita Lee descreveu o próprio velório antes de morrer, revela nova autobiografia

Cantora morreu, aos 75 anos, no dia 8 de maio; filho deu detalhes do novo livro

Famosos e TV|Giullyana Aya Lourenço*, do R7


'Rita Lee: Outra autobiografia' foi lançada
nesta segunda-feira (22)
'Rita Lee: Outra autobiografia' foi lançada nesta segunda-feira (22)

O livro Rita Lee: Outra Autobiografia foi lançado nesta segunda-feira (22). A cantora, que morreu, aos 75 anos, no dia 8 de maio, havia anunciado em março a nova obra que detalha a história dela nos últimos dois anos de vida. João Lee, filho da artista, contou ao R7 no dia do velório da mãe, que ela narrou nas páginas o dia do enterro exatamente como ela pensou que iria acontecer.

João disse que a família sempre teve uma grande privacidade sobre a saúde de Rita, e apesar de terem um respeito muito grande com a mídia, a artista resolveu contar a própria história no novo livro: "Se alguém quiser falar alguma coisa tem que ser ela, não eu. Chegou num ponto que ela decidiu contar".

"Ela vai contar como foram os últimos dois anos dela e mais um monte de coisa. Eu recebi esse livro anteontem, fiquei até as 4h da manhã lendo, estou quase terminando o livro e as pessoas vão encontrar um show", contou.

Ele disse que vale muito a pena ler como Rita detalhou o dia do próprio velório: "Acho que vale a pena apreciar, é um texto até grandinho, não sei de cor, mas ela narrou esse dia exatamente como ela achou que fosse acontecer".

Publicidade

Este é o segundo livro em que Rita Lee conta a sua história. Em 2016 a cantora lançou Rita Lee: Uma autobiografia.

Na última sexta-feira (19), João relatou uma "sensação de vazio" ao voltar para a casa da mãe pela primeira vez após a morte dela. Ele disse que no início entrou em choque e ficou paralisado, mas que no dia seguinte, leu a nova autobiografia da mãe e sentiu como se ela estivesse lendo para ele.

Publicidade

"Fiquei, ontem, o dia todo sentado e lendo o livro na mesma cadeira e posição em que ela escreveu suas duas autobiografias. Lendo o livro, além de me trazer conforto e paz, trouxe também aquilo eu mais queria: a sensação de que ela está aqui comigo", disse.

Ele contou que passou o dia todo arrepiado, como se a mãe estivesse sentada ao lado dele contando tudo sobre o livro. "Eu consegui ouvir a sua voz lendo o texto. Agora, sinto a sua presença em toda a casa. Está dando um quentinho no coração e na alma que estava precisando. Parabéns pelo livro novo, mãe. Escrever um livro assim, passando pelo que estava passando, me faz ter ainda mais orgulho e admiração por você. Love you forever", completou.

Fãs encaram fila e chuva para se despedir de Rita Lee em velório em São Paulo

* Sob supervisão de Lello Lopes

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.