Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Sertanejos ficam na mira da Justiça e sofrem com shows cancelados 

Apresentação que Safadão faria amanhã foi suspensa pelo Tribunal de Justiça de Alagoas; Zé Neto e Gusttavo Lima também estão no centro da polêmica

Famosos e TV|Do R7

Show que Safadão faria amanhã foi suspenso pelo Tribunal de Justiça de Alagoas
Show que Safadão faria amanhã foi suspenso pelo Tribunal de Justiça de Alagoas Show que Safadão faria amanhã foi suspenso pelo Tribunal de Justiça de Alagoas

Wesley Safadão se apresentaria na festa de São João de Viçosa, em Alagoas, neste domingo (12), mas foi proibido pela Justiça de subir ao palco. A decisão saiu na sexta-feira (10) e é do Tribunal de Justiça de Alagoas. Segundo a liminar requerida pelo Ministério Público, o cantor receberia R$ 600 mil pela participação no evento junino e o valor seria incompatível com a atual situação do estado.

A "CPI dos Sertanejos" começou depois que Zé Neto, da dupla com Cristiano, criticou Anitta e os artistas que se beneficiam da Lei Rouanet. O próprio artista foi investigado pelo MP-MT devido ao show em Sorriso, Mato Grosso do Sul, em que ele falou mal da cantora. A partir daí, além de Safadão, nomes como Gusttavo Lima, Bruno e Marrone, Simone e Simaria também se viram no centro da polêmica.

O show que Gusttavo Lima faria em Conceição do Mato Dentro, Minas Gerais, foi suspenso. A apresentação deveria ocorrer durante a 30ª Cavalgada do Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matosinhos e custaria R$ 1,2 milhão aos cofres públicos da cidade. O prefeito José Fernando Aparecido de Oliveira lamentou a decisão e disse que a festa foi envolvida em "uma guerra político-partidária".

"Precisaremos adiar a vinda do Embaixador. Tentaram envolver a nossa cidade e a minha honra pessoal em questões que não nos representam", escreveu nas redes sociais.

Leia também

Apesar de a prefeitura de Conceição do Mato Dentro ter anunciado ainda o cancelamento da apresentação de Bruno e Marrone — que custaria R$ 520 mil —, o perfil oficial da dupla no Instagram confirmou a agenda do show para o dia 18 de junho deste ano.

Vale lembrar que Israel & Rodolffo (R$ 310 mil), Di Paullo & Paulino (R$ 120 mil), João Carneiro (R$ 100 mil) e Thiago Jhonathan (R$ 90 mil) eram os outros nomes confirmados na programação do evento.

Simone e Simaria também sofreram na mira da Justiça. Isso porque o Ministério Público do Rio Grande do Sul anunciou que investigaria uma suposta irregularidade na contratação da dupla para a Festa da Gila e do Queijo Artesanal Serrano, em Bom Jesus, no próximo dia 15 de julho. O cachê das cantoras seria de R$ 380 mil. Não há informações sobre a realização ou não do evento. 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.