Famosos e TV Titi Müller rebate críticas por ajudar Scooby a fazer live e diz que Piovani aprovou a ideia

Titi Müller rebate críticas por ajudar Scooby a fazer live e diz que Piovani aprovou a ideia

O surfista se reuniu com dois especialistas para debater violência de gênero e criação dos filhos

Resumindo a Notícia
  • Pedro Scooby realizou uma live para falar de direito da mulher e alienação parental

  • Titi Müller ajudou o surfista a organizar o debate

  • Apresentadora foi criticada nas redes sociais

  • Ela disse que Luana Piovani aprovou a ideia da transmissão ao vivo

Titi Müller diz que Luana Piovani achou boa a ideia de Pedro Scooby fazer a live

Titi Müller diz que Luana Piovani achou boa a ideia de Pedro Scooby fazer a live

Reprodução/Instagram

Na tarde desta quinta-feira (2), Pedro Scooby realizou uma live com dois especialistas para discutir assuntos ligados aos direitos da mulher, criação dos filhos e alienação parental. A transmissão ao vivo gerou bastante polêmica por acontecer enquanto o surfista move um processo contra Luana Piovani, com quem tem três filhos, e Titi Müller foi criticada por ajudar o atleta a organizar o evento digital.

A apresentadora explicou que foi o próprio Scooby quem lhe ligou após ela fazer uma live para debater violência contra a mulher. Então, Titi fez a ponte entre o atleta e dois especialistas em direitos da mulher, a psicóloga Artenira Silva e o advogado Carlos Eduardo do Carmo Jr.

Após as críticas, ela disse que não tem intenção em defender o surfista e disse que decidiu ajudar com a live porque não queria perder a oportunidade de debater assuntos que considera importantes com o público dele, que tem 6 milhões de seguidores. Titi também contou que conversou com Luana Piovani sobre a proposta e a atriz achou uma boa ideia.

"Falei com a Luana, sim. Mas não é sobre isso, apesar de ela também ter achado uma boa ideia", disse.

Titi defendeu a importância de todos terem acesso a conhecimentos jurídicos, para entenderem como funcionam as leis no Brasil e como devem agir. A apresentadora ainda falou que achou uma boa oportunidade para chegar em pessoas que não costumam debater temas como alienação parental.

"Todos os dias a gente luta (digo eu e muitas que estão aqui) para furar bolhas, ampliar debates, ter mais alcance. Aí tem uma pessoa que disponibiliza a rede dela, com 6 milhões de seguidores, para uma live f**a debatendo parentalidade responsável, violência de gênero, etc. Recomendo apenas que assistam 5 minutos que seja. Sério. Spoiler: nenhum pano foi passado e ninguém 'pagou de bom moço'. Sei lá, gente, talvez tenha sido ingênua em pensar que esse alcance não seria sobre os personagens dessa história que me enfiaram e sim sobre o assunto, que a mim é muito caro. De qualquer forma, acho qualquer debate positivo. Aqui, no Instagram, na mesa do bar. Tentei. E se esse papo abriu a cabeça de algum homem para essas questões, já acho que valeu", concluiu.

De Shakira a Piovani: 2023 começou com ex-casais em pé de guerra

Últimas