Val Marchiori é condenada a indenizar Ludmilla em R$ 30 mil 

Cantora entrou na Justiça por danos morais após a socialite comparar cabelo da artista com 'esponja de aço'; Val pretende recorrer à sentença 

Val Marchiori é condenada a  indenizar Ludmilla

Val Marchiori é condenada a indenizar Ludmilla

Reprodução/Instagram

Val Marchiori foi condenada a indenizar Ludmilla em R$ 30 mil após ter comparado, em 2016, a peruca da cantora com uma "esponja de aço", durante um programa de televisão. 

De acordo com Katia Antunes, advogada da socialite, Val foi processada por danos morais, sendo que a primeira decisão judicial do caso foi anulada.

Desta vez, "elas foram pegas de surpresa" com a notícia e têm a intenção de recorrer à senteça para "esclarecer melhor o que aconteceu".

"Em nenhum momento, ela teve a intenção de fazer um comentário racista ou pejorativo, ela estava dando a opinião sobre um adorno carnavalesco. É isso que a gente vai ainda continuar discutindo judicialmente para demonstrar que a intenção jamais foi de ser racista ou preconceituosa", explicou a advogada.

Ao ser questionada se havia alguma possibilidade de Val ser condenada por racismo, Katia afirmou que isso só poderia acontecer em uma outra ação. 

"O racismo, não. Teria de ser juizado em uma ação penal. O que a Ludmilla está pedindo é uma indenização por danos morais. A penalização, então, seria a multa."

A decisão foi feita pela 3ª Vara Cívil da Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. Também ficou decidido que Val terá de pagar uma correção monetária a partir da data da publicação da sentença e juros legais desde a prática do evento danoso para Ludmilla, além dos R$ 30 mil.

Conforme a equipe do R7 noticiou na época, Val teve de pagar R$ 10 mil reais após ser considerado um caso de racismo. 

Procurada pelo R7, a assessoria de imprensa da cantora não se pronunciou até o momento.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Camila Juliotti