Famosos e TV Zilu afirma que não recebe pensão de Zezé há mais de dois anos

Zilu afirma que não recebe pensão de Zezé há mais de dois anos

Empresária, que briga na Justiça pela revisão de todos os acordos de divisão de bens, disse que se mantém com os próprios recursos 

  • Famosos e TV | Do R7

Disputa judicial entre Zezé Di Camargo e a ex-mulher, Zilu, acontece desde 2019

Disputa judicial entre Zezé Di Camargo e a ex-mulher, Zilu, acontece desde 2019

Reprodução/Instagram

Zilu Camargo afirmou nesta quinta-feira (4) que não recebe mais pensão do ex-marido, Zezé Di Camargo, há dois anos. De acordo com a empresária, hoje em dia a renda dela é proveniente do próprio trabalho. Vale lembrar, no entanto, que a influenciadora briga na Justiça pela revisão de todos os acordos de partilha de bens firmados com sertanejo

"Eita perguntinha que o pessoal faz e fala. Não recebo pensão do Zezé há mais de dois anos. Hoje, eu me viro com os meus próprios recursos", comentou a mãe de Wanessa Camargo após ser questionada por seguidor nas redes sociais. 

Em agosto de 2020, em conversa com o R7, o advogado Marcelo Saraiva — que é responsável por representar a ex-mulher do cantor — disse que Zezé estaria devendo cerca de R$ 600 mil à ex-mulher. Do valor total, entre R$ 300 e R$ 500 mil correspondem, apenas, aos valores de multas por atraso em algumas parcelas. No documento assinado por Zilu e o ex-marido, há uma cláusula que prevê a cobrança de valores adicionais em caso de descumprimento das datas.

Procurado pela reportagem, à época, o advogado Cesar Alexandre Padula Miano — que responde pela defesa do cantor —, negou que existam pendências, mas, no entanto, confirmou a recorrência de atrasos. "Durante o período de pagamento, existiram atrasos, mas foram compensados com juros pactuados no acordo. Fora isso, não existe nenhum valor atrasado. Está tudo quintado", afirmou Miano, que, à época da separação, representou ambos os lados.

Disputa na Justiça

Em 2019, Zilu Camargo entrou na Justiça para pedir a anulação de partilha de bens gerada pelo divórcio dela e do cantor Zezé Di Camargo, que foi iniciado em 2014 e concluído em 2016.

Segundo o advogado da empresária, durante os dois anos em que o caso tramitou na Justiça, o sertanejo teria transferido o patrimônio e simulado situação de falência para ocultar a verdadeira fortuna que acumulou em 30 anos de carreira.

"Nós pedidos a perícia em todo o patrimônio à época e, por conta disso, os próprios filhos foram induzidos a acreditar que o pai estava falido e que dos bens que tinham, ele teria reservado para ela, com a alegação que ele perderia tudo. No entanto, foi só assinar o acordo para aparecer um vasto patrimônio, bens e inúmeras campanhas publicitárias", disse Marcelo Saraiva.

Últimas