'É hora de se unir', diz Milton Nascimento sobre live beneficente

Em entrevista ao R7, cantor falou sobre o show que será transmitido nesta sexta-feira (31), ao lado de Liniker e Xenia França

Milton Nascimento faz live nesta sexta-feira (31)

Milton Nascimento faz live nesta sexta-feira (31)

Divulgação

Milton Nascimento canta ao lado de Liniker e Xenia França nesta sexta-feira (31), em uma live beneficente no YouTube, às 20h30.

A apresentação tem o objetivo de angariar doações de pratos de comida para o movimento "Faça parte: comece o que não tem preço". A meta é arrecadar pelo menos 2 milhões de refeições para comunidades carentes em combate à fome e à pobreza.

Em conversa com o R7, Nascimento conta sobre a importância de realizar doações durante a pandemia da covid-19. A maior preocupação dele, no momento, são os povos mais vulneráveis, como os indígenas.

Milton Nascimento e Criolo lançam EP e fundo solidário

"Agora é a hora de a gente se unir. E essas campanhas são fundamentais. Ainda mais vivendo num país que enfrenta a pandemia mais grave de sua história atual", afirma. "Não me vejo fazendo mais do que minha obrigação em criar essas iniciativas de ajuda", completa.

Nascimento entrega que se sente inseguro em realizar shows durante o isolamento social, mas garante que todos os protocolos de higiene estão sendo tomados.

"Claro que a gente não fica 100% tranquilo. Mas, assim como fizemos na nossa primeira live, vamos testar todos os profissionais envolvidos", afirma o cantor. "Também vamos manter uma equipe completamente reduzida. O nosso protocolo tem que ser o mais seguro possível, inclusive, temos até a parceria de um hospital local que vai fazer os testes, monitorar o ambiente, higienizar e supervisionar todo nosso trabalho."

Nascimento ainda não tem planos de aderir a outros formatos de shows, como o drive-in, durante a pandemia. Ele diz que discute as possibilidades com o filho, Augusto, antes de tomar alguma decisão.

"Na verdade, hoje em dia é muito difícil planejar qualquer coisa, né? E a gente aqui em casa está assim também... Às vezes, meu filho, Augusto, que é também meu empresário, me chega com algum pedido de gravação, live, entrevistas... E, aí, a gente vai conversando sem muita pressão de ter uma agenda, sabe? Estamos vivendo e entendendo um dia de cada vez", conta.

O músico, que estará acompanhado na live, também exalta o trabalho de Liniker e Xenia: "As duas são muito impressionantes, a voz, a musicalidade, a presença, a força que elas têm é uma coisa emocionante. E cantar com elas é uma realização pra mim, de verdade".

Durante a live, um QR Code ficará disponível na tela, para que o público também possa fazer doações. Cada real doado será revertido em um prato de comida para a ONG Ação da Cidadania, que destinará as refeições para os mais afetados pela pandemia.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Camila Juliotti