Música Filha de Leandro homenageia o pai, morto há 20 anos

Filha de Leandro homenageia o pai, morto há 20 anos

Cantor, que formava dupla com o irmão Leonardo, morreu de câncer em 1998 quando a filha tinha apenas 2 anos de idade

  • Música | Helder Maldonado, do R7

Leandro com a filha pouco tempo antes de morrer

Leandro com a filha pouco tempo antes de morrer

Divulgação

Lyandra, filha do cantor Leandro, que morreu em 23 de junho de 1998, fez uma homenagem ao pai no Instagram na tarde deste sábado.

"Sabe que todos os dias penso em você? Mesmo. Não existe um dia na minha vida em que eu te 'esqueça' ou que a correria do dia a dia faça você perder o seu espaço nos meus pensamentos. É engraçado porque as vezes me pego pensando: imagina se meu pai estivesse aqui? O que será que ele acharia disso ou daquilo? Será que ele aprovaria tal pessoa ou tal reação minha frente às situações que eu passo? Quando eu te perdi eu estava prestes a completar 3 aninhos, eu vivi a maior parte da minha vida sem você".

A sobrinha de Leonardo também comentou que sente a falta de ter tido a oportunidade de conhecer melhor o pai famoso.

"Daqui a 4 dias faço 23 anos e eu vivi 20 sem você!!!! Meu Deus!!!! Quando estou passando por um 'problema' que eu penso ser grande, ele se torna pequeno quando eu penso que a maior perda da minha vida eu já tive, você. Como eu queria ter te conhecido mais. Sério. Eu ia amar. Pelo que me falam, temos muitas coisas em comum — eu também acho o café que a Nalva faz o melhor do mundo, e também acredito em energias e força do pensamento, sou positiva igual você. Mas apesar de ter vivido esses 20 anos sem você, você sempre viveu comigo, eu sempre conversei com você pelos meus pensamentos, pelos meus sonhos. É incrível porque eu te sinto tão perto de mim. Tão perto. Eu sinto o seu amor e isso é um presente de Deus pra mim. Tenho certeza que você sente o meu daqui também. Temos uma ligação divina que é eterna. Isso é incrível. Eu te amo tanto! Enfim, se eu ficar escrevendo aqui pra você eu fico o dia todo, parecendo que estou conversando com você, porque isso já é um hábito pra mim. Só queria deixar registrado aqui que você faz falta na minha vida todos os dias. Hoje é só mais uma data. Eu sei que você vai estar comigo esse ano, na minha formatura, no meu casamento e em todos outros os momentos importantes da minha vida. Te amo pra todo o sempre! A sua passagem aqui mostrou pra muita gente o quanto a vida é fragil, mas o quanto podemos alegrar as pessoas e passar boas coisas nessa nossa passagem... 20 anos é muito e é pouco, é pouco quando pensamos que a vida de verdade é a vida eterna. Essa aqui nada mais é do que uma passagem. Até breve, pai."

A morte de Leandro chocou o Brasil. Ele descobriu o doença durante uma pescaria em Cotia (SP), em abril de 1998. Após ser encontrado desmaiado enquanto tomava banho quando voltou do passeio, foi levado ao hospital da cidade para tirar uma radiografia do tórax. Os exames apontaram um tumor maligno do tamanho de uma laranja sobre o pulmão. O cantor goiano sofria de um tipo de câncer de pulmão raríssimo, conhecido por tumor de Askin.

No dia 18 de maio, Leandro passou por duas cirurgias, além de reiniciar a terceira etapa do tratamento quimioterápico. No dia 8 de junho, fez sua última aparição pública. Uma semana depois, ele teve uma parada cardiorrespiratória e foi internado no Hospital São Luiz, onde teve falência múltipla dos órgãos no dia 23. O cortejo fúnebre de Leandro foi acompanhado por 150 mil pessoas em Goiânia. 

Últimas