Justiça conclui que Led Zeppelin não plagiou Stairway To Heaven

Corte norte-americana formada por 11 juízes concluiu que clássico da banda inglesa é uma criação original do quarteto

Led Zeppelin é considerado inocente de acusação de plágio

Led Zeppelin é considerado inocente de acusação de plágio

Divulgação

Na segunda-feira (9), um tribunal de apelações dos Estados Unidos concluiu que a banda inglesa Led Zeppelin não plagiou parcialmente o hit Stairway To Heaven, lançado em 1971.

O painel da corte, formado por 11 juízes em São Francisco, na Califórnia, determinou que a música não viola os direitos autorais de Taurus, composição de Randy Wolfe para a banda Spirit, da qual ele fez parte.

Essa decisão já havia sido tomada em 2018, mas foi anulada porque três juizes consideraram que as instruções dadas ao júri do tribunal distrital haviam sido “erradas e prejudiciais”.

À época, o Led Zeppelin solicitou novo julgamento em um tribunal maior, cuja decisão de segunda, baseada na Lei de Direitos Autorais de 1909, traz de volta o julgamento original.