Música Serasa entra em ação e 'cobra' rapper por não devolver cachê a festival: 'Oi, Drake'

Serasa entra em ação e 'cobra' rapper por não devolver cachê a festival: 'Oi, Drake'

Organização do Lollapalooza estaria aguardando o reembolso dos US$ 4 milhões (R$ 21 milhões), pagos antecipadamente ao artista

  • Música | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Serasa 'cobrou' o rapper canadense Drake por não devolver o valor do cachê ao Lolla.

  • Organização do festival estaria aguardando o reembolso dos US$ 4 milhões.

Drake foi 'cobrado' pelo Serasa após não devolver cachê do Lollapalooza

Drake foi 'cobrado' pelo Serasa após não devolver cachê do Lollapalooza

Reprodução/Instagram

A Serasa Experian entrou em ação e, em tom de bom humor, "cobrou" o rapper canadense Drake por não devolver o valor do cachê, mesmo depois do cancelamento de seu show no Lollapalooza.

A organização estaria aguardando o reembolso dos US$ 4 milhões (ou cerca de R$ 21 milhões, na cotação atual), pagos antecipadamente ao artista, segundo informações do jornalista Leo Dias.

A Serasa — uma empresa que, além dos registros sobre dívidas, possui uma área exclusiva para ajudar as pessoas — decidiu repercutir a notícia e entrou na brincadeira.

"Oi, Drake", escreveu o perfil oficial nas redes sociais.

O show de Drake seria o principal do Lollapalooza na noite do último domingo (26). Ele foi substituído pelo DJ Skrillex.

A decisão sobre o cancelamento de sua participação foi anunciada nas redes sociais do festival, que reproduziu uma mensagem da equipe do cantor:

"Devido a circunstâncias imprevistas, Drake está sem membros da sua equipe de som e produção, essenciais para a realização do show do Lollapalooza em São Paulo. Drake estava animado para se apresentar para seus fãs no Brasil. Infelizmente, isso está fora de seu controle. Desculpas."

Drake se apresentou no Lollapalooza do Chile e da Argentina na semana passada, quando foi duramente criticado pela duração de seus shows, de apenas 45 minutos. Ele também proibiu a transmissão.

Quando se apresentou no Rock in Rio de 2019, Drake também foi criticado por apresentar versões curtas de seus sucessos, além de cantar em um palco escuro, proibir a transmissão e ignorar fãs no aeroporto.

Cachê

Extraoficialmente, Drake ganharia o maior cachê do Lollapalooza 2023: US$ 4 milhões, cerca de R$ 21,2 milhões

Ingresso: o que fazer?

A organização do festival já informou o que poderá ser feito pelos portadores de ingressos: "Diante desse cancelamento, disponibilizaremos por liberalidade aos titulares da compra de ingressos das modalidades Lolla Day, Lolla Comfort Day e Lolla Lounge Day do dia 26/03 a possibilidade de manter o ingresso ativo e comparecer ao evento, ou solicitar o reembolso do valor do ingresso. Para fazer jus ao reembolso, o ingresso das modalidades acima indicadas não poderá ter sido utilizado para acesso ao festival no dia 26/03.

Últimas